Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Conto Erótico » Contos Eróticos Gay » Sendo testada para participar do meu 1º filmes pornô – 1ª parte

Sendo testada para participar do meu 1º filmes pornô – 1ª parte

Publicado em 10/07/2024 por Megalopta

Euzinha sendo testada na pica do negão para participar do meu 1º filmes porno – 1ª parte.

O que vou reletar aconteceu nesta segunda-feira, (17.06.2024) como estava um color terrível eu resolvi descer a Região Serrana e pegar uma praia na cidade do Rio, como eu sempre soube que próximo as pedras junto ao “Museu de Arte Moderna no bairro Flamengo, Zona Sul” é um point de gays e travestis; eu vesti o micro shortinho “Empina Bumbum de Laycra Forrado” na côr branco, que ficou totalmente enterrado na minha bunda, deixando amostra as minhas bompinhas; cobrindo meu fio dental da mesma côr que realçava com meu bronzeado.

Um minusculo cropped ricok couture transparente confeccionado de tela arrastão, modelo LGBT Moda Gay, também na côr branca deixando sair entres as fendas do arrastão os biquinhos dos meu peitinhos; chamei um Uber com um condutor (gostoso) moreno de olhos verdes, de uns 30 anos, 1.80 de altura, forte com uma pica de uns 20cm, grossa e com uma chapeleta arrendondada; que ao me ver com minha vesti concluiu que se tratava de mais uma passageiro, viadinho; me convidou para sentar no banco do carrona ao seu lado e me fez descer a serra chupando a sua pica até chegar no pé da serra, recebendo algumas esguichadas de porra na minha minha boca, (devido não ter tomado a minha primeira refeição do dia, engoli como se fosse o meu desjejum matinal) deixando sua pica limpinha.

Sabendo que na orla da Praia do Flamengo, Zona Sul do Rio de Janeiro próximo as pedras que ficam localizadas junto ao Monumento Nacional aos Mortos da Segunda Guerra Mundial em um pequena faixa de áreia; é um poit de travesti e gays que na sua maioria trabalham na noite carioca em clubes e boates e tiram a segunda como o dia de folga, para por o brozeado a fofoca em dia.

Assim que eu cheguei pedi ao dono do quiosque, seu Pedro que já me conhecia, pedindo: seu Pedro, bom dia, por favor um quarda sol e uma mesa, (que veio acompanhada de quatro cadeiras) ele como sempre muito solicito, disse: é pra já, como vai a nossa serra!

Eu: na mesma, não temos os poits que vocês tem aqui, passando a tirar as minhas vesti, ficando com meu fio dental e a parte superior do meu biquine. (sendo surpreendido ao receber uma salva de palma dos ocupantes das mesas do local, me fazendo entrar na brincadeira elevando as mãos e os braços sobre a cabeça de dando um giro de 360º empinando a bunda e rebolando) passando a estender a minha toalha na área de deitando sobre ela com abundinha para cima.

Proximo ao meu guarda sol, tinha um outro ocupado por duas travestis com uns 35 a 40 anos de idades, acompanhado de dois lindo e gostosos bofes na casa dos 26 a 28 anos, que passaram a analisar meu corpo e comentando algo entre eles; foi quando uma das travesti se próximou com um copo com uma dose de whiske com duas pedras de gelos, me oferecendo: aceita, segiu a convesa abaixo:

Eu: hmmm, uma dose de Whiske cai bem com esse calor!

Ela: posso sentar ao seu lado?

Eu: claro, (me ajeitando, dando um espaço para que ela se ajeitar sobre a toalha)

Ela: Nona, você tem um corpinho lindo, parece um mocinha, qual o seu nome?

Eu: Luiz, Lu, para os íntimos!

Ela: Lu, você é de maior idade?

Eu: sou, entrei nesta faixa etária no mês passado!

Ela: tem um corpinho mignon, que não aparenta!

Eu: mais porque esse interece pela minha idade?

Ela: bom vou esplicar, eu sou proprietária de uma produtor de filmes gays para adultos que são muito apreciados nos países do Oriente Medio; acabei de receber um roteiro de filme cujo o papel da protagonista  parace que foi escrito para você!

Eu: para mim!

Ela: isso mesmo, é o papel de uma jovem que apresionada e estrupada ao sair de casa a caminha da escola em uma área rural, por um negão enorme com uma pica descomunal e você poderá ganhar um bom dinheiro, se aceitar interpletar o papel, com esse corpinho mignon, você é a atriz perfeita para o papel!

Eu: quando e onde seria as filmagens?

Ela: caso você aceite, viajamos amanhã para uma pousada na cidade de Cruzeiro no Vale do Paraíba, onde sera gravada as cenas!

Eu: quanto eu vou ganhar por esse trabalho?

Ela: R$ 1 Mil reais por dia!

Eu; quantos dias?

Ela: entre viagens, preparativo para filmagens em si e descanso, uma semana!

Eu: tenho que levar o que?

Ela: só o cu e disposição para receber uma pica descomunal, passamos a gargalhar; ha, ha, ha!

Eu quem é o meu parceiro de filmagem, ela espera ai, foi até o guarda sol onde ela estava com seus amigos e retornando com a foto que apanhou em uma bolça de praia, (foto desta postagem).

Eu ao ver a foto, disse: puta que pariu que negão gostoso, que pica maravilhosa!

Ela: olha bem o tamanho e a grossura da pica deste macho, para aquentar essa anaconda tem que ter cu, depois que chegarmos em na cidade de Cruzeiro, não tem como você desistir, vai ter que suportar essa trozoba toda no seu cuzinho, mona!

Eu: Qual o seu nome, amiga?

Ela: pode me chamar de Susy!

Eu: Susy, não se preocupa eu sou especialista em picão, nem que eu fique todo arrombado, eu quero essa choriço todo no meu cu, passamos mais uma vez a gargalhar: ha, ha, ha!

Após acertamos os demais detalhes, como horários e local de embarque em uma Van da produtora, às 12 horas do dia seguinte nas proximidades da Rodoviária Novo Rio, a caminho do nosso destino; entrando e sentando no ultima fileira onde estava o negão que seria o meu par nas cenas, que iremos chama-lo de Robertão.

Foi quando Susy que sentava no banco da frente ao lado condutor, (seu bofe que estava presente na praia no dia anterior) virou para trás e perguntou: foi difícil para sua mãe permitir sua vinda?

Sendo testada para participar do meu 1º filmes pornô - 1ª parte

Sendo testada para participar do meu 1º filmes pornô – 1ª parte

Eu: contei uma pequena mentirinha, falando que iria para a casa do pai do namorado de uma amiga que eu já tive um caso, que ela conhece, facilitou as coisas!

Ela: esse ao seu lado é o Robertão!

Eu: eu sei!

Ele: você me conhece?

Eu: por foto!

Ele: que foto!

Eu sorrindo, disse: nu!

Ele: á, entendi, gostou?

Eu: muito!

Ele: não vai desistir na hora “h”?

Eu: sorrindo e olhando no seus olhos, disse: não sou viado de desistir, meu amor!

Ele: então vamos nos dar muito bem!

Eu olhando para o volume da sua  pica sob a bermuda de malha chimba, disse: tenho certeza que sim!

Ele pegou a minha mão e colocou dentro de sua bermuda, me fazendo empunhar e apolpar aquela pica, grossa e preta na minha mãozinho fina e macia, com as unhas pintada em um tom rosado, fazendo ele passar a gemer baixinho: Hmmmm, hmmmm, assim meu viadinho aperta a minha pica hmmmm, hmmmm!

Eu murmurei: Robertão, que pica grossa, minha mão não consegue contornar ela toda devido a grossura!

A Susy se voltou para o nosso lado e disse: estou vendo que que vocês já estão se entendendo; todos na Van passaram a gargalhar: Ha, ha, ha, ha! Ela apanhou uma câmera fotógrafica e passou a tirar várias fotos da cena.

Ele colocou uma das suas mãos na minha cabeça forçando para baixo e disse: deita essa cabecinha no meu colo, deita meu viadinho!

Eu atendi ao seu pedido, passando a roçar minha cara no volume da sua pica sob a sua bermuda de tecido fino, sentindo o volume da sua trozopa dura, passando abocanhar, sentido a grossura dela na minha boca sob o tecido, murmurando mais uma vez: negão a sua pica é maravilhosa.

Ele falou baixinho então, chupa; chupa a pica do seu negão!

Eu desci sua bermuda até o seu pé, deixando ele sentado, pelado da cintura para baixo, passei a beijar seus pentelhos, seu saco passando a colocar um bago por vez na boca, levando ele a gemer: hmmm, hmmm você é profissa no boquete, viadinho!

Como a Van havia cido preparada para transporta os profissionis e alguns materiais de filmagem, contendo dois bancos de quatro lugares e um individual cola junto as janelas do lado oposto a porta de entrada e saída voltados e os maiores onde eu e o negão ocupavamos um e quatro profissionais ocupavam outro, um de frenta para o outro; ao abrir os meus olhos ao saborea a pica gostasa do negão, notei os rapazes que estavam sentados nos bancos na nossa frente, estavam com os olhos vidrados, assitindo o meu desempenho, cada um punhetando as suas picas de tamanhos e grossuras divercificadas; passei a punhetar a pica preta do Rabertão com a boca, quando chegava na chapeleta, gira minha boca em torno da circunferência, fazento ele murmurar: Hmmmm, hmmmm que boquete gostoso é essa!

Robertão passou a tira o meu shortinho, me deixando com a bundinha nua e voltada para cima, levando os cinco rapazes  a se aproximar, punhetando suas picas com as suas respirações ofegantes, comendo a minha bunda com seus olhares de tarados.

Até que o negão arreganhou o rego da minha bunda com as duas mãos, me levando a empinar a bunda; tendo o meu cu invadido por um rodizio de dedos, me levando a gemer: huuuuu, huuuuu, meninos! Assim pretara o meu cu, para a pica deste negão!

Aaaiiiiii, aaaiiiiii, assim me arreganha, aaaiiiiii, aaaiiiii que dorzinha gostosa!

Robertão,  me levantou, me colocando em seu colo, me fazendo ficar  de pernas abertas com seu corpo entre elas, passando a linguar meu cu,  com os meus peitinhos voltada para os rapazes, eu me agachei passando a direcionando a chapeleta da pica do meu negão para o meu cu e fui sentado lentamente; sentido cada centímetros abrir caminho nas minhas entranhas; me fazendo mais uma vez murmurar: aaaiiiiiii, huuuuuu, sua pica é essa; me arrenhando todo meu negão, aaaaiiiiii, aaaiiiiii, está ardendo muito meu gostoso, aaaiiiii, aaaiiiii!

Vem meninos, trás essas picas que eu quero chupar!

Ele fizeram um semicírculo em volta de mim, eu passei a reverzar punhetando e chupando enquanto  eles revezavam com a boca, me mordendo e chupando: meu auvido, minha boca e meus peitinhos, até que um deles Susy posso gozar na cara deste viadinho?!

Ela que a tudo assistia, olhou para mim, me levando a fazer um gesto de afirmativo com a cabeça; ela respodeu: pode, quero ver esse viadinho se banhar com a porra de vocês!

Outro: espera que eu também vou!

Outro vamos gozar juntos!

Eu abria boca, recebendo duas picas que passaram a socar me levando entre a estocada, emitir  ruidos de engasgos: Glup, glup. glup, recebendo umas cinco ou seis esguichadas de porra no fundo da garganta e os outros três rapazes, gozaram na minha cara e nos meus peitinhos me lambuzando todo de porra!

Me fazendo subir e descer com o cu na pica do negão, murmurando,assim, assim, meninos gaza, gaza; aaaiiiiii negão estou todo doido, vai goza também, vai, goza, goza!

Robertão murmurou também: estou gozando no seu cu meu viadinho huuuu, huuuuu, huuuuuuu! toma minha porra sua bixa; me levando a gozar sem tocar no meu pirusinho de 6cm e murmurando: Huuuuuu, huuuuuuu, huuuuuuu apertando e mordendo com o meu cu aquela anaconda preta dura.

Como um bom viado, passei a chupar uma pica de cada vez até deixar a seis limpinhas; levando Susy a pater palmas e disse: muito bom , Lu!

Você é perfeito para essa profissão, sua puta. você fode porque gosta, amiga; vai ganhar muito dinheiro neste ramo com o fogo que você tem neste cu!

Ao chegar no casarão da fazenda onde cada um recebeu a chave de um quarto; quando me viu apanhar a minha chave, o Rbertão, disse: fica no meu quarto, as camas aqui é de casal!

Eu dei um beijo na sua boca e disse: acho melhor não, quero tomar um banho, dá um trato no meu cu, porque você e esses meninos acabaram com ele!

Susy disse: deixa Robertão, amanhã esse cu vai ser teu o dia enteiro!

Após a Susy anunciar: o lanche é às 17 horas e o jantar é as 20 horas, não trazem; cada um foi para o seu quarto.

Mais narrativas no próximo conto.

655 views

Contos Eróticos Relacionados:

Formatura

OLÁ, CAROS LEITORES!! SOU NOVA NO SITE, POIS O SITE EM QUE ESCREVIA, INFELIZMENTE TERMINOU. APESAR DISSO, JÁ FAZ ALGUM TEMPO QUE NÃO ESCREVO NADA .... POIS COMO MEUS RELATOS SÃO, PRATICAMENTE,...

LER ESTE CONTO

O dia de comer a branquinha do bairro Quatinga em Mogi

Chegou o dia de comer a branquinha do bairro Quatinga em Mogi, confesso que parecia que isso nunca iria acontecer com a gente. Essa Bruxinha Branca vivia de querer fazer jogo de mulher difícil...

LER ESTE CONTO

Minha mulher me traiu e amei assistir sem ela ver

Minha mulher me traiu e amei assistir sem ela ver - Precisei ficar alguns meses na cidade de … por causa da empresa. Minha mulher estava desgostosa comigo, pois não tinha prazo para voltarmos para...

LER ESTE CONTO

O primeiro ménage com minha namorada e um moreno em alto mar ( verídico)

Olá meus caros leitores, estou aqui para mais um conto, só que dessa vez é verídico, enfim, sou Klaus, 42 anos, branco, 1.68 alt., forte, bonito e pau não tão grande porem gostoso. Alice, 36...

LER ESTE CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 5 + 3 = ?

ContoErotico.Blog - O Seu Site de Contos Eróticos 

Aqui no Blog Conto Erótico, nós trazemos todos os tipos de contos eróticos para alegrar e animar o seu dia. Nossos contos eróticos são enviados por nossos leitores e colocados aqui para excitar a todos. Sempre postamos contos eróticos com fotos, pois sabemos que isso deixa a história mais real e fácil de ser imaginada. Histórias porno, contos picantes, contos de sexo, fábulas eróticas, não importa qual o nome você dê, nós traremos tudo que você precisa para se divertir.

Todos os nomes dos contos eróticos são alterados por nossa equipe para preservar a identidade de todos, e todos os personagens que participam de nossas histórias eróticas são maiores de 18 anos.

Contos Eróticos Com Fotos

Todos os nossos contos tem pelo menos uma foto, pois sabemos que ler um conto erótico com foto é bem melhor do que só ler uma história solta, sem nenhuma imagem para ilustrar. As fotos dos nossos contos são meramente ilustrativas, são retiradas da própria internet, de sites pornográficos que divulgam essas imagens de forma gratuita.

Caso alguma imagem dos nossos contos eróticos com fotos pertença a você e você quer que seja removida, basta entrar em contato e enviar o link do conto que faremos a substituição. Algumas imagens também são enviadas pelos próprios autores dos contos.

Caso você precise entrar em contato conosco, basta usar a nossa página de contato.

Para enviar contos eróticos para serem publicados em nosso site, vá até a página "Enviar Seu Conto Erótico" e escreva sua história que postaremos aqui.

Buceta - Xvideos - Video de Sexo - Filme Porno - Porno Brasileiro - Zoofilia - Porno - Xvideos PutinhasMulheres Peitudas - Porno Nacional - Porno Argentino - Acompanhantes Campinas - Pornozao - Acompanhantes RJ - Porno Gratis - Contos Eróticos - Sexo Gay - Dog Porn - Sexo Com Animales - Contos Eróticos Incesto - Relatos Calientes - Porno Buceta - Ursos Pelados - Pornolandia - Cnnamador - Xvideo - Xvideos Porno - X videos - Corno Blog - Mega Filmes - Putaria Telegram - Xvideos Onlyfans - Homem Pelado

Contos Eróticos

© 2024 - Conto Erótico - ThePornDude