Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Conto Erótico » Contos Eróticos Gay » Dando mais uma oportunidades ao seu Joaquim

Dando mais uma oportunidades ao seu Joaquim

Publicado em 10/04/2024 por Megalopta

Dando mais uma oportunidades ao seu Joaquim, porteiro do meu prédio socar no meu cuzinho.

Seu Joaquim, como relatei no conto anterior, intitulado:  “Dei o meu cuzinho para o porteiro do prédio” realizou os seus desejos de comer a minha bundinha, que ele desejava desde que eu iniciei a minha transição hormonal a alguns anos atrás, transição essa com permissão de minha mãe, minha amiga e confidente que me apoia com relação a minha homossexualidade, que me deixo com os peitinho como dois limões, uma cintura fina e sinuosa, bundinha durinha e empinada; mesmo sendo de maior idade, devido a minha baixa estatura, aparentava uma mulher com o corpo em formação.

Assim que completei a maior idade devido uma de suas investidas mais acerada, acabei prometendo que um dia eu cederia aos seus desejos do seu Joaquim, deixando ele se satisfazer no meu cuzinho em alguns dias atrás. Por volta das 10h, desta quinta-feira, no último dia 04 de Abriu do corrente ano; ele ao notar que a minha mãe saiu pelo portão eletrônico da garagem, conduzido o nosso carro para ir para o seu trabalho.

Pegou uma garrafa de ‘conhaque’ no bar que fica localizado a frente do nosso prédio, local onde os serviçais dos prédios vizinhos: porteiros, faxineiros e seguranças  se reúnem para tomar umas cervejas nos dias das suas folgas e subiu para o meu andar, tocando a campainha  na porta do meu apartamento; como ainda estava deitado lendo uns sites pornôs gays, completamente nu; me aproximei da porta e perguntei: que é?

Ele murmurando baixinho, disse: sou eu minha mulher, seu Joaquim!

Eu: o que você quer, minha mãe não está, (como se eu não soubesse)

Ele: eu sei meu viadinho, estou cheio de vontade de meter nessa bundinha de novo!

Eu: não, vai pra sua casa, seu Joaquim, sua esposa e conhecida da minha família a muito tempo,  isso não está certo homem!

Ele: se você não abrir a porta, eu vou tirar toda a minha roupa e começar a grita: abre aporta meu viadinho!

Neste momento abri a porta, deixando só a corrente com o pino de segurança, criando um espaço de uns 20cm entre a porta e o batente e murmurei: você está louco, os vizinhos iram ouvi e podem até chamar a polícia e você vai perder o seu emprego!

Ele; quero que os vizinhos, minha esposa e meu emprego vai para a puta que pariu!

Eu quero e comer esse cuzinho, não consigo tira você da minha cabeça, até quando estou metendo na minha mulher, eu lembro de você rebolando na minha pica e pedindo: soca no meu cu seu Joaquim assim, assim, que pica gostosa!

Eu: não você está bêbado, vai pra casa!

Ele: a é, passou a tirar a camiseta e a bermuda ficando pelado, com a pica dura; quando tentou gritar, eu pelo espaço na porta, tapei a sua boca com uma das minhas mãos e disse: fica calado seu louco!

Ele quase que suplicando, disse: Lu, deixa eu entrar?

Eu olhei para sua pica grossa, dura com uma chapeleta arredondada me fazendo sentir um  tesão enorme, disse: só se você prometer se comportar!

Ele: prometo!

Ele abaixou, apanhou as suas vestes e a garrafa de conhaque; eu abri a porta estando os dois pelados como viemos ao munda; eu apanhei as roupas de sua mão e disse: deixa eu levar para a Lucia que está na área de serviço lavando algumas roupas!

Ele: eu não sabia que ela estava trabalhando hoje, se eu soubesse espera ela sair!

Eu: fica calmo, ela tem boca e não fala e olhos e não vê!

Ao entregar, a roupa para ela, sorrindo disse: se você ouvir algumas coisa, não se incomoda que sou eu gozando na pica do seu Joaquim!

Ela: quem, o porteiro!

Eu: ele mesmo!

Ela: amiguinho, você não dispensando nem o caralho do porteiro!

Eu: amiga bunda de bixa, se o homem não comer, certamente as minhocas da terra comeram, caímos em uma gargalhada!

Ela: então vai lá amiga, goza por você e por mim!

Eu: se quiser participar da festinha e só aparecer na sala, eu não sou ciumento!

Ela: Lu, não faz isso, estou a uns três meses sem sentir uma pica na minha buceta!

Eu: então aparece, boba!

Ela: vou pensar!

Ao chegar na sala encontrei seu Joaquim, sentado no sofá, com dois copos sobre a mesinha de  centro  e disse: acho bom você colocar mais um copo porque talvez vamos ter companhia!

Ele: a Lucia, ela é um tesãozinho!

Eu: gostou da ideia, seu safado!

Ele: eu não esperava,  mas, gostei muito da ideia meu viadinho!

Eu me ajoelhei entre as suas pernas, segurei  sua pica, arregaçando a chapeleta olhei para ele, e indaguei: você sabia que se ficasse perto de sua pica, eu não ia resistir, não é seu safado?

Ele seguro meus cabelos cheios e cacheados, e pediu: chupa minha mulher, chupa, chupa!

Eu passei a língua na cavidade entre o corpo da pica e da sua chapeleta e sorrindo, disse: você meteu na buceta da dona Maria e não tomou banho, seu porco!

Ele sorrindo disse: soquei naquele buceta pensando em você, é mais do que justo que limpe com essa boquinha,  forçando a minha cabeça de encontro aquele caralho, me fazendo engolir e degustar aquele sebinho que estava alojado no espaço entre o corpo da sua pica e a chapeleta como se fosse iguaria.

Neste momento ele passou a deda o meu cu, quando Lucia, entrou na sala nu subir no sofá com se posicionando o corpo do seu Joaquim entre as suas pernas, com a sua buceta colada na cara dele e disse: chupa seu Joaquim, chupa,  chupa minha buceta, porteiro gostoso!

Ele forçava a minha cabeça me fazendo engasgar com sua chapeleta batendo no fundo da minha garganta, em quanto Lúcia forçava a cabeça dele de encontro a sua buceta e afirmando: só vou soltar quando você soltar a cabeça do Lu, assim, chupa seu filho da pura, chupa, chupa!

Dando mais uma oportunidades ao seu Joaquim

Dando mais uma oportunidades ao seu Joaquim

Eu olhando para cima quando seu Joaquim soltava a minha cabeça com sua pica enterrada em minha boca para respirar via um filete de porra escorrer pelas pernas da Lúcia, e ela gemendo: hmmmm, hummmm, isso seu Joaquim bebe minha porta, huuuuuu, huuuuu!

Até que ele encheu a minha boca de leite quente de pica, huuuuuu, huuuuuu, engole minha putinha: huuuuuu, huuuuu!

A Lúcia desceu de cima dele e nos dois passamos a chupa e limpar aquele caralho grosso da chapeleta redonda como um cogumelo até o saco engolindo o cada gota que encontrávamos na pica, no pentelho e no saco do porteiro.

Até que sua pica voltou a criar vida ficando dura como uma tora de madeira e a Lúcia, disse: sobe Lu!

Eu subi no sofá, ficando no lugar que antes ela estava, ela segurou a pica do seu Joaquim, eu abri as minhas nádegas com as duas mãos sentei sobre a chapeleta e fui deixando aquela tora invadir o meu cu, sentindo aquela sensação de dor com aquela coisa me adentrando, me levando a gemendo de dor e prazer: aaaaiiiiiii, hummmmmm, que pica gostosa seu Joaquim!

Aaaaaiiiiiii, aaaaiiiii, hummmm, hummmm, hummmmm! Até que eu senti seus pentelhos entra em contato com o rego  da minha bunda e o meu cuzinho, disse: huuuuuuu huuuuuuu, está tudo dentro meu gostoso!

Aaaaaiiiiiiii, assim, assim, passando a subi e desce com o cu naquela pica maravilhosa que deixando com o meu cu ardendo como se estivesse em brasa; que era segurado pela Lucia que dizia: isso seu Joaquim soca no cu deste viadinho, deixa o cu desta bixa arrombado; veja, ele esta subindo e descendo com o cu na sua pica seu Joaquim!

Que visão lindo seu pirocudo!

Foi nesta hora que comecei a gemer: aaaaiiiiiii meu cu, hummmm, hummmm estou todo ardido Lucia, vou gozar seu Joaquim, huuuuuuuu, huuuuuuuu, estou gozando assim, assim! Hummmmm, vai enche o meu cu de porra também meu gostoso, vai, enche, enche,(passando cavalgar como uma puta louca na quela trazoba, grossa, dura com a chapeleta batendo no fundo das minhas entranhas) Vai meu gaúcho, meu macho, goza, goza, está ardendo muito, aaaaiiiiiiii, aaaaaiiiiiiiiii meu cu!

Foi quando ele passou a gritar: ENTÃO TOMA LEITE DA MINHA PICA SUA BIXA! HUUUUUUU, HUUUUUU! Eu passei a apertar a seu caralho com o cu; em quanto Lucia deitou por baixo das minhas nádegas,  com o saco do seu Joaquim ficando próximo a sua boca, passando a chupar o saco do seu Joaquim como uma bezerra mama na teta de uma vaca.

Até que ele passou a murmura: isso suas putas, morde a minha pica com esse cuzinho, Lucia chupa meu saco, huuuuuuuu, assim, assim. Até ele expelir os últimos jato do leite quente da sua pica nas minhas entranhas.

Ele passou a ficar com o corpo todo relaxado sentado sobre o sofá, com a ecabeça recostada sobre o encosto de cabeça, ofegando com a pica a meia bomba, murmurou: puta que pariu, vocês duas são muito gostosas! Lucia ajoelhou entre as pernas dele, e começou a beija a sua pica, e disse: eu também quero essa pica na minha buceta, vem Lu, me ajuda a reviver essa pica, vem, vem amiga!

Eu e Lucia passamos a dividi aquele caralho com as nossas boca que voltou a ficar dura, Lucia ficou de joelhos e de quatro sobre o sofá, eu retribuído a parceria da Lucia, abri a buceta da minha amiga e com uma estocada seu Joaquim enterrou até a meio daquele caralho grosso e cheio de artéria, fazendo Lucia, murmurar: que pica gostosa seu Joquim, isso soca na minha buceta!

Ele como um louco, socava como um cavalo soca em uma égua, em quanto eu dedava o cu dela e afirmando estou preparando esse cuzinho para a pica do nosso macho, Lucia!

Ela: isso me alarga, quero gozar com essa pica toda dentro das minhas entranhas, minha amiga; dois dedos, hmmmm que gostoso, amiga!

Vai enterra mais um, vai, vai, isso três dedos! Assim amiga, quando chegar no fundo dá um sem-giro nos dedos para me alargar!, Isso, hummmmm gostoso!

Eu tirei a pica da buceta da Lucia, apontei a chapeleta no cuzinho dela e disse: enterra Joaquim, enterra no cu desta putinha!

Ele segurou as ancas dela e deu uma socada rompendo os  esfíncter externo e interno, levando ela a gritar: AAAAIIIIIIIII MEU CU! CARALHO QUE DOR ENORME SEU JOAQUIM!

HUUUUUU, HUUUUUU! TIRA, TIRA, HUMMMMM, HUMMMMM ESTÁ ARDENDO MUITO HOMEM!

Ele com um bom comedor de cu, deu aquela parada e disse calma Lucia a dor já vai passar, calma, calma!

Eu segurando e acariciando sua cabeça e os seus cabelos longos e negros da Lucia, disse: isso, vai relaxa o cuzinho, relaxa, relaxa, assim, assim amiga!

Ela começou a rebolar lentamente na pica do seu Joaquim, pedindo, vai enterra, enterra mais, isso, gostoso!

Ele passou a aumentar a velocidade e a profundidade das estocadas, até ele trazer a chapeleta a portinha do cu e voltando a enterrar ao fundo de uma vez só, fazendo ela gritar: AAAAIIIIIIII VOCÊ ESTÁ ME ARROMBANDO SEU JOAQUIM!

Ele com um endemoniado socava cada vez mais fundo e mais forte, gritando: TOMA SUA PUTA, VOU ABRIR VOCÊ AO MEIO SUA PIRANHA!

Ela: então soca seu filho da puta, quero ver você fazer o meu cu sangrar e vira uma buceta!

Soca, soca seu puto, seu gostoso!

Ele: vou gozar, Lu! Huuuuuuuu, huuuuuuuu, enchendo o cu da Lucia de porra.

Eu e Lucia, levamos ele para o banheiro da suíte da minha mãe, dando um banho de gato, chupando ele dos pés a cabeças ele se vestiu e voltou para o bar, que os seus amigos passaram a ovaciona-lo e disse: comeu o cuzinho do viadinho, em seu Joaquim!

Fala pra gente, como é, ele chora na pica!

Ele é apertadinho, seu Joaquim!

Seu Joaquim com toda sua experiência, disse: não sei o que vocês estão falando!

Olhando para a janela do meu apartamento, onde eu e Lucia observava a bagunça dele e dos seus amigos!

3333 views

Contos Eróticos Relacionados:

Meu amigo comeu minha esposa

Eu e minha mulher temos o hábito de andar bem à vontade pela casa, até por que agora moramos sozinhos, o que nos permite essa privacidade, temos uma vida bem rotineira, acordar, tomar banho, se...

LER ESTE CONTO

A primeira vez que fiz dupla penetração

Você vai pirar com esse conto louco que tem tudo sobre a primeira vez que fiz dupla penetração. Me chamo Lorena, sou uma jovem de 19 aninhos e há uns 2 meses atrás eu tive uma experiência...

LER ESTE CONTO

Exibicionismo com o namorado no posto de gasolina

...Ele entrou no posto, parou em frente a bomba e abaixou o vidro, na mesma hora em que o frentista estava vindo ele se virou para o vidro e eu levantei minha saia deixando minha buceta que estava encharcada toda a mostra, mas como eu tinha levantado ela anteriormente, parecia que e minha saia era curta e que eu não estava fazendo aquilo de propósito, Ideal! Era isso que eu queria.

VER

Lésbicas no banheiro da balada

Me chamo Talita, tenho 19 anos, esse conto erótico aconteceu de verdade e eu vou intitular ele de "lésbicas no banheiro da balada". Como vocês já devem imaginar, eu sou lésbica! Fato é que...

LER ESTE CONTO

4 - Comentário(s)

  • Megalopta 04/06/2024 12:13

    Paulo, cadê você, você passou a ser o meu sonho de consumo, meu gostoso!

  • Megalopta 29/05/2024 12:04

    Paulo, eu quero sentir meter fundo e forte nas minhas entranhas, meu coroa.

  • Megalopta 14/05/2024 18:14

    Paulo já estou com o cu piscando, vamos marcar?

  • Paulo 23/04/2024 09:48

    Eu tenho 70 anos e adoraria comer você tbm. Eu quero vc de frango assado com o meu pau todinho dentro de você só pra eu chupar gostoso os seus dois limãozinhos ok?adoro. Sou de São Paulo. [email protected]

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 3 + 5 = ?

ContoErotico.Blog - O Seu Site de Contos Eróticos 

Aqui no Blog Conto Erótico, nós trazemos todos os tipos de contos eróticos para alegrar e animar o seu dia. Nossos contos eróticos são enviados por nossos leitores e colocados aqui para excitar a todos. Sempre postamos contos eróticos com fotos, pois sabemos que isso deixa a história mais real e fácil de ser imaginada. Histórias porno, contos picantes, contos de sexo, fábulas eróticas, não importa qual o nome você dê, nós traremos tudo que você precisa para se divertir.

Todos os nomes dos contos eróticos são alterados por nossa equipe para preservar a identidade de todos, e todos os personagens que participam de nossas histórias eróticas são maiores de 18 anos.

Contos Eróticos Com Fotos

Todos os nossos contos tem pelo menos uma foto, pois sabemos que ler um conto erótico com foto é bem melhor do que só ler uma história solta, sem nenhuma imagem para ilustrar. As fotos dos nossos contos são meramente ilustrativas, são retiradas da própria internet, de sites pornográficos que divulgam essas imagens de forma gratuita.

Caso alguma imagem dos nossos contos eróticos com fotos pertença a você e você quer que seja removida, basta entrar em contato e enviar o link do conto que faremos a substituição. Algumas imagens também são enviadas pelos próprios autores dos contos.

Caso você precise entrar em contato conosco, basta usar a nossa página de contato.

Para enviar contos eróticos para serem publicados em nosso site, vá até a página "Enviar Seu Conto Erótico" e escreva sua história que postaremos aqui.

Buceta - Xvideos - Video de Sexo - Filme Porno - Porno Brasileiro - Bucetas - Zoofilia - Porno - Xvideos PutinhasMulheres Peitudas - Porno Nacional - Porno Español - Acompanhantes Campinas - Pornozao - Acompanhantes RJ - XXX - Porno Gratis - Contos Eróticos - Sexo Gay - Dog Porn - Sexo Com Animales - Contos Eróticos Incesto - Relatos Calientes - Porno Buceta - Ursos Pelados - Pornolandia - Cnnamador - Xvideo - Xvideos Porno - X videos - Corno Blog - Pornô - Xvideos Pornos - Mega Filmes - Putaria Telegram - Xvideos Onlyfans

Contos Eróticos

© 2024 - Conto Erótico - ThePornDude