Menu fechado

Dando pro titio de madrugada

Dando pro titio de madrugada – Antes de continuar, digo que pra entender esse conto, você deve ler este: Perdi minha virgindade com o marido da minha tiaDepois que lerem este, irão entender o que se passa aqui e como foi que comecei a dar minha bucetinha para o meu titio quando tinha acabado de fazer 18 aninhos e estava doida pra foder.

Depois de meu tio tirar minha virgindade de maneira monumental, o dia se seguiu. Minha tia e primas chegaram em casa, jantamos, lavei a louça assistimos tv e fomos dormir, eu no quarto com minha prima mais velha no beliche de cima e eu no de baixo, minha tia, o tio e a outra prima no outro quarto.

No meio da madrugada meu tio aparece no quarto, que estava com um pouco de luz vinda do corredor, me acorda bem devagar e faz sinal de silencio quando olho pra ele. Eu abri um sorriso de alegria e ele deitou ali comigo, falou no meu ouvido:

Vamos fazer um “papai mamãe” bem quietinhos.

Consenti com um aceno de cabeça, e ele foi me beijando e passando a mão na minha buceta por cima do pijama fininho de noite de verão, e eu já fui segurando o pau dele por cima da cueca e depois por baixo punhetando aquele cacete que iria ser meu daqui a poucos segundos,

Ele puxou pro lado meu shortinho de pijama e minha calcinha de algodão (na época nem cogitava usar nada sexy) e foi socando o dedo lá dentro e fazendo movimentos circulares no meu grelinho, não demorou muito veio por cima de mim e começou a me comer bem devagarinho pra não fazer barulho nem balançar o beliche, e assim seguiu por um bom tempo, ele não parou de me beijar para eu não gemer alto, aquela situação escondida cercada de riscos de todos os tipos estava me dando tanto tesão que acho que gozei umas quatro vezes.

Dando pro titio de madrugada

Dando pro titio de madrugada

Dando pro titio de madrugada

Parei de beijar e falei no ouvido dele:

Vamos lá no sofá da sala? To afim de da o cuzinho de novo!

Ele falou:

Espera que vou ver se esta tudo tranquilo e venho te chamar.

Foi até o quarto dele viu que estava todo mundo dormindo e apareceu na porta do quarto e me chamou,

Cheguei na sala e cai de boca no pau, chupei muito gostoso, engolindo o pau inteiro, lambendo a cabecinha, lambendo as bolas até que veio o jato de leitinho direto na minha boca, que coisa gostosa sentir aquele liquido espesso na minha boca e descer pela minha garganta, e continuei a chupar até que ele puxou meu rosto me deu um beijo e sussurrou: Fica de joelho no sofá.

E começou a chupar minha buceta e mordiscar minha bunda.

Que delicia estava aquilo, depois comeu minha buceta com um pouco mais de força e colocou o pau na porta do meu cu e foi deixando o pau deslizar pra dentro devagar até entrar inteiro, eu queria gritar de tesão mas me contive mordendo uma almofada do sofá, sentindo aquele pau entrar e sair do meu rabo com vontade até que ele gozou lá dentro do meu cu.

Falou pra eu ir pro quarto pois estava quase na hora de acordar, eu fui, e claro, não dormi, fiquei lá deitada, sentindo aquele liquido no escorrendo pra fora do meu cu e aquele gosto de porra na minha boca. A tarde naquele dia teve mais uma trepada mas essa história é pra outro dia.

Veja outros contos picantes:

Provoquei o técnico da TV à cabo

Dei pro meu professor da faculdade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.