Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]

Por insistência

Publicado em 15/02/2024 por Amaro Santiago

POR INSISTÊNCIA

Sou leitor de contos eróticos a muitos anos, desde a época do FORUM de Ele&Ela. Os contos que me agradam são os de traição feminina, pular a cerca ou com o consentimento do marido, ou seja, contos de corno.

Sempre vivi em conflito interno, pois tinha o maior ciúme de minha esposa e sonhava com ela transando com outros homens, e pior, ficava super excitado quando acordava após um sonho desse. Minha mulher (Helen), a qual estou casado a quase 30 anos, tem 51 anos,aparentando bem menos, loira, um corpo muito atraente (sempre foi uma falsa magra) e um bumbum maravilhoso. Posso dizer que os anos foram bons pra ela. Temos duas filhas 26 e 24, ambas casadas, ou seja, estamos sozinhos novamente. Bem, vamos aos fatos.

Como já disse, desde o inicio dos anos 90 (10 anos de casados) eu comecei a ter tesão ao imaginar minha esposa com outro homem, porém não tinha coragem de expor minha fantasia e que carreguei por muitos anos. Minha esposa tinha consciência que eu lia com certa freqüência os contos eróticos e volta e meia, ela me pedia para contar uma estorinha para dar mais tesão e com o tempo, isto virou rotina. Como os contos por mim relatados eram basicamente de cornos ou de homens bem dotados, não demorou muito para ela perguntar se eu tinha uma fantasia como a dos contos que eu relatava e acabei confessando. Acho que foi uma surpresa para ela.

Depois de exposto minha fantasia (isto em 2001), de fazer sexo a três (com outro homem), ou mesmo, só ela com a pessoa escolhida já me daria o maior prazer. Só de saber que ela estaria transando, já me deixaria alucinado de tesão. Mas, ela não aceitava as minhas investidas e sempre me dizia que um dia, quem sabe, ela poderia, mais que por enquanto ela não tem coragem e nem queria.

Sabendo que ela não aceitaria, passei a reformular minha estratégia de persuasão. Passei a me corresponder com supostos pretendentes e caso encontrasse uma pessoa interessante, eu apresentaria a minha esposa como um amigo e a partir daí, quem sabe! Porém, as pessoas que iniciava um contato via internet quase sempre eram pessoas que não estaria no mesmo nível, usando linguajar promiscuo de mais e isto, tranquilamente não iria dar certo!

Já estava desistindo da realização da minha fantasia quando apareceu uma oportunidade. Em 2009, tive um pequeno contratempo e precisei de ajuda advocatícia e assim conheci o Dr. Alberto, um advogado de 48/49 anos, divorciado, mulato e muito, muito prestativo. Com o tempo, acabei fazendo amizade e era comum, combinarmos umas cervejinhas. Numa dessas saídas, encontrei uma ex funcionária de minha empresa que veio me cumprimentar e apresentei o Dr. Alberto. Depois que ela se foi, percebi a olhada que ele deu em seu traseiro (que era realmente bonito), e perguntei se ele gostou. Ele ficou meio sem graça e disse que a moça realmente era muito bem aperfeiçoada…..rsrsrs. Com essa deixa, questionei porque ele ainda era solteiro. Ele me disse que foi casado por dois anos (isto à 20 anos), mas que devido a um pequeno problema, ela o deixou. Confesso que sou curioso demais, mas não tive coragem de perguntar.

Continuamos nossa birita, quando ele voltou ao assunto:

____ Sabe Carlos (nome fictício), tem muitos homens que sonham ter um membro avantajado, mas no fundo, eles nem sonham com a dor de cabeça que isto trás!

Fiquei olhando para ele sem entender nada, quando ele continuou. Minha esposa me deixou porque não conseguia fazer sexo comigo e quando insistia, eu a machucava muito.

Achei que ele estava brincando e acho que esbocei um sorriso. Como ele não aparentava estar brincando, apenas perguntei se era tão grande assim!!!! Ele disse que nem tanto, mas era grosso demais, o que afugentava as mulheres.

Percebi que isto o incomodava e mudei de assunto.

Mais tarde em casa, fiquei pensando em tudo que aconteceu e me vinha a cabeça a fantasia que sempre tive. Ver a esposa com outro homem e além de tudo, bem calibrado, era uma realização dupla. Mas como fazer? Primeiramente, convencer minha esposa, em segundo, se era tão grosso como ele dizia, será que seria uma boa idéia?

No final de 2009, fiz uma festa num sitio (festa de final de ano – churrasco) para os colaboradores da minha empresa (pequeno porte) e convidei o Alberto para se juntar a nós e completar o time (casados x solteiros) e também, por ser uma pessoa que irradia alegria por onde passava. No meio de muitos barrigudinhos, lá estava o Alberto até que bem sarado, destoando dos demais. Passamos um dia maravilhoso.

A noite, já em casa, minha esposa comentou que o Alberto fez sucesso com as mulheres no sitio. Aproveitei e perguntei que ele também fez sucesso com ela. Nunca pensei ouvir o que ouvi. Um sonoro “…e como!!!!”.

Nesta hora, bateu um ciúme imenso, mas ao mesmo tempo, fez ressurgir o tesão em sentir que a possibilidade de realizar minha fantasia. O tesão tomou conta de meu corpo, mas não podia naquela hora demonstrar a minha excitação, pois poderia prejudicar minhas intenções.

No dia seguinte, na hora do rala e rola, comentei com minha esposa que tinha sonhado que ela me traiu com o Dr. Alberto e que acordei de pau duro. Ela sorriu e disse que se um dia ela fosse para a cama com alguém, este alguém poderia ser ele, sim!!

Nossa, quase gozei só de ouvir isto. Passei a assediar minha esposa para tal situação e ela sempre dizendo que não tem coragem, que é tímida e que me ama demais para me trair. Por mais que eu dissesse que, quando o parceiro sabe, não é considerado traição, mas ela não concorda com isso. Como botei na cabeça que iria realizar esta fantasia, criei coragem e fui gradativamente, conversando com o Alberto, até que um dia, depois de algumas cervejas e tomado por uma fantasia secular, entrei no assunto de sexo e para ver a sua reação, inventei uma estória que tinha uma fantasia de traçar uma mulher casada na presença do marido e perguntei se ele também tinha uma. Ele brincando, disse que sendo mulher, já era uma fantasia e tanto e deu uma risada….. Aproveitei o clima e perguntei se ele não gostaria de realizar uma fantasia dessa. Achei que ele já sabia aonde queria chegar. Então resolvi me abrir e disse que tinha esta fantasia mesmo, porém, só que o inverso. Ele perguntou meio cismado:

_____Como assim!!!!

Eu disse que tinha fantasia de ver minha esposa com outro homem na cama, mas que tinha que ser uma pessoa confiável, respeitosa e que ao mesmo tempo, agradasse a minha esposa. Percebi sua respiração ofegante e meio sem jeito, ele me perguntou se minha esposa tinha a mesma fantasia. Disse que não, mas que ela sabia de minhas intenções. E fui direto ao assunto.

____Você gostaria de ser esta pessoa?

Ele respondeu no ato que adoraria, mas que tinha aquele problema e que poderia não dar certo. Eu simplesmente falei para não se preocupar que ela iria adorar. Nossa, minha fantasia seria completa (se minha esposa aceitasse). Falei que iria preparar o terreno e que ele ira tê-la nos braços em breve.

Helen, que me conhece a muito tempo, percebeu meu entusiasmo e perguntou se aconteceu alguma coisa. Falei que depois falaria pra ela. Não via a hora de fazer amor com ela e falar sobre o ocorrido. A noite, estava com tanto tesão que chegava a tremer e minha esposa percebeu o grau de excitação em que me encontrava. Acabei confessando que conversei com o Alberto e que ele ficou todo entusiasmado. Ela não acreditou no começo, mas depois que teve a certeza que era verdade, ficou “P” da vida comigo e que não teria coragem de olhar mais para o Dr. Alberto. Falou muito e virou para o outro lado e fingiu dormir.

Por insistência

Por insistência

Eu também fiquei puto com o ocorrido e como ela não me procurava mais, eu também fazia o mesmo. Depois de umas 2 semanas, ela veio me perguntar se eu estava saindo com outra mulher, pois nunca tinha ficado tanto tempo sem sexo. Falei que estava sem tesão e ela me perguntou se eu não pensava nela. Isto foi a deixa para uma foda maravilhosa e depois do sexo, ela me disse que se eu realmente queria realizar a fantasia ela topava, mas tinha que ser do jeito dela. Perguntei como seria, ela disse que gostaria de ir a um motel só com o seu “amante”, sem a minha presença, pois não se sentiria confortável, aliás, a situação já seria desconfortável.

Concordei na hora e disse que o que eu mais queria era saber que minha amada esposinha estava gozando muito em outra rola!!! Fizemos sexo mais uma vez e dormimos exaustos.

Falei para o Alberto que minha esposa aceitou sair, porém, comentei as suas exigências. Como ela queria ir num motel bem longe de onde moramos (medo que algum conhecido possa vê-la e reconhecê-la), então sugeri passarmos o final de semana na praia (Santos – SP) e eu ficaria num outro quarto. E assim foi feito.

Chegamos por volta das 15 horas no hotel e perguntei ao recepcionista se o Dr. Alberto já havia chegado. Tendo a confirmação e o numero do quarto, procurei me hospedar no quarto ao lado. Depois de trocarmos de roupa, telefonei para o Alberto e chamei para darmos uma volta pela praia (minha esposa não quis ir). Andamos e conversarmos bastante sobre a noite e as minhas preocupações, pois tinha ficado combinado que os dois iriam sair (sem a minha presença) para jantar e que passariam a noite juntos. Fui tranqüilizado pelo Alberto dizendo que só faria o que ela concordasse e estivesse realmente afim. Ele passa muita credibilidade e respeito e acho que de certa forma, não via a hora de acontecer……..

No quarto, vendo minha esposa se arrumar e colocar uma lingerie nova, mostrando aquele bundão que sempre amei, fiquei louco e fiz menção em agarrá-la no qual fui contido, me dizendo que hoje ela seria todinha de seu amante.

Ao vê-la sair, bateu o ciúme. Mas o tesão era maior ainda. Depois de tantos anos, finalmente iria realizar minha fantasia. Nesta hora lembrei que não havia comentado sobre o tamanho da ferramenta que ela iria enfrentar. Talvez se eu contasse, ela poderia voltar atrás. Continuei em silêncio e me despedi, dando boa noite a ela.

Não conseguia dormir, tive que bater uma punheta para me relaxar, mas continuava de pau duro. As horas iam passando e nada dela aparecer. Duas, três horas da manhã e nada. Acho que depois disso eu adormeci. Por volta da 8 horas (ela ainda não tinha chegado) e já estava ficando preocupado, desci para tomar café da manhã e perguntei se o meu amigo estava no quarto. Tendo a confirmação, fiquei mais tranqüilo, mas não menos ansioso. Fui tomar café. Ao retornar para o quarto, minha vontade era de bater na porta deles, mas não tive coragem.

As 11 horas, minha esposa aparece no quarto dizendo estar com uma dor de cabeça enorme, pois bebeu além da conta (ela bebe muito pouco). Fechamos a conta e retornamos para S.Paulo. Minha esposa sabia da minha ansiedade em saber os detalhes, mas fazia jogo duro. Depois da minha insistência ela sorriu (acho que a dor de cabeça já estava cedendo) e resolveu contar desde o inicio.

Iniciou dizendo que sempre ouviu dizer que homens negros eram bem dotados mas não imaginava que era tanto. Perguntei se era grande a ferramenta dele e ela disse que, não, era enorme. E continuou, “ foi muito difícil, que a sensação era que iria ser rasgada no meio tamanha a dor que senti”.

Quando fui perguntar outra coisa, ela disse que iria contar os detalhes:

“Fomos jantar aqui perto e o Alberto pediu vinho. Como estava um pouco tensa, acabei bebendo um pouco para me acalmar. Depois fomos dar uma caminhada pelo calçadão. Ele tentou me abraçar no caminho, mas não me sentia bem, ali, exposta, então ele sugeriu que fossemos para o hotel. Ele é muito amável e já estava até com vontade de dar para ele, mas quando ele tirou a roupa, não pude acreditar no que estava vendo. O tamanho de seu “pinto”. Percebendo o meu espanto, ele tentou me acalmar dizendo que eu saberia o limite. É lógico que eu não sabia, aceitei tudo. Fui desvirginada novamente”.

Perguntei se foi só dor ou ela se sentiu algum prazer. Disse que ele soube fazer bem as preliminares e que ela já estava super excitada e praticamente implorou para ser comida, mas era muito grosso! Foi muito difícil.

“Depois que ele conseguiu colocar tudo e a dor foi diminuindo, tentei agradar o meu amante que até aquela hora, só havia reclamado da dor e acabei gozando junto com ele. Quando ele tirou de mim aquela coisa, pude perceber um pouco de sangue em minha vagina”.

Nesta hora fiquei chateado comigo, eu sabia de tudo isso e deixei que acontecesse. Quando fui pedir desculpas pela situação que eu a coloquei, ela me confortou dizendo que não se arrepende de nada e que conseguiu gozar pela segunda vez na mesma noite.

Nossa, pra mim foi uma surpresa, pois da forma como ela estava contando e depois dizendo teve mais uma foda e sinal que gostou.

Chegando em casa, estava de pau duro e queria possuí-la de qualquer jeito. Ela olhou para mim e disse que quebraria o meu galho mas que não tinha condições de mais nada naquele dia. Olhei a sua vagina e estava muito inchada. O cara era mesmo um animal. Enquanto olhada o estrago, ela virou pra mim e disse: “como é que é, você não vai beijar minha buceta pra pedir desculpas para ela”. Fiquei meio sem jeito e ela voltou a “pedir ” que eu beijasse sua buceta.

Tratei minha esposa como uma rainha a semana toda para me desculpar pelo ocorrido. Já o Alberto, sabia que ele estaria fora a semana toda e por isso não entrei em contato. Na sexta-feira, minha esposa me disse que o Alberto ligou e que ela o convidou para jantar em nossa casa. Fiquei sem saber o que minha esposa queria realmente! E simplesmente concordei (até porquê, ela já tinha convidado).

Alberto chegou por volta das 20 horas, me cumprimentou e deu um beijinho quase que na boca de minha esposa. Confesso que fiquei puto, mas não disse nada. Depois do jantar, minha esposa foi arrumar a cozinha e ficamos conversando na sala e perguntei sobre a noite dos dois e ele me disse que foi a melhor noite de toda sua vida. Fiquei com aquela ar de “corno”, mas ao mesmo tempo, meu pau deu sinal de vida.

Quando minha esposa chegou na sala, disse que queria conversar com nós dois e por isso, marcou este encontro. Fiquei numa expectativa muito grande, pois durante a semana toda, ela não mencionou mais nada e por isso mesmo, achei que ela estaria puta comigo.

Ela começou dizendo que nunca gostou da idéia de sair com outro homem e que só saiu para agradar ao marido que tanto ama e que a muito queria sentir a dor de ser corno (Não gostei muito da forma como ela falou, mas era verdade!!!!) e que no fundo, ela foi a maior premiada de tudo isso, pois conheceu uma pessoa maravilhosa, foi pra cama com ela e o melhor, o marido tem prazer nisso, por isso, ela queria dar um presente para o marido. Nesta hora fiquei paralisado. Ela continuou: “Hoje, vou trepar na minha cama e de porta aberta para que vc (eu) veja a sua esposinha sendo possuída pelo seu amante”.

Ela já tinha combinado tudo com o Alberto e não pude fazer nada a não ser ver de perto e a cor, o PRETO NA BRANCA.

Como temos filhas e netos e vez ou outra, eles aparecem em casa, combinamos de fazermos sexo na casa do Alberto.

Minha esposa já está adaptada a ferramenta de nosso amigo e ela goza, goza muito. Todos os sábados temos um compromisso. E que compromisso!

Homens que tem vontade de ver suas esposas transarem com outros homens. Vão em frente, depois que elas sedem (no inicio é toda contrária, mas é tipo), elas adoram a sacanagem….

Liberem suas esposas……

Amaro

2705 views

Contos Eróticos Relacionados:

O namorado da sobrinha me espetou a carne

O namorado da sobrinha me espetou a carne - Esse conto erótico é a continuação desse ( Dei o rabo para o namorado da sobrinha ), para entender melhor, recomendamos que leiam ele primeiro. Quando...

LER ESTE CONTO

Pegos no Flagra

Pegos no Flagra - Eu estava estudando para o vestibular e quase não saia de casa. Sexualmente, estava bem devagar. Sérgio estava Na Marinha e quase não aparecia. Fazia quase dois anos que ele...

LER ESTE CONTO

Eu e o tio coroa da minha amiga

...Resolvi então aproveitar, aquele coroa era muito bonito e estava me deixando excitada, passei os braços em volta do seu pescoço e comecei a alisar seus cabelos grisalhos e sedosos, senti seu volume crescer mais de encontro ao meu corpo, passei a esfregar minha bucetinha no seu pau, ele falou: - Isso tesudinha, mexe assim, vamos delícia...

VER

Comi o cu da minha vizinha de 18 aninhos

Hoje vou contar como foi que comi o cu da minha vizinha de 18 aninhos, uma gata safada do jeito que eu gosto e fico louco só de ver. Espero que apreciem e gostem deste conto erótico real. Me...

LER ESTE CONTO

5 - Comentário(s)

  • ROGERSP 26/05/2024 00:49

    JÁ SAI COM ALGUNS CASAIS ... AS ESPOSAS PIRAM COM DOIS ... GOZAM FEITO LOUCAS ... CADAIS DE SP/CAPITAL , QUE QUISEREM UM PAU AMIGO ... rogerio1123@ yahoo.com.br

  • Elson 15/03/2024 02:00

    Eu gosto muito de ler tudo sobre o mundo liberal, acho muito interessante, eu gostaria de fazer amizade com um casal experiente no assunto, pra me aprofundar nos detalhes, meu zap, 96 98415****, por favor só respondo se for casal realmente com experiência no assunto, eu tenho 59 anos, sou casado.

  • Esposo suelen 11/03/2024 07:47

    Ola sou esposo suelen e a anos tenho desejo extremo de ver minha esposa sendo possuida por outro macho esse desejo é incontrolavel somos casados a 30 anos e talvez seja o motivo do meu desejo é que quando eramos noivos soube que ela tinha trepado com um amigo nosso varias vezes e ate hoje conhecemos ele mas com poucos contatos. Tb soube por intermedio de uma amiga dela que a suelen ja havia trepado com mais de 20 machos antes de casarmos. Nao sei se é por isso que a uns 10 anos venho com esse desejo de ser corno. Enfim quem quizer bater papo e falarmos do assunto corno feliz me escreva ok. Abraços

  • Misterioso lx55 23/02/2024 14:01

    Tambem adoraria ver minha esposa num pau desses mas ela nao quer

  • Marcelo 17/02/2024 15:59

    Olá sou de São Paulo e busco esposa liberada ou casal que o marido busca um amigo para sua esposa, quero ser fixo dela, terá massagem tântrica e muito prazer. Sou discreto, onde a descrição, o sigilo e o respeito deve prevalecer sempre. Estou deixando meu contato, para que possamos conversar e nos conhecermos, mesmo que não aconteça nada será um prazer ter novos amigos. 1199145**** – Marcelo

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 1 + 4 = ?

ContoErotico.Blog - O Seu Site de Contos Eróticos 

Aqui no Blog Conto Erótico, nós trazemos todos os tipos de contos eróticos para alegrar e animar o seu dia. Nossos contos eróticos são enviados por nossos leitores e colocados aqui para excitar a todos. Sempre postamos contos eróticos com fotos, pois sabemos que isso deixa a história mais real e fácil de ser imaginada. Histórias porno, contos picantes, contos de sexo, fábulas eróticas, não importa qual o nome você dê, nós traremos tudo que você precisa para se divertir.

Todos os nomes dos contos eróticos são alterados por nossa equipe para preservar a identidade de todos, e todos os personagens que participam de nossas histórias eróticas são maiores de 18 anos.

Contos Eróticos Com Fotos

Todos os nossos contos tem pelo menos uma foto, pois sabemos que ler um conto erótico com foto é bem melhor do que só ler uma história solta, sem nenhuma imagem para ilustrar. As fotos dos nossos contos são meramente ilustrativas, são retiradas da própria internet, de sites pornográficos que divulgam essas imagens de forma gratuita.

Caso alguma imagem dos nossos contos eróticos com fotos pertença a você e você quer que seja removida, basta entrar em contato e enviar o link do conto que faremos a substituição. Algumas imagens também são enviadas pelos próprios autores dos contos.

Caso você precise entrar em contato conosco, basta usar a nossa página de contato.

Para enviar contos eróticos para serem publicados em nosso site, vá até a página "Enviar Seu Conto Erótico" e escreva sua história que postaremos aqui.

Buceta - Xvideos - Video de Sexo - Filme Porno - Porno Brasileiro - Bucetas - Zoofilia - Porno - Xvideos PutinhasMulheres Peitudas - Porno Nacional - Porno Español - Acompanhantes Campinas - Pornozao - Acompanhantes RJ - XXX - Porno Gratis - Contos Eróticos - Sexo Gay - Dog Porn - Sexo Com Animales - Contos Eróticos Incesto - Relatos Calientes - Porno Buceta - Ursos Pelados - Pornolandia - Cnnamador - Xvideo - Xvideos Porno - X videos - Corno Blog - Pornô - Xvideos Pornos - Mega Filmes - Putaria Telegram - Xvideos Onlyfans

Contos Eróticos

© 2024 - Conto Erótico - ThePornDude