Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Conto Erótico » Contos de Incesto » As calcinhas da minha mãe

As calcinhas da minha mãe

Publicado em 01/06/2022 por ContoErótico

Olá, bom dia. Me chamo André, sou de Belém do Pará, tenho 23 anos. Sou branco, 1.73 de altura, vou relatar minha história com as calcinhas da minha mãe, um conto erótico real de incesto entre mãe e filho.

Vou aqui contar pra vcs um pouco sobre o meu grande desejo que começou por usar as calcinhas da minha mãe. Enfim, tudo começou quando eu tinha 15 anos, morávamos somente minha mãe e eu, ela já separada do meu pai a 5 anos, mulher branca, mais ou menos 1.70 de altura e 32 anos na época. Um belo dia eu cheguei da escola e fui logo tomar banho, quando cheguei no banheiro e fui colocar minha cueca no cesto de roupa suja, havia uma calcinha da minha mãe logo em cima, calcinha de renda fio dental vermelha, não sei o que me deu na hora em que vi a calcinha, fiquei olhando e peguei ela do cesto e comecei a cheirar e sentir um cheiro muito bom, fechei os olhos e comecei a me masturbar pra calcinha da minha mãe, esfregava ela no meu pau e ficava socando a bronha e cheio de desejos até então somente pela calcinha, bati até gozar no chão do banheiro.

Sair do banheiro meio que me culpando por ter feito isso com a calcinha da minha própria mãe, mais aí depois fui ficando relaxado e acabei deixando a culpa de lado. Ai passaram alguns dias e eu já não havia mais pensando e nem repetido aquela situação, até que um belo dia, quando fui entrar no quarto da minha mãe de noite, ela estava dormindo e com o bumbum virado pra cima e somente de calcinha e baby-doll e a calcinha que ela estava usando era justamente a tal calcinha fio dental de renda vermelha que eu havia me masturbado a alguns dias atrás. Na hora olhei e lembrei do dia em que peguei a calcinha e acabei me masturbando, na hora não sentir tesão pela bunda da minha mãe e sim pela calcinha que ela usava e que eu havia me masturbado. Sai do quarto e fui no banheiro com um tesão muito grande e peguei o cesto de roupa suja e fui vasculhar pra vê se achava alguma outra calcinha dela. Até que achei uma calcinha preta, não era fio dental, mais era de renda tbm. Aí peguei e comecei a cheirar e a repetir o mesmo ato de dias atrás, só que no meio do ato, eu parei, ajeitei a calcinha na mão e do nada vestir calcinha, vesti meu short por cima e fui pro meu quarto. Chegando lá, tranquei a porta, tirei o short e fui pra frente do espelho e virei de costas para vê como ficava a calcinha em mim e ao vê aquela calcinha que acabou ficando atolada na minha bunda, fiquei com um tesão absurdo e com o pau tão duro como nunca havia visto antes, fiquei meio de lado e comecei a me masturbar olhando pra minha bunda com a calcinha da minha mãe.

Desde este dia, eu comecei a repetir isso todos os dias, pegava calcinhas da gaveta de calcinhas da minha mãe pra usar e ficar me olhando no espelho e me masturbando. Quando estava na escola, não via a hora de chegar o horário de ir pra casa e começar a fazer o meu ritual de usar calcinhas da mamãe e me masturbar. Isso foi se repetindo durante todos os dias, era um tesão incontrolável que eu sentia, era tanto tesão que comecei a usar pra ir na padaria, cheguei até usar pra ir pra escola algumas vezes rsrsrsrs… Enfim, os meses foram passando e o meu ritual continuava, até que um belo dia minha mãe me flagrou usando uma das calcinhas dela, esse flagra ocorreu pela parte da manhã. Na noite anterior, eu estava usando uma calcinha dela e me masturbei muito e acabei ficando cansado e deitei na cama ainda com a calcinha vestida em meu corpo, tbm não percebi que não tranquei a porta do quarto quando fazia o meu ritual de me olhar no espelho de calcinha e ficar me masturbando e acabei dormindo de calcinha. Aí quando foi pela manhã, minha mãe foi me chamar no quarto e abriu a porta e acabou me vendo dormindo de calcinha, me acordou e me deu uma grande bronca, me deu até uns tapas na perna e perguntando se eu estava ficando doido ou algo do tipo. Foi muita bronca que ela me deu. Os sermões foram tantos que fiquei traumatizado e passei a não usar mais as calcinhas dela, mais os dias de êxtase que tive usando aquelas calcinhas nunca saíram da minha cabeça.

Minha mãe chegou a conversar comigo tempos depois e perguntou se eu era gay e se fosse era para contar com o apoio dela, minha mãe ficou com muita raiva quando me flagrou, porém ela é uma mulher que respeita muito o ser humano e disse que se eu fosse gay que era pra contar com o apoio dela, mais aí eu falei pra ela que não era gay e que não gostava de meninos e sim de meninas, mais que não sei explicar o pq de tanto tesão e prazer que sentia em usar calcinhas. Aí dias foram passando, meses e até um ano e meio mais ou menos depois se passaram sem que eu usasse uma calcinha dela. Um belo dia já com 16 anos, eu estava em casa, era início de noite e minha mãe estava no quarto dela, aí fui no quarto dela para perguntar algo, ela estava deitada e usando um baby-doll, vestimenta que ela adorava usar em casa, comecei a conversar com ela sobre o assunto que queria conversar e sentei na cama ao lado dela, aí começou a passar um filme na tv a cabo e o filme era até um clássico antigo chamado Curtindo a vida Adoidado, filme que ela adorava e eu tbm gostava muito.

As calcinhas da minha mãe

As calcinhas da minha mãe

Aí ela falou: Deita filho, vamos assistir juntos e eu disse tá bom, vamos assistir, fiquei ao lado da minha mãe e até aí tudo normal, quase mais do que a metade do filme, ela acabou dormindo do meu lado e eu continuei vendo o filme, até que certo momento ela se vira pro outro lado e o baby-doll meio que subiu um pouco e a bunda dela ficou exposta e virada pra mim, aí tive aquela visão maravilhosa e aquela calcinha de rendinha na cor azul turquesa e enfiada no rabo dela, me deixou louco de tesão, no início eu olhava pra bunda dela mas com o foco na calcinha e já achando um modo de um dia pegar aquela calcinha e começar a usar, fiquei olhando e até esqueci do filme rsrsrsrs… ficava olhando, olhando e tive a ideia de abraçar a minha mãe do jeito que ela estava e sentir a calcinha encostar em mim, como falei até então meu tesão era pela calcinha e não pela minha mãe, não tinha desejos com a minha mãe. Aí abracei ela bem devagar, e fechei os olhos pra dormir ao lado dela e sentir aquela calcinha encostando em mim. Até que certo momento, ela sentiu o meu abraço e me puxou e me apertou contra as costas dela e bunda, aí eu perguntei: Mãe, a senhora quer que eu vá pro meu quarto ela disse: Não, fique aqui com a mamãe e me abrace! Fiquei com meu corpo bem encaixado com o dela, aí alguns minutinhos depois, ela sentiu que meu pau estava duro e começou um leve reboladinho com a bunda dela, até que meu pau começou a ficar mais duro do que já estava. Eu estava usando um short leve de jogar bola, aí aconteceu o que eu nunca imaginei na minha vida, ela jogou o braço pra trás e começou a acariciar minha rola por cima do short e eu não conseguia falar nada a não ser receber o afeto e carícia da minha mãe no meu pau. Eu fiquei em êxtase e não conseguia reagir de outra forma, não havia sentimento de culpa por ser minha mãe, só havia sentimento de tesão, um puro e gostoso tesão.

Ela continuou acariciando e depois virou de frente pra mim, me olhando nos olhos e foi baixando meu short, tirou ele todinho, meu belo pau ficou todo pra fora e estava bem duro, já tinha na época um pau de uns 17 ou 18 centímetros. Minha mãe ficava me olhando nos olhos acariciando meu pau, aí ela levantou e foi em direção a ele, começou a bater uma bem de leve pra mim e perguntou: Vc quer que a mamãe chupe pra vc?
Eu disse: Quero sim, eu te amo mãe!
Aí ela começou a chupar bem de leve, beijava a cabeça, começou a chupar bem de leve as minhas bolas tbm, depois de alguns minutos fazendo muitas carícias com a boca dela no meu pau e bolas, ela pediu para eu me levantar e ficar sentado na beira da cama, eu fazia tudo que ela pedia e sem falar praticamente nada. Me sentei na beira da cama e ela falou que iria fazer algo especial, ficou de joelhos e eu sentado na beira da cama, ela puxou o meu pau pra baixo e começou a chupar e foi engolindo todo ele com a boca até chegar as bolas, ficava indo e voltando e deixando meu pau cheio de saliva e todo melado, depois ela começou a chupar com raiva, engolia com raiva a minha caceta, aí ela teve tbm a brilhante ideia de mandar eu deitar na cama e levantar as pernas. Ela disse: Deite na cama, jogue seu corpo pra trás e levante as pernas, vou ensinar a vc tudo que deve aprender e tudo que vai lhe da tesão. Fiz o que ela mandou e ela segurou minhas pernas pra cima e começou a passar a língua lentamente no meu cuzinho, aquilo me enlouqueceu muito, parece que meu pau até havia aumentado de tamanho. Ela foi passando a língua devagar e depois começou a usar mais velocidade pra chupar, depois começou a beijar meu cuzinho e a dar algumas cuspidas nele e a passar o dedo tbm, mais não enfiava o dedo. Ela ficou naquele momento por uns 30 minutos, chupava meu cuzinho, chupava minhas bolas e metia a minha rola na boca. Me deixou na mesma posição e veio subindo o meu corpo e ficou em cima de mim e me olhando falou, vc quer que a mamãe beije vc na boca, do jeito que estava beijando seu rabinho?
Eu disse: Sim mãe, eu quero, me ensina a beijar tbm.
E ela começou a me beijar bem devagar, chupava meus lábios, pedia pra eu colocar a língua pra fora e chupava minha língua, beijava meu pescoço, me deu um beijo perfeito e maravilhoso. Aí ela perguntou: Vc ainda é virgem meu filho?
Eu disse que sim, sou virgem sim!
Aí ela falou, agora vou sentar bem devagar na sua rola e vou começar a massagear o seu pau com a minha boceta, quero que vc diga se sentir algo diferente e eu disse, tá bom mãe!
Ela sentou sem camisinha e bem devagar e lentamente ela foi rebolando no meu pau, ai ela parou de rebolar, sentou na caceta toda e começou a fazer uma pressão com a boceta dela e eu sentia uma massagem no meu pau, coisa de louco. Aí ela ficou fazendo isso por uns 2 minutos até que ela explodiu em orgasmos e gemia muito gostoso, se mexia, se tremia em cima de mim e ficou extasiada e cansada e deitou no meu peito, ai fiquei fazendo carícias no cabelo dela e ela foi se recuperando e começou a me beijar de novo e falou: Vc quer que a mamãe faça vc gozar?
Eu disse: Sim mãe. Eu quero gozar!
Ela disse: Eu vou cavalgar em vc e vou fazer vc gozar.
Ela começou a cavalgar e rebolar bem rápido, meu pau estava se preparando pra explodir de tanta porra guardada. Ela foi rebolando e sentando, eu comecei a segurar no quadril dela e sentia aquele corpo rebolando em cima de mim e do meu pau, até que falei pra ela que iria gozar, ela falou: Fique parado, vc vai gozar dentro da mamãe, tá bom?
Eu disse: tá bom mamãe, vou ficar parado.
Ela começou a sentar mais rápido e falava: Goza pra mãe, goza pra mãe filho, goza pra mãe goza, enche de porra essa bocetinha da mamãe. Aí veio uma explosão de porra, eu gemia pra caralho, e sentia meu leite jorrando dentro daquela boceta molhada, eu gozava e ela sentava e sentava com força. Aí nossos corpos foram relaxando, ela foi rebolando bem lentamente e eu em êxtase total, o rebolado foi diminuindo até ela parar e se deitar em cima de mim, me olhou nos olhos e falou que me amava muito e que era capaz de fazer qualquer coisa por mim, que sempre que eu precisasse, que era pra eu contar com ela na minha vida e que era pra eu nunca sair tbm do lado dela e sempre cuidar dela. Saiu de cima do meu corpo, se deitou de lado e me pediu um abraço e nos abraçamos de lado com nossas pernas entrelaçadas uma nas outras e acabamos dormindo um dos melhores, se não o melhor sono de nossas vidas.

Resumindo um pouco, hoje estou com 23 anos e ela com 40, minha mãe tá uma verdadeira deusa nos altos dos seus 40 anos, se cuida, malha muito, se alimenta bem e tem um corpo maravilhoso, ainda moramos juntos, ao longo desse tempo, minha mãe me deu aulas de como se tratar uma mulher, de como proporcionar a uma mulher o tesão total, tudo que sei sobre um excelente sexo, aprendi com ela. Quanto as calcinhas, o tesão em usar continuou e minha mãe passou a comprar calcinhas pra ela e pra mim tbm, e deixa eu usar algumas dela tbm. Sinto um tesão imenso em usar  as calcinhas da minha mãe com ela em casa, as vezes ficamos deitados de calcinhas e assistindo séries e filmes rsrsrsrsrsr… Ela gosta que eu use na frente dela, me chama de puta gostosa rsrsrsrsrs… continuo usando calcinhas, pois meu tesão em usar nunca foi embora, só que hoje uso ao lado da minha mãe, transo com ela usando calcinha, vou pro trabalho usando calcinha, quase não uso cueca hoje em dia. Temos um relacionamento afetivo maravilhoso, minha mãe sai com amigas, tem um namoradinho aí que ela fica de vez em quando, mais nunca trouxe pra dentro da nossa casa, eu tenho tbm uma gatinha aí que saio com ela uma vez ou outra, mais eu e minha mãe juramos em nunca nos abandonar, nunca deixar que ninguém acabe com o nosso amor. Ela só transa com o namoradinho dela de camisinha e eu tbm com a minha gatinha. Enfim pessoal, é isto, o relato real foi escrito por mim e com a minha mãe ao lado.

Veja abaixo outros contos de incesto:

Conto erótico de mãe e filho

O dia que fodi minha mãe gostosa

2146 views

Contos Eróticos Relacionados:

Uma história de incesto entre avó e neto

Vou contar pra vocês uma história de incesto entre avó e neto. Minha esposa é costureira numa grande cidade do interior de São Paulo e numa seção provatória de um vestido, uma senhora da...

LER ESTE CONTO

Minha cunhada safadinha

Minha cunhada safadinha, um conto de incesto entre cunhado e cunhada bem curto e de leitura rápida. Conheci a minha cunhada muito antes da minha esposa e sempre rolou um clima entre nós, passados...

LER ESTE CONTO

Novinha transando com os 3 primos

Novinha transando com os 3 primos - Conto erótico de incesto com uma novinha de 18 anos provocando e fodendo bem gostoso com seus 3 primos bem dotados e safados que comem a bucetinha e o cuzinho da...

LER ESTE CONTO

Comi a minha cunhada safada

Hoje eu comi a minha cunhada safada e vou falar para vocês como foi neste conto erótico. Eu e minha cunhada temos uma história antiga, nós já ficamos várias vezes antes dela casar o meu...

LER ESTE CONTO

5 - Comentário(s)

  • Ananias 08/09/2022 10:21

    Muito Bom Este Conto Com S|ua Mãe, Não Tenho Mãe Mas Quando Ela Era Viva Nunca Tive Tesão Por Ela, Mas Fiquei Excitado Gostaria Da Penetração No Cuzinho Sou Tarado Por Um Cuzinho e Se For Vigem é Uma Delicia Nota Oito!

  • Alec 24/08/2022 23:32

    Sou coroa quase cinquentão sou saudável sou simples não sou super em nada sou educado honesto adoraria transar com mãe é filho ou mãe e filha. Adoro carinhas novos corpo lisinho branco loirinho ou não moreno claro e é que use calcinha da mamãe da noiva da namorada da irmã da esposa não obesos e negros e a menores de idade sigilo total e discrição Onze nove cinco dois sete três meia dois quatro três

  • Daniel 03/08/2022 21:36

    Olá boa noite amigo Q conto muito gostoso Sou de Belém e tenho uns contos com minha mãe Me chama no zap 91985281063

  • FRANK 08/07/2022 08:51

    Delícia viu Tenho 68 anos e adoraria encontrar uma mãezinha desse pra nós meter gostoso.asou de São Paulo [email protected]

  • Willyan Moraes 27/06/2022 21:18

    Caraca que conto sério isso mesmo ?

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 5 + 1 = ?

ContoErotico.Blog - O Seu Site de Contos Eróticos 

Aqui no Blog Conto Erótico, nós trazemos todos os tipos de contos eróticos para alegrar e animar o seu dia. Nossos contos eróticos são enviados por nossos leitores e colocados aqui para excitar a todos. Sempre postamos contos eróticos com fotos, pois sabemos que isso deixa a história mais real e fácil de ser imaginada. Histórias porno, contos picantes, contos de sexo, fábulas eróticas, não importa qual o nome você dê, nós traremos tudo que você precisa para se divertir.

Todos os nomes dos contos eróticos são alterados por nossa equipe para preservar a identidade de todos, e todos os personagens que participam de nossas histórias eróticas são maiores de 18 anos.

Contos Eróticos Com Fotos

Todos os nossos contos tem pelo menos uma foto, pois sabemos que ler um conto erótico com foto é bem melhor do que só ler uma história solta, sem nenhuma imagem para ilustrar. As fotos dos nossos contos são meramente ilustrativas, são retiradas da própria internet, de sites pornográficos que divulgam essas imagens de forma gratuita.

Caso alguma imagem dos nossos contos eróticos com fotos pertença a você e você quer que seja removida, basta entrar em contato e enviar o link do conto que faremos a substituição. Algumas imagens também são enviadas pelos próprios autores dos contos.

Caso você precise entrar em contato conosco, basta usar a nossa página de contato.

Para enviar contos eróticos para serem publicados em nosso site, vá até a página "Enviar Seu Conto Erótico" e escreva sua história que postaremos aqui.

Xvideos - Video de Sexo - Filme Porno - Porno Brasileiro - Contos Eróticos Gay - Bucetas - Zoofilia - Porno - Xvdeos - Videos Porno - Xvideos PutinhasMulheres Peitudas - Porno Nacional - Acompanhantes Campinas - Nacional Porno - Pornozao

Contos Eróticos

© 2022 - Conto Erótico