Menu fechado

Primo chupando a buceta da prima

Primo chupando a buceta da prima – Conto de incesto entre primos com um primo sortudo conseguindo chupar a buceta de sua prima gostosa e safada.

Meu nome é Cláudio, eu tenho 25 anos e vim aqui pra contar uma coisa que aconteceu comigo quando eu viajei pra outro estado pra passar um tempo na casa da minha prima. Minha mãe tinha uma casa na mesma cidade que ela e precisou ir lá pra arrumar uma documentação pra regularizar o aluguel e tudo o mais.

Essa prima nos acolheu muito bem e disse que poderíamos ficar o tempo que a gente quisesse. Ela parecia bem tranquila, trabalhava em casa, numa espécie de escritório que tinha nos fundos da casa. Eu nunca entrei lá, até porque não achava adequado e tudo o mais.

Teve um dia que a minha mãe precisou sair pra pagar uma documentação e disse pra eu ficar esperando na casa. Eu obedeci, fiquei vendo televisão e tudo o mais, até que eu escuto minha prima chamar. Me levantei e fui ver o que era. Quando cheguei, ela estava em cima de uma escada, usando saia, tentando trocar uma lâmpada.

Ela pediu pra eu segurar a escada e eu fui ajudar, todo envergonhado. Quando olhei pra cima, notei que ela estava sem calcinha. Minha prima terminou de arrumar a lâmpada e desceu os degraus, quase esbarrando a bunda na minha cara. Quando eu tô quase saindo de lá, ela me pergunta se eu gostei do que vi.

Primo chupando a buceta da prima

Primo chupando a buceta da prima

Fiquei em dúvida se ela ia brigar comigo ou falar outra coisa, mas só balancei a cabeça dizendo que sim. Ela deu um sorriso safado e me puxou pelo braço. Sentou na mesa e abriu as pernas enquanto puxava a saia pra cima, mandando eu chupar.

Não acreditei no que estava vendo, porque nunca imaginei que a minha prima gostosa ia pedir algo assim pra um cara como eu. Me abaixei ali e passei a língua bem por cima do grelinho, ela estava meio molhada. Depois, quando perdi a timidez, comecei a cair de boca mesmo.

Ela chamava meu nome alto e puxava meu cabelo. Fiquei com o pau duro quase na mesma hora. Depois de uns minutos chupando, ela gozou e ficou meio mole. Quando ia me propor outra coisa, o telefone tocou e cortou o clima, naquele dia precisei bater uma pra aliviar. Outro dia volto aqui para contar outras histórias que rolaram com ela, acreditem, aconteceu muito mais do que isso.

Veja outros contos de incesto abaixo:

Tia tirando a virgindade do sobrinho

Sobrinha batendo punheta para o titio

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *