Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Conto Erótico » Contos de Sexo » Aluna e professor se chupando loucamente

Aluna e professor se chupando loucamente

Publicado em 05/10/2023 por Isabella

Oi pessoal, tudo bem?! Me chamo Isabela, tenho 23 anos, 1.63, 54 quilos, pele bem clara, cabelo loiro escuro com luzes, olhos verdes. Tenho formação universitária, prefiro não falar em que área trabalho, mas exatamente por causa da minha área de atuação profissional resolvi procurar um outro curso para enriquecer mais o meu conhecimento num determinado setor que me interessava. Me matriculei na faculdade que oferecia o curso e fui para a primeira aula. Seriam três dias na semana.

Tiveazz contato com várias pessoas, logo de cara fiz umas amizades bem legais, mas eu não esperava pelo que iria acontecer. Era o segundo dia, as duas últimas aulas. O professor da matéria que eu mais estava ansiosa para aprender finalmente entrou na sala. Eu estava quieta sentada no meu lugar, notei que a sala toda se agitou, as meninas da sala cochichando, trocando olhares, soltando risinhos asanhados… Alguns rapazes esperavam o professor já na porta e o cumprimentaram com respeito e admiração e pareciam tirar algumas dúvidas. Todos eram só sorriso e euforia. Então eu o vi… lindo… num terno cinza escuro de corte impecável… extremamente elegante… aquele sorriso… Ele era alto, moreno claro, cabelos castanhos, corte baixo aproximadamente 1,80. Professor Marcelo tinha um corpo bonito, braços fortes com músculos que apareciam mesmo por debaixo daquele terno. Senti o coração parar no peito, e o calor por entre as minhas pernas, e então pensei: Meu Deus, que homem!!! Naquele momento eu sabia que seria dele.

Durante a aula trocamos olhares. Eu estava sentada na primeira fila e percebi que assim como eu não conseguia tirar os olhos dele, ele também não conseguia disfarçar seu interesse por mim. Os dias foram se seguindo, nós fomos nos aproximando e ele sempre muito gentil, atencioso comigo, o olhar sempre procurando o meu quando o restante da classe estava distraído. Eu confesso que nem dormia mais direito. Contava os dias para vê-lo. Desejava aquele homem com toda a minha força. Ia pra aula cheia de tesão. Através das meninas da sala fui descobrindo aos poucos alguns detalhes da vida do meu amado professor. Ele tinha 38 anos, era solteirão convicto, faixa preta em jiu-jitsu, o filho mais velho de uma família rica e tradicional de São Paulo.

Aproximadamente 1 mês depois, ele teve a idéia de selecionar um grupo de alunos ali da nossa turma para auxiliá-lo em seu escritório. Além de dar aulas, ele também prestava assessoria na área e dava palestras pelo país. Prontamente ele sugeriu o meu nome para fazer parte desse grupo, é claro. E lá estava eu no dia seguinte em seu escritório pronta para ser comida, quer dizer, para ajudar nas tarefas dadas por sua equipe. Rsrs.

Meu professor gato, não só era gostoso pra caramba, mas também era um dos caras mais legais, inteligentes e generosos que já conheci. E me dava mais tesão ainda ver a admiração que todos a volta tinham por ele. E as mulheres é óbvio, surtavam. Eu não podia nem achar ruim, pois não havia como não desejar aquele homem!
Eu ia para o escritório apenas dois dias na semana, esse era o combinado, ou às vezes nem isso conseguia, pois sofria para conciliar o meu trabalho, o curso da faculdade etc. Mas depois de fazermos as tarefas, como já era finzinho da tarde, Marcelo muitas vezes convidava a gente pra terminar o dia num barzinho que havia ali perto. A galera adorava, pois a comida era boa e tinha música ao vivo, sem falar na melhor parte – a conta quem pagava era o professor! Rsrs. Eu adorava esses momentos, pois era quando nós nos aproximavámos mais. A gente conversava, ria, bebia um pouco, e ele deixava de lado o professor e então passava a ser só o Marcelo, o meu Marcelo. A gente já não conseguia mais disfarçar. O clima estava sempre no ar. Todos à nossa volta já haviam notado e até botavam lenha na fogueira.

Duas vezes ele me levou até em casa depois do “happy hour”. Na primeira vez eu estava “alegre” pela bebida e na hora da despedida em vez de beijar o rosto, dei logo um beijo na boca. Ele levou um susto, ficou todo sem graça, mas com um sorriso enorme de satisfação. Então na segunda noite em que ele foi me deixar em casa, novamente eu o beijei. Porém dessa vez o beijo foi mais demorado e o clima esquentou muito rápido. Nós parecíamos dois adolescentes querendo nos pegar ali mesmo dentro do carro.

Foi aí que eu criei coragem e propus:

– Quer subir?!

Ele nem pensou. Com a voz rouca de desejo respondeu – É tudo o que eu quero!

Aqueles olhos… Meu Deus… o jeito como ele me olhava… séria e profundamente… eu tremia só de imaginar o que estava prestes a acontecer.

Subimos para o meu apartamento que ficava no quinto andar. Foram os cinco andares mais longos da minha vida. Dentro do elevador havia uma senhora que havia apertado o botão do oitavo andar. Assim que entramos ela nos deu um sorriso simpático, e pelo brilho nos olhinhos pude notar que ela me considerava uma mulher de sorte. Eu era mesmo! Ele passou o braço por trás das minhas costas, me segurando pela cintura. Dava para ouvir a tensão naquele elevador. Nossa respiração estava trêmula, eu sentia o calor dele e o cheiro do seu perfume maravilhoso e rezava para aguentar… Só para me fazer sofrer mais, ele acariciava minha cintura com os dedos… era demais pra mim!!! Meu Deus… eu estava com muito tesão!!! Louca pra dar para aquele homem!!! Eu sentia minha buceta pulsando, latejando, chegava já a doer!! Eu estava toda molhada.

Já dentro do apartamento, mal fechamos a porta, começamos a nos agarrar feito dois desesperados. Nos beijávamos como se quiséssemos literalmente nos comer. A boca daquele homem era deliciosa demais, a língua… e eu mal podia esperar para experimentar o resto. Ele arrancou o terno, a gravata, jogava tudo pelos ares. Eu ia ao mesmo tempo tirando as minhas roupas. Fiquei de calcinha e sutiã bem na frente dele. Como já esperava que algo poderia rolar naquela noite caprichei na lingerie: um conjunto de renda branco, sutiã meia taça e calcinha fio dental. Sempre tímida e cheia de insegurança com o meu corpo, naquele momento nada me importava. Eu só queria que ele me comesse.

Ele então ficou paralisado me olhando e disse:

-Meu Deus Isa, como você é linda! Você é tão perfeita. Eu quero você todinha, agora!

Nos agarramos novamente. Ele beijava meu pescoço, minha boca, estava enlouquecido de tesão. Apertava minha bunda com desejo e colava seu corpo ao meu. Então eu sentia aquele pau duro, grande, roçando a minha buceta por cima da calcinha!!! No desespero arranquei sua camisa e vi os botões voarem pelo ar. Ele me deitou na cama com cuidado, e sem tirar os olhos de mim, abriu o cinto e tirou a calça. Eu estava lá deitada, com os braços estendidos, admirando a cena. Marcelo era um homem lindo, tinha o corpo forte, musculoso, com certeza esculpido por muita musculação e horas de treino no tatame. Em pensamento, eu só agradecia!!! Rsrs. Ainda de cueca, ele fez menção de vir logo para a cama, quando então eu o detevi. Estiquei uma das pernas, apoiei o pé em seu peito e com um olhar cheio de tesão olhei para a região encoberta pela cueca e falei:

– Tira!!!

Aluna e professor se chupando loucamente

Aluna e professor se chupando loucamente

Minha gente, juro que pensei que aquele homem fosse explodir! Os olhos dele se encheram de um fogo… mas de um fogo… que senti até um frio na barriga naquela hora! E pensei – “Agora nem Deus me salva”, rsrs.

Ele tirou a cueca. Um pau enorme saltou para fora. Era grande de um jeito que eu não estava acostumada. Bem maior que o pau do meu ex-namorado, que até então era o único pau que eu havia visto na vida. Era grande, grosso, rosado. Era um pau lindo, se isso é coisa que se diga! Rsrs!! Mais uma surpresa boa, Marcelo tinha o hábito de se depilar. Um pau grande, grosso, rosado e lisinho!!! Um sonho, pronto pra ser devorado! Me sentei na beirada da cama e sem hesitar peguei aquele pau nas minhas mãos e comecei a chupá-lo com toda a minha vontade, mas bem devagar… com uma mão eu apertava a bunda de Marcelo (que por sinal era linda) e com a outra eu segurava o pau e chupava. Chupava gostoso, deixando bem babado… gemia baixinho. Enquanto isso ele apalpava meus peitos por cima do sutiã, segurava a minha cabeça e gemia… adoro homem que geme…!

Parei, olhei pra ele e fui tirando meu sutiã. Ele falou:

– Isso minha linda, tira… tira porque faz tempo que eu sonho em mamar nesses peitos lindos!!! Desde a primeira vez que te vi naquela sala de aula eu só pensava nisso!!!

Então ele veio por cima de mim na cama e começou a chupar os meus peitos apaixonadamente. E aquilo me deu muito tesão… muito mesmo! Ver aquele homem tão admirado, o professor tão desejado por todas aquelas mulheres do curso mamando nos meus peitos, gemendo, ali, tão suscetível, tão entregue, me deu um baita tesão. Ele era todo meu!
Mas meu serviço havia sido interrompido, lembram? Então eu o tirei de cima de mim jogando seu corpo para o lado, e me coloquei rapidamente por cima dessa vez.

– Caramba garota! Você andou treinando jiu-jitsu??? – ele falou rindo. Rimos juntos.

Então eu o beijei. Um beijo de língua… bem gostoso e molhado. Ele correspondia segurando minha cabeça com as mãos, enfiando sua língua por todos os espaços da minha boca… mordendo meus lábios… então, vagarosamente, eu mesma tirei minha calcinha (ele salivava vendo a cena), me virei e começamos um delicioso 69. Para a posição ficar mais gostosa, eu pedi para ele se sentar na cama apoiando as suas costas na cabeceira. Então eu fiquei de cócoras com minha bunda na cara dele e abaixada chupava gostoso seu pau. Eu amo essa posição pois sinto ainda mais prazer. Ele lambia e chupava enlouquecidamente a minha buceta e eu chupava aquele pau gostoso e melado dele. Eu podia ouvir os sons dele, se lambuzando no meu gozo, quase se afogando no meu tesão. Gemendo feito uma criança, desesperado ele falava:

– Ai que delícia! Que bucetona gostosa você tem meu amor!! Eu vou chupar você todinha sua cadela, sua puta!!!

Louca de tesão vendo meu professor perder a compostura, eu gemia mais… e mais… chupava o pau cheia de vontade, lambia a cabecinha, babava, engolia as bolas e gemia… um gemido que já parecia mais um choro agoniado… porque sim, o tesão já era insuportável àquela altura!!! A idéia de estar ali, com aquele homem, completamente perdidos, naquela situação, naquela posição, nos chupando desesperadamente, era muito excitante! E ele seguia dizendo:

– Ai que buceta gostosa!!! Que delícia!!!

E pedia:

– Vai… balança essa bundona pra mim… balança vai… que bundão gostoso!!!

E voltava a chupar minha buceta. Chupava com tanta vontade que chegava a estalar… e ouvir isso me excitava muito.
Então comecei um movimento de sobe e desce com a bunda… bem na cara dele… ai.. que delícia… Meu Deus… ele chupava minha buceta, metia a língua lá dentro, bem fundo!!!

– Aiiiii!!!!

Eu gemia…

Ele lambia… eu adoro lambidas na buceta… fico doida! E ele parecia adivinhar exatamente como eu gostava.
Pedi:

– Vai meu cachorrinho!!! Lambe a sua cadelinha, lambe!!!! Lambe a minha bucetinha, lambe, vai!!! Aiiiii…. ai que gostoso…

Depois de lamber muito a minha buceta, então acho que ele decidiu que era a hora dele. Se levantou da cama, parou em pé na beirada e falou:

– Vira de costas. Pensei: Ahhh… finalmente!! (Rsrs!!! Eu amo dar de quatro!!! Minha posição preferida!) Fiquei de costas pra ele, com os joelhos na beira da cama… ele abriu minhas pernas, pôs uma das mãos nas minhas costas:

– Abaixa bem!
Encostei meu queixo no lençol da cama, relaxei e empinei o rabão para o ar. Senti minha buceta pulsar… que sensação deliciosa!!! Ele gemeu… passou a mão… já estava toda melada… então ele caiu de boca e chupou tudo!!!! Chupou e chupou… deliciosamente!!!!
– Aiiiii… aiiiii… eu gemia e me contorsia toda!
Então ele se preparou … e foi enfiando devagar aquele pau gostoso todinho dentro de mim!!!

– Aiiii…

Ele começou devagar… um vai e vem mais lento… o espelho na parede em frente à cama refletia a nossa imagem… tesão nas alturas!!! Então ele começou a ir mais rápido, mais forte! Eu sentia seu pau batendo lá no fundo!!! E gemia:

– Aiiii… que pau gostoso!! Que delícia… vai mais rápido… assim vai… aiiii…assim… ai que gostoso…

Ele enfiava o pau num vai e vem delicioso, e com as mãos por baixo de mim apertava meus peitos, massageava, com os dedos apertava os biquinhos… e dizia:

-Ai que delíciaaaa!!! Seus peitos são tão gostosos Isa!!

Percebi que ele tinha fissura por peitos. Modéstia a parte os meus são bem bonitos mesmo. Branquinhos com as auréulas grandes e rosadas. (Iguais aos de uma moça que vi pintada num quadro clássico certa vez, não me lembro o nome) No passado me incomodavam um pouco, achava grandes demais, não gostava porque notava que chamavam a atenção dos meninos, e eu era tímida. Mas quando comecei a namorar, meu namorado era louco por eles! Vivia dizendo como eles eram lindos, passava praticamente a transa toda grudado neles mamando incansavelmente. Então vi que podia ser uma beleza e não um defeito.
Mas voltando ao Marcelo, ele também era fissurado em peitos. Então aproveitando o espelho em frente à cama, pedi para que ele me comesse mais rápido:

– Vai mais rápido… assim… isso…

Ele então começou um vai e vem mais rápido… batendo o saco na minha buceta daquele jeito gostoso, sabe?!! E então meus peitos balançavam… e balançavam… a imagem refletindo no espelho. Ele olhava aquilo e enfiava o pau cada vez mais rápido… louco de tesão vendo meus peitos balançando no ar…

– Aiii Marcelo!!! Vai … me come vai… enfia tudo vai… aaiiiii …

Ele grunhia… gemia…

– Ai que tesão!!! Aiii … sua gostosa… cadela!!! Sua puta!!!!

Então eu não resisti mais:

– Ai, come meu cuzinho, come!!! Ai Marcelo, come!!!!

E ele: – Pede por favor. Vai vagabunda!!! Pede pra eu comer o seu cuzinho… pede com jeitinho que eu como.

Eu já chorando de tesão:

– Aiii… come meu cuzinho, por favor, come, vai!! Vai Marcelo!!! Por favor, come meu cuzinho!!!

E ele fez a minha vontade.

(Continua)

3703 views

Contos Eróticos Relacionados:

Mais uma experiência de exibicionismo na praia

Mais uma experiência de exibicionismo na praia - Esse é nosso segundo relato sobre exibicionismo, recomendo que leiam o primeiro ( Nossa primeira experiência de exibicionismo ) para ficar por...

LER ESTE CONTO

Tarde Inesquecível

Pensa num dia chato,vespera de natal. Qdo vc pensa que nada poderia mudar ,vc recebe uma mensagem assim: Oi linda ,que esta fazendo? Nada de bom e vc? Estou de folga ,quer da uma volta de...

LER ESTE CONTO

Com as mãos machucadas acabei comendo a enfermeira

- Lava devagar tia, meu saco ta doendo muito! -Vamos fazer o seguinte, eu vou dar uma ajudinha pra você, não precisa ficar com vergonha, vai ficar entre a gente tá! Eu sei que você ta com vergonha, mas na sua idade é normal, e você precisa soltar o que tem aí dentro pra não fazer mal pra sua saúde tá bom!

VER

Minha esposa japa e meu amigo

Minha esposa japa e meu amigo - Sou o Diogo casado a 8 anos com uma mestiça ,sempre tive vontade de ter uma relação aberta. Sempre quis ver minha esposa transando com outro homem. Um dia...

LER ESTE CONTO

1 - Comentário(s)

  • Jovem_pegador 05/10/2023 20:37

    Que aluna mais safada e vadia, se entregou bem gostoso para esse professor em, quero ler esse fodendo seu cuzinho logo, vai estourar suas pregas. Nota 10

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 2 + 3 = ?

ContoErotico.Blog - O Seu Site de Contos Eróticos 

Aqui no Blog Conto Erótico, nós trazemos todos os tipos de contos eróticos para alegrar e animar o seu dia. Nossos contos eróticos são enviados por nossos leitores e colocados aqui para excitar a todos. Sempre postamos contos eróticos com fotos, pois sabemos que isso deixa a história mais real e fácil de ser imaginada. Histórias porno, contos picantes, contos de sexo, fábulas eróticas, não importa qual o nome você dê, nós traremos tudo que você precisa para se divertir.

Todos os nomes dos contos eróticos são alterados por nossa equipe para preservar a identidade de todos, e todos os personagens que participam de nossas histórias eróticas são maiores de 18 anos.

Contos Eróticos Com Fotos

Todos os nossos contos tem pelo menos uma foto, pois sabemos que ler um conto erótico com foto é bem melhor do que só ler uma história solta, sem nenhuma imagem para ilustrar. As fotos dos nossos contos são meramente ilustrativas, são retiradas da própria internet, de sites pornográficos que divulgam essas imagens de forma gratuita.

Caso alguma imagem dos nossos contos eróticos com fotos pertença a você e você quer que seja removida, basta entrar em contato e enviar o link do conto que faremos a substituição. Algumas imagens também são enviadas pelos próprios autores dos contos.

Caso você precise entrar em contato conosco, basta usar a nossa página de contato.

Para enviar contos eróticos para serem publicados em nosso site, vá até a página "Enviar Seu Conto Erótico" e escreva sua história que postaremos aqui.

Buceta - Xvideos - Video de Sexo - Filme Porno - Porno Brasileiro - Bucetas - Zoofilia - Porno - Xvideos PutinhasMulheres Peitudas - Porno Nacional - Porno Español - Acompanhantes Campinas - Pornozao - Acompanhantes RJ - XXX - Porno Gratis - Contos Eróticos - Sexo Gay - Dog Porn - Sexo Com Animales - Contos Eróticos Incesto - Relatos Calientes - Porno Buceta - Ursos Pelados - Pornolandia - Cnnamador - Xvideo - Xvideos Porno - X videos - Corno Blog - Pornô - Xvideos Pornos - Mega Filmes - Putaria Telegram - Xvideos Onlyfans

Contos Eróticos

© 2024 - Conto Erótico - ThePornDude