Menu fechado

Casal de lésbicas se exibindo no parque

Vou chamar esse conto de “Casal de lésbicas se exibindo no parque”, e no decorrer dele vocês vão entender o porque desse nome e porque eu gostei tanto do ocorrido. Eu e uma namorada fomos ao parque semana passada. O nome dela é Mariana e o meu é Tainá. Moramos na região central da nossa cidade e gostamos de fazer algumas loucurinhas de vez em quando. Perto do campo de futebol, tem um monte de árvores e não tem muita iluminação em volta, o que deixa o ambiente bem mais interessante.

Durante a tarde, eu e ela nos encostamos em uma das árvores e começamos a nos pegar bem gostoso. Estávamos com medo de sermos pegas por alguém ou simplesmente sermos assaltadas numa área tão escura. No entanto, eu devo admitir que o perigo só me deixa com ainda mais tesão.

No meio do caminho, nós percebemos alguns passos e uns vultos, provavelmente de alguém nos seguimos, mas ficamos ali mesmo assim, porque já conhecíamos a área e sabíamos a quem recorrer caso fosse necessário. Àquela altura, Mari já estava abrindo o botão do meu short e beijando a minha barriga.

Casal de lésbicas se exibindo no parque

Casal de lésbicas se exibindo no parque

No meio disso, consegui ver um cara atrás de uma das árvores e o outro dando a volta no local onde a gente estava. No entanto, ela não parou, meteu dois dedos na minha buceta e eu comecei a gemer, fechando os olhos. Pela passividade dos caras, acho que estavam ali só pra observar.

Nós duas gostávamos disso, ainda mais em uma área tão exposta como aquela. Um dos caras pediu pra ficar nos olhando e nós duas concordamos, porque não tinha nada de mal e só ia deixar o clima ainda mais quente. Aos poucos, a sacanagem foi ficando ainda melhor. Mari me chupava e enfiava o dedo no meu cuzinho.

Quando ela levantou de novo, com a boca toda molhada, começamos a nos beijar de novo. O cara que pediu pra nos olhar estava batendo uma punheta e fazia muito barulho. Aproveitei aquilo pra ficar com ainda mais tesão e agarrar minha amiga pela bunda. Ter expectadores era sempre mais interessante.

Dedo vai, dedo vem, finalmente conseguimos gozar juntas. O cara já tinha terminado a punheta, sujando o tronco de árvore e a minha coxa. Pra minha sorte, estava de short. Acho que essa foi a primeira vez que alguém nos pediu pra observar, e acho também que foi a primeira vez que o cara viu um casal de lésbicas se exibindo, fodendo gostoso em local público daquele jeito. No final, acho que todos saímos satisfeitos, rs.

Veja outros contos quentes de exibicionismo:

O dotado exibicionista na massagem tântrica

Me exibindo para o entregador de lanche

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.