Menu fechado

Dei pro meu amigo hétero

Meu nome é Carlos, eu sou gay e tenho 24 anos, hoje vou contar sobre o dia que dei pro meu amigo hétero. Minha família e  meus amigos já sabem da minha sexualidade, porque sou assumido.

Eu tenho um amigo, o Júlio, que se diz muito macho e que me acha muito esquisito pelo meu jeito, mas quando estamos a sós ele já me encoxou e tudo o mais. Então, essa historinha é só pra sair bem na fita perto dos nossos outros amigos.

Antes de ontem, eu recebi uma mensagem exatamente do Júlio, pedindo que eu fosse na casa dele pra dar uma olhada no computador, já que eu tenho alguns conhecimentos em informática e já fiz até um cursinho. Então disse que iria, mas ele falou que precisava ser à noite.

Resolvi tudo o que tinha para aquele dia e fui direto pra casa dele. Esperei na porta por uns cinco minutos e ele apareceu só de toalha. Já achei aquilo estranho e tudo o mais, principalmente porque não parecia ter mais ninguém na casa. Mesmo assim eu entrei.

Dei pro meu amigo hétero

Dei pro meu amigo hétero

Subi pro quarto dele, que ficava no primeiro andar e ele veio por trás. Já estava sentindo uns olhares esquisitos. Comecei a mexer no computador para ver qual era o problema, mas não tinha nada. Então o Júlio começou a ficar nervoso e abriu o jogo, me dizendo que só conseguia ter ereção com homens.

Questionei ele sobre as brincadeiras que fazia comigo e ele ficou ainda mais tímido. Depois, perguntou se eu podia ajudar ele e eu dei risada, porque nunca imaginei que alguém como o Júlio fosse me pedir algo assim. No final, acabei ficando com pena.

Ele disse que queria ser o ativo e pedi pra pegar um lubrificante. Começamos nos beijando na cama dele, no início foi super esquisito. Depois, as coisas foram começando a melhorar, principalmente quando senti o pau dele ficando duro. Virei com a bunda pra cima e esperei.

E não é que o Júlio leva jeito pra comer outro homem? Ele metia com muita vontade e ainda me masturbava. Só saí de lá quando estava todo meladinho. Ele me pediu pra não contar nada a ninguém e eu disse que só aceitava se marcássemos de novo. Enfim, amanhã já estou na casa dele de novo.

Veja abaixo outros contos eróticos gays:

Comendo o novinho safado

Sexo anal gay com meu namorado dotado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.