Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Conto Erótico » Contos de Sexo » Traindo viciando e tomando porra pela 1º vez

Traindo viciando e tomando porra pela 1º vez

Publicado em 20/10/2022 por Damma Safada

Traindo viciando e tomando porra pela 1º vez – Naquela noite, eu havia o traído pela primeira vez aquela tarde, tomei algumas cervejas, meu marido me acompanhou, mas me disse que eu estava diferente, distante, mal sabia ele que eu ainda pensava na tarde gostosa, ainda sentia o gosto da pica na minha boca, e me questionava o pq de não ter “metido”, “dado gostoso”, pois era o que eu mais queria ter feito… maldita consciência que não me deixou aproveitar, mas eu só pensava em encontrá-lo de novo e gozar…gozar muito naquela pica gostosa. Fazia uns 15 dias que eu não transava com meu marido, ele não me procurava e eu também não o procurava, havia deixado de ser bom, tinha ficado digamos “trivial”, eu não gosto de TRANSAR, gosto mesmo é de FUDER, ser uma putinha faminta na cama, embora até então eu não havia feito ainda sexo anal, e também nunca deixará que gozassem na minha boca, mas chupar e meter de tudo que é forma eu adorava. Depois de tomarmos umas cervejas, eu já meio tontinha, meu marido veio me beijar, queria fazer um sexo gostoso, e eu estava louca para dar, mas não para ele, veio me beijando, me alisando e eu dei uns dois beijos e disse que não, que estava com sono, e que estava cansada, me virei para o lado e fui dormir.

Acordei cedo e recebi uma SMS do Neto, na qual ele dizia que eu havia o deixado na mão, que teve que se masturbar pensando em mim de quatro, só de calcinha tomando pica. Respondi que tinha acordado pensando nele, e que estava arrependida de não ter transado efetivamente com ele, e que tinha acordado molhadinha de tesão por ele, me pediu uma foto da minha bucetinha e da calcinha molhada, eu disse que não e fui para o trabalho.

No trabalho eu só pensava em como havia sido burra, pq não tinha dado gostoso, e quando fui ao banheiro não aguentei e tirei uma fotinho só de calcinha, tirei onde aparecia a calcinha toda molhada, me masturbei de pé encostada na parede do banheiro, me acalmei um pouco, mas isto foi só até à hora em que recebi uma sms dele dizendo que não parava de pensar em mim, que estava louco para me ver de novo, eu enviei de volta perguntando se poderia ser HOJE (sexta-feira).

Demorou, mas recebi a resposta que hoje não daria, pois tinham agendado uma reunião na qual era imprescindível que ele participasse, fiquei decepcionada, pois teria que ficar sem por alguns dias, visto que no finde seria impossível, enviei um sms dizendo que era uma pena, que eu estava com muito … muito tesão, recebi a resposta na qual ele dizia que eu não gastasse meu tesão com meu corninho, enviei dizendo que não daria para ele, que iria aguentar até que pudéssemos nos ver, e que meu tesão era por ele, só por ele.

À tardinha já em casa, tomando um mate, meu marido chegou, queria dar uma saída, eu disse que topava ir a um barzinho. Chegamos no Cruz de Malta, sentamos e passados uns 15 minutos não é que ele entra acompanhado da esposa e de mais um casal de amigos, nossa…tremi, estava gostoso, e eu teria que me controlar muito, pois por infelicidade ou felicidade sentaram em uma mesa de frente para nossa.

Quando me viu notei que deu um sorriso, e que logo pediu licença e foi até o banheiro, eu queria ir até lá, pega-lo no banheiro mesmo, dar um amasso, pegar aquela pica na mão, mas achei meio arriscado, e recebi uma sms, fiquei curiosa, mas não poderia abrir na frente do meu marido, pois o mesmo já havia me perguntado o pq de eu estar tão inquieta, e foi neste momento que chegaram amigos do corninho, sentaram em nossa mesa, e eu disse que ia ao banheiro, fui ansiosa, ele já estava de volta à mesa, e no banheiro abri a mensagem (– Tu ta um tesão, que vontade de te chupar toda, de socar forte dentro de ti, Saudade).

Nossa li e estremeci, a calcinha molhou na hora, enviei sms dizendo que ele não imaginava o quanto minha calcinha estava molhada, mas voltei para a minha mesa e não me contive, enquanto meu corninho conversava eu bebia uma cerveja e encarava meu macho gostoso. Recebi outra sms, e resolvi ler, pois meu marido estava já meio bêbado e conversava animadamente (– vai no banheiro, tira e me entrega na mão), bem capaz que eu faria isto, mas quando ele se levantou e dirigiu-se ao banheiro, eu mais que depressa fui até o banheiro feminino, que fica ao lado do masculino, tirei a calcinha, e quando ia saindo com a minúscula peça na mão o encontrei na porta do banheiro masculino, o cumprimentei, dei dois beijos no rosto e entreguei a calcinha, fui para a minha mesa, mas vi que ele voltou ao banheiro e uns 2 minutos depois recebi sms( – toda melada, tive que cheirar e passei a língua). Fiquei louca com a sms, não aguentava SÓ ficar olhando, cheguei a pensar em pedir que fosse ao banheiro que eu ia fazer uma loucura, pegar ele no banheiro, mas havia muita gente ainda no barzinho, o jeito foi pedir para ir embora, tinha bebido então cheguei em casa e fui direto tirando a roupa, foi quando meu marido me olhou e disse:

Traindo viciando e tomando porra pela 1º vez

Traindo viciando e tomando porra pela 1º vez

Hum ta com tesão.

Perguntei pq?

– Saiu sem calcinha, vem aqui que te quero.

To cansada, não me deu bola, ficou conversando com os amigos.

Fui desconversado, e enquanto ele tomava a última fui deitar, acordei com ele me coxando, tava de pau duro, mas eu não queria, disse novamente que estava cansada, virou bravo para o lado e ainda ouvi dizer:

– Deve ta “dando” para outro.

Parece que até estava sabendo rsrs, passava dias, até mês sem me querer, e nos dois últimos dias me queria… louco…não quero.

Sábado acordei tarada, precisava dele, enviei uma sms dizendo que estava pensando nele, e perguntei quando ele devolveria minha calcinha. A resposta veio rápida, quero te ver hoje, tens tempo? Os que eu iria inventar meu marido em casa e iríamos almoçar na minha mãe. Respondi que não tinha como, embora desejasse muito, não recebi mais nenhuma sms. Bah, mas eu estava louco de vontade de pelo menos ver, e perguntei por sms se teria como nos vermos, mas que teria que ser uma meia hora no máximo, me respondeu apenas que horas e onde, falei que esperasse, pois eu teria que inventar algo para o maridinho.

Passava a tarde e eu bolando algo, procurando o que inventar, foi ai que falei que iria no Supermercado buscar umas coisas para o café, meu marido disse que iria junto, mas falei que precisava conversar com a minha mãe, que ela tinha algo sério para me contar, e iria aproveitar a ida ao Supermercado Nacional, relutou muito, mas peguei a mãe pela mão e fomos, quando chegamos no estacionamento, falei que ela entrasse, comprasse umas coisas para o café, e tive que contar, falei que iria me encontrar com o Neto, ela me disse que não ia compactuar, mas falei que ela sabia o que eu sentia por ele há dez anos, e se ela desejasse contar, que contasse, ela falava que eu nunca havia traído, tentei argumentar, até que ela disse que só iria fazer parte disso pq era com o Neto.

Tínhamos marcado de eu deixar o carro no estacionamento e me esperaria na rua de trás, e foi assim que fizemos, eu de vestidinho preto, e calcinha pequena e pretinha, minhas pernas tremiam, e creio que se tivesse sem calcinha o sumo estaria escorrendo pelas minhas pernas. Entrei no carro, e ele veio querendo me beijar, falei que ali não, que fosse para outro lugar, andou umas duas quadras e parou o carro, veio direto me beijando a boca, e colocando a mão nas minhas coxas, eu respondi e agarrei gostoso o pau dele por cima da calça, ele foi abrir o zíper, eu disse que ali não, me tocou e viu que eu estava louca de tesão, mas ligou o carro e saiu, parou em uma rua bem deserta, onde de um lado da rua não haviam casas, apenas um campo, e foi ai que enfiou de verdade a mão em mim, começou a me masturbar, deitou o meu banco e pediu que eu mostrasse a bucetinha, eu fiz, levantei o vestido e abaixei calcinha e mostrei minha bucetinha bem depiladinha, ele enlouqueceu, tirou o pau para fora e com uma mão no meu grelinho e com a outra se masturbando, que cena linda, eu avisei que assim iria gozar, e veio…veio o meu orgasmo, meu gozo, acho que gritei, e quando ele disse que logo também iria gozar eu peguei o pau, fiquei de quatro no banco e comecei a mamar gostoso, punhetiei, lambi e pedi porra, leitinho e ele me lembrou que iria gozar, e que eu não deixava gozar na minha boca, não dei bola, queria, acho que queria a porra toda na boca, queria sentir pela primeira vez na vida o gosto da porra, e nada melhor que ser de quem me tirou o cabaço, e senti o pau parece que encher, as veias saltarem e veio um jato de gozo na minha boca, nossa aquilo me enlouqueceu e comecei a mamar mais, queria sugar tudo, mas era muito…muito, tanto que encheu minha boca, escorreu pelo cantinho da boca, me limpou e passou a porra no bico do meu seio, engoli o leitinho e nos beijamos, eu disse que precisava ir embora, que minha mãe estava esperando, e que tínhamos que ter paciência e deixar para outro dia. Recompus-me, ele também e pedi para ir embora, antes de me deixar na rua de trás do Super, marcamos de nos encontrar na segunda-feira bem cedinho da tarde para que pudéssemos fazer tudinho, passou a mão na minha buceta, chupou os dedos e desci mais louca do que quando o encontrei.

Veja abaixo outros contos de sexo perfeitos:

Dei pro professor pra passar de ano

Lourinha gostosa dando pra três negros pauzudos

2914 views

Contos Eróticos Relacionados:

Farmacêutica Fogosa

Olá Sou Willians, Sou Negro 2,05mts de altura 40 anos, Empresário, vou contar minha história com uma farmacêutica fogosa que transei gostoso. Frequento sempre uma farmácia q a gerente é uma...

LER ESTE CONTO

Gruta Selvagem e ardente

Gruta Selvagem e ardente - Um amigo meu contou que sua cunhada recém-separada estava subindo pelas paredes já que não trepava há mais de ano e que residindo atualmente com ele e a esposa sofria...

LER ESTE CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 1 + 1 = ?

ContoErotico.Blog - O Seu Site de Contos Eróticos 

Aqui no Blog Conto Erótico, nós trazemos todos os tipos de contos eróticos para alegrar e animar o seu dia. Nossos contos eróticos são enviados por nossos leitores e colocados aqui para excitar a todos. Sempre postamos contos eróticos com fotos, pois sabemos que isso deixa a história mais real e fácil de ser imaginada. Histórias porno, contos picantes, contos de sexo, fábulas eróticas, não importa qual o nome você dê, nós traremos tudo que você precisa para se divertir.

Todos os nomes dos contos eróticos são alterados por nossa equipe para preservar a identidade de todos, e todos os personagens que participam de nossas histórias eróticas são maiores de 18 anos.

Contos Eróticos Com Fotos

Todos os nossos contos tem pelo menos uma foto, pois sabemos que ler um conto erótico com foto é bem melhor do que só ler uma história solta, sem nenhuma imagem para ilustrar. As fotos dos nossos contos são meramente ilustrativas, são retiradas da própria internet, de sites pornográficos que divulgam essas imagens de forma gratuita.

Caso alguma imagem dos nossos contos eróticos com fotos pertença a você e você quer que seja removida, basta entrar em contato e enviar o link do conto que faremos a substituição. Algumas imagens também são enviadas pelos próprios autores dos contos.

Caso você precise entrar em contato conosco, basta usar a nossa página de contato.

Para enviar contos eróticos para serem publicados em nosso site, vá até a página "Enviar Seu Conto Erótico" e escreva sua história que postaremos aqui.

Buceta - Xvideos - Video de Sexo - Filme Porno - Porno Brasileiro - Bucetas - Zoofilia - Porno - Videos Porno - Xvideos PutinhasMulheres Peitudas - Porno Nacional - Acompanhantes Campinas - Nacional Porno - Pornozao - Acompanhantes do RJ - XXX - Porno Gratis - Telegram Putaria - Acompanhantes Porto Alegre

Contos Eróticos

© 2023 - Conto Erótico - ThePornDude