Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Conto Erótico » Contos Picantes » Com 19 anos e casada trai com um coroa

Com 19 anos e casada trai com um coroa

Publicado em 25/10/2022 por Damma Safada

Com 19 anos e casada trai com um coroa – Oi, sou Cristina, sou de uma pequena cidade do interior do Mato Grosso, casei jovem e virgem, comecei a namorar ainda de menor com ele, e um mês depois de fazer 18 anos casei com um oficial do exército que foi trabalhar na minha cidade, e um ano depois ele foi transferido para o Rio Grande do Sul, fui com 19 anos morar longe dos meus pais, mas estava casada e precisei acompanhar meu marido, inclusive transferi minha faculdade de letras para lá.

    Era um domingo à tarde, lembro que era um dia quente de verão, fazia uns 45 dias que havíamos chegado, e teríamos que esperar uma casa na vila militar, então alugamos um apto. Neste domingo ele saiu cedo de casa para um campo de treinamento de recrutas, seria a primeira vez que me deixaria só desde que havíamos nos mudado, e como estava sem fazer nada, resolvi entrar em um chat aqui da cidade com o Nick de “Pantaneira”. Fiquei por ali rindo das bobagens que rolavam, alguns convites para conversar no privado, até que entrou no chat um Nick que chamou minha atenção, e logo me chamou no privado, me deu um oi, e perguntou minha idade, eu disse que tinha 19 anos, que tinha me mudado a pouco para a cidade, ele disse que eu não deveria querer tc com ele, pois já era quarentão. Falei que não tinha problemas, pois era casada e só estava a fim de me distrair, e saber de lugares legais na cidade, visto que havia acabado de chegar a Pelotas, e expliquei que era casada com um Tenente do Exército, havia me mudado para a cidade por que ele havia sido transferido.

    Ficamos conversando pelo privado no chat, e me perguntou se eu tinha Messenger, dei um tempo, pensei bem, e logo passei o meu. No Messenger continuamos conversando, pediu uma foto, disse que não tinha, mas me descrevi: morena, pele branquinha, 1,62 cm, mais ou menos 50 kg e olhos negros. Pedi uma descrição dele e me mostrou uma foto, olhos claros, quase 1,90 de altura e uns 95 kg mais ou menos. Resolveu me perguntar onde estava o marido, disse que estava em um campo com os soldados, foi aí que se atreveu a perguntar se eu não queria o conhecer, que poderíamos nos encontrar e me mostraria a cidade. Ponderei, fiquei meio cabreira, mas como estava sem fazer nada resolvi arriscar e aceitei, ninguém me conhecia mesmo, marcamos então no estacionamento coberto de um hipermercado , eu poderia deixar o carro lá e sairíamos no dele, topei e marcamos.

    Estacionei meu carro no fundo do estacionamento, estava de rasteirinhas, um short Jeans e uma camiseta camuflada, ele havia dito qual o seu carro e eu falei em qual estaria. Vi quando o carro entrou e parou exatamente na frente do meu, fez sinal de luz, abriu a porta e entrei.

    Nos apresentamos meio sem graça, me olhou dos pés a cabeça, e confesso que também o olhei dos pés a cabeça, conversamos um pouco e logo saiu com o carro, pedi que mantivesse os vidros escuros do carro fechados, ligou o ar e pegou a estrada para a Praia e com o passar do tempo fui relaxando, já conversávamos como bons amigos.

    Fomos ao Laranjal, que estava lotado e por isto não paramos, fomos até o Balneário dos Prazeres, uma praia que é bem mais longe e também frequentada por menos pessoas. Parou o carro entre as árvores, pegou seu chimarrão, e ficamos ali, contando sobre nossas vidas, rimos muito, até que estava entardecendo e pedi para ir embora, pois estava ficando tarde e ele olhava para mim com um olhar guloso, e eu já relaxada demais, e digo para vocês que minha calcinha estava molhadinha, por incrível que pareça eu estava com tesão pelo quarentão. Voltamos ao estacionamento e quando fui sair do carro e ele veio se despedir, tentou me dar um beijo na boca, eu disse que não, que éramos amigos e que era casada, mas peguei o número do seu celular, não dei o meu, alegando que era casada, mas prometi ligar.

    Já passavam das 21 horas, estava em casa vendo o fantástico, entediada e resolvi ligar para ele, perguntei o que estava fazendo, se poderia ir até sua casa?

 Disse que sim, que estava preparando algo para beber, e me perguntou se eu gostava de caipirinha:

– ADORO!

me passou o endereço, não era longe da minha casa, eu tomei um banho rápido, calcinha branca enfiadinha, e sutiã do conjunto, coloquei uma calça branca bem justa, e uma blusa de alcinhas vermelha.

    Sei lá, mas acho que uma hora depois, liguei, disse que eu estava lá embaixo, desceu e estava lindo, com uma bermuda  e camiseta polo, vi um volume por baixo da bermuda, estranhamente fiquei a imaginar se estaria sem cuecas, que tamanho teria seu pau, se era grosso, eu estava com tesão pelo quarentão, e assim subimos para o apartamento.

    Comigo ainda meio tímida, mostrou o apartamento e fomos para a cozinha onde fez quase um balde de caipirinha, sentamos na sala em um sofá de dois lugares, uma ao lado do outro e deixou acesa apenas a luz do abajur.

    Ficamos conversando, contando ainda mais um da vida do outro, foi quando eu falei que não estava feliz, comecei a chorar, que o casamento tinha sido um erro e que não sabia o que fazer porque estava longe de casa, tentou se aproveitar do meu momento de fragilidade e me beijou na boca, respondi ao beijo e eles foram se sucedendo e aumentando a intensidade, foi quando me levantei e que disse não, não podia, ele também se levantou, ficou me olhando de cima a baixo, passou por mim e foi até a cozinha, um turbilhão de pensamentos passou pela minha cabeça < nunca trai, eu era fiel, meu marido foi o primeiro e único, estava louca de tesão>, fui atrás dele que estava servindo o copo com mais caipirinha, e fiquei observando encostada no marco da porta, ele me olhou veio em minha direção, me agarrou pela cintura e me puxou até seu corpo e me beijou na boca com força, correspondi, e senti o volume do pau por baixo da bermuda encostado em mim, delícia, me agarrou pelos cabelos e foi descendo os beijos até o pescoço, eu o abracei com força, passou a mão pelas minha coxa e na bunda onde espalmou a mão, foi ai que fugi para a sala, sentando no sofá. Ele veio até a sala como se nada tivesse acontecido, sentou ao me lado ofereceu a caipa e sentiu que eu estava tremula, que estava com tesão, voltou a tentar me beijar e desta vez correspondi com gosto, coloquei minha mão na coxa dele, e guiou minha mão até seu pau por cima da bermuda, para mim que tinha pouca experiência me parecia bom, e bem grosso, e já parecia querer rasgar a bermuda, veio com a mão até o meio das minhas coxas, e tocou na xaninha por cima da calça, tentei sair, levantar, mas me agarrou, não deixando que eu levantasse, murmurei um: -NÃO.

Com 19 anos e casada trai com um coroa

Com 19 anos e casada trai com um coroa

Mas ele sabia que eu queria, esfregou a xaninha com a mão e abriu o botão da calça, abaixou as alças da minha blusa e se deparou com meu sutiã branco tapando meus seios, deixou me de sutiã e veio abrir o zíper da calça, eu não demonstrava mais resistir, estava com os olhos fechados e me deliciava com sua mão ávida por conhecer seus encantos. Abriu o zíper, a calcinha pequena branca apareceu, colocou a mão por dentro e tocou na xana toda molhada, brincou com o grelinho, gemi alto e tirou a mão levando-a até sua boca e chupou seu dedo, colocou novamente na xana, tirou e desta vez colocou na minha boca, chupei, puxou a calça e me deixou só de sutiã e calcinha, me sentou no seu colo e mandou rebolar, comecei a mexer meio tímida, foi então que colocou o dedinho dentro da xana e começou a falar coisas obscenas, me chamava de puta, gostosa, que desde à tarde ansiava por me ver assim, dadinha, gostosinha e isto fez com que eu me excitasse mais e aumentasse as reboladas.

Sai de cima dele e acocorada na beira do sofá abri o zíper da bermuda, eu precisava daquele pau, tirei a bermuda deixando só de cuecas, quando ele pensou que eu ia chupar, subi de frente no colo e comecei a esfregar a xaninha no pau por cima da cueca, ele me beijava o pescoço, arrancou meu sutiã, e chupou meus seios, mamava deliciosamente meus seios duros de aureolas grandes, puxei a calcinha molhada para o lado e esfreguei a buceta molhada no pau ainda coberto pela cueca, comecei a mexer e logo ele já estava com a cueca toda molhada pelo meu suco que escorria. Pediu que eu parasse, me sentou no sofá, tirou minha calcinha, abriu bem as minhas pernas e começou a beijar minhas coxas, colocou a boca na bucetinha e começou a chupar gostoso, enfiava a língua lá no fundinho e voltava, chupava o meu grelinho duro, sorvia todo o suco que escorria, eu gemia baixinho, segurava sua cabeça e pedia que não parasse, enfiou então a língua no meu cú, tive um arrepio, voltou a buceta e colocou um dedinho no meu rabinho, eu dizia que ali não, que era virgem e que não queria, claro que não ouviu e enfiou todo o dedo no rabo, foi ai que dei um grito e me acabei, gozei na boca dele.

    Sentou ao meu lado e mandou que ficasse de quatro no chão, eu obedeci, tirei a cueca e o caralho ficou a minha disposição o pau duro e teso, que pica, e comecei a dar beijinhos na cabeça, me pediu um boquete, e foi aí q e peguei o pau com força, olhando para ele cheia de tesão, lambi todo e depois TODO na boca, começando a enfiar até a garganta e tirar, avisou que ia gozar, então comecei a punhetar o pau, mas disse que queria gozar na minha boca, falei que nunca tinha feito, ele disse que para tudo sempre tem uma 1 vez, me agarrou pelos cabelos e enfiou todo pau na boca, quase engasguei, mas chupei forte e esporrou com gosto na minha boca gulosa, coisa boa tomar porra quentinha, me puxou para o sofá, e comigo no colo  me abraçou, eu falei no ouvido que agora queria porra na minha buceta, queria sentir o pau.

Me pegou pela mão, fomos até o quarto me encostou na parede e fez com que ficasse de costas para ele, começou a beijar meu pescoço, dizer que eu ia ser a putinha dele, e foi descendo pelas minhas costas sempre me beijando, quando chegou na minha bunda, abriu bem e caiu de língua no meu cuzinho, depois enfiou um dedo, reclamei e enfiou outro, começou um vai e vem, colocando os dedos e tirando, ele queria alargar meu buraquinho, eu começando a gostar, chegou a passar pela minha cabeça que queria comer meu rabinho, se levantou me colocou de frente para ele, chupou meus seios, enquanto dedava a bucetinha, se abaixou de novo e caiu de boca na bucetinha, colocou a língua dentro da xaninha … delícia …

E ele mamava com gosto, foi quando pressentindo que eu ia gozar, e ia mesmo me acabar na boca dele de novo, deitou me na cama, mandou ficar de quatro em cima da cama virada para ele, ficou de pé a beira da cama e colocou o pau na minha boca, paguei um gostoso boquete, chupava com tanta vontade que ele trocou de posição, começamos um delicioso 69, começamos a nos chupar, ora eu chupava, enfiava aquele pau grosso todo na boca e lambia depois a cabeça, quando eu parava ele me chupava com gosto, começamos a gemer, queria eu de novo gozar, mas me segurei, deitou me de bruços e começou a pincelar o caralho na minha bucetinha, me judiou até que pedi que colocasse, botou a cabeça e ficou em cima de mim, pedi mais e empurrou o resto sem dó, enfiou todo o caralho, tudo na mulherzinha do tenente como ele mesmo disse, depois me fez ficar de quatro, enfiou tudo de novo com vontade e comecei a rebolar com o caralho enterrado, levei umas deliciosas e tesudas palmadas na bundinha e fiquei ali aproveitando aquela piça, depois de uns 10 minutos avisei que ia gozar, começou então a socar com força, eu dei gritinhos e até um urro, e foi urrando no caralho que gozei gostoso, então tirou o caralho e começou a se masturbar, eu pedi que gozasse dentro, ele socou até o fundo e deu duas ou três metidas e gozou dentro da minha bucetinha, derramou a porra toda. Abraçamo-nos como velhos amantes, eu disse que precisava ir, pois estava muito tarde, ele falou que precisava dormir para trabalhar as 07h30min, eu prometi que voltaria na segunda, e que ele poderia pedir o que desejasse.

    Cheguei em casa ainda excitada, se não estivesse amanhecendo eu teria ficado mais, tomei um banho e comecei a pensar na loucura, eu que era quase virgem rebolei com gosto no pau do quarentão, e ainda mandei gozar dentro de mim, e o melhor é que estava louca para pegar mais ele, e antes de adormecer toda gozada na nossa cama, pensei que o meu marido só retornaria na sexta-feira, se eu desejasse, e desejava, ia dar muito para o coroa gostoso. Quero ser a puta dele.

Abaixo, veja outros contos porno perfeitos:

O namorado da sobrinha me espetou a carne

Transei com o coroa caralhudo do 99

30597 views

Contos Eróticos Relacionados:

Trai meu marido com um negro dotado

Adoro contos por isso resolvi escrever um dos meus, sobre o dia que trai meu marido com um negro dotado. Eu sou a Augusta tenho 23 anos casada, mais confesso que meu marido é um pouco fraco na cama...

LER ESTE CONTO

Minha namorada deu pra outro

Minha namorada deu pra outro - Depois de quatro anos de namoro, eu e a Ana acabamos nos tornando muito cúmplices na nossa relação, além de termos uma intimidade muito grande quando o assunto era...

LER ESTE CONTO

Perdi meu cabaço com um surfista gostoso

...Pra variar minha xaninha já estava meladinha, meus peitinhos arrepiavam cada vez que ele me beijava o pescoço. Ele me agarrava o cabelo, me apertava contra o corpo dele e sussurrava coisas românticas no meu ouvido. Fui ficando mole e até zonza, de tanto tesão que eu estava.

VER

Comendo a professora de química

ola a todos venho relatar aqui o dia que comi minha professora de quimica estava com 23 anos na epoca o ano era 2003 eu estava cursando supletivo e estava no ultimo ano do ensino medio nunca havia...

LER ESTE CONTO

8 - Comentário(s)

  • Erinaldo 25/03/2024 11:34

    Queria que minha esposa fosse liberal mas ela nunca aceita sempre deixo ela à vontade para sair com quem quiser

  • Marcelo 19/02/2024 12:52

    Olá sou de São Paulo e busco esposa liberada ou casal que o marido busca um amigo para sua esposa, quero ser fixo dela, terá massagem tântrica e muito prazer. Sou discreto, onde a descrição, o sigilo e o respeito deve prevalecer sempre. Estou deixando meu contato, para que possamos conversar e nos conhecermos, mesmo que não aconteça nada será um prazer ter novos amigos. 1199145**** – Marcelo [email protected]

  • Laelio 19/01/2024 12:35

    Que gostoso

  • Daniel 20/11/2023 11:59

    Quero te conhecer tenho 40anos gosto de mulheres safadas e casadas e gostosa

  • iuzek 29/03/2023 14:13

    muito tesão estes contos estas histórias de transas eu adoro foder com mulher casada e chupo ela até ela falar chega aos cornos manso pode me escrever e marcamos uma trepada sou de Curitiba ;;; [email protected]

  • Dido 04/02/2023 20:49

    Que delícia seu conto , gosto muito de uma novinha

  • José freire de Oliveira 09/12/2022 11:02

    Quero comer uma mulher de um corno,11949129339 si alguém de são Paulo quiser fazer um sexo gostoso, mim chama vomos gozar gostoso, quero ver vc sentando no meu pau, essa buceta rebolando no meu pau,vem sentar no pau de um macho experiente em foder gostoso com mulheres de casada.

  • Sou corno 27/10/2022 07:05

    Minha mulher com 20 anos deu a buceta para um vizinho cinquentão chamado "seu "João. Ela viciou na vara dele pelo menos uma vez por semana ele comia ela na nossa cama.

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 2 + 5 = ?

ContoErotico.Blog - O Seu Site de Contos Eróticos 

Aqui no Blog Conto Erótico, nós trazemos todos os tipos de contos eróticos para alegrar e animar o seu dia. Nossos contos eróticos são enviados por nossos leitores e colocados aqui para excitar a todos. Sempre postamos contos eróticos com fotos, pois sabemos que isso deixa a história mais real e fácil de ser imaginada. Histórias porno, contos picantes, contos de sexo, fábulas eróticas, não importa qual o nome você dê, nós traremos tudo que você precisa para se divertir.

Todos os nomes dos contos eróticos são alterados por nossa equipe para preservar a identidade de todos, e todos os personagens que participam de nossas histórias eróticas são maiores de 18 anos.

Contos Eróticos Com Fotos

Todos os nossos contos tem pelo menos uma foto, pois sabemos que ler um conto erótico com foto é bem melhor do que só ler uma história solta, sem nenhuma imagem para ilustrar. As fotos dos nossos contos são meramente ilustrativas, são retiradas da própria internet, de sites pornográficos que divulgam essas imagens de forma gratuita.

Caso alguma imagem dos nossos contos eróticos com fotos pertença a você e você quer que seja removida, basta entrar em contato e enviar o link do conto que faremos a substituição. Algumas imagens também são enviadas pelos próprios autores dos contos.

Caso você precise entrar em contato conosco, basta usar a nossa página de contato.

Para enviar contos eróticos para serem publicados em nosso site, vá até a página "Enviar Seu Conto Erótico" e escreva sua história que postaremos aqui.

Buceta - Xvideos - Video de Sexo - Filme Porno - Porno Brasileiro - Bucetas - Zoofilia - Porno - Xvideos PutinhasMulheres Peitudas - Porno Nacional - Porno Español - Acompanhantes Campinas - Pornozao - Acompanhantes RJ - XXX - Porno Gratis - Contos Eróticos - Sexo Gay - Dog Porn - Sexo Com Animales - Contos Eróticos Incesto - Relatos Calientes - Porno Buceta - Ursos Pelados - Pornolandia - Cnnamador - Xvideo - Xvideos Porno - X videos - Corno Blog - Mega Filmes - Putaria Telegram - Xvideos Onlyfans - Homem Pelado

Contos Eróticos

© 2024 - Conto Erótico - ThePornDude