Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Conto Erótico » Contos Eróticos Gay » Baile numa comunidade

Baile numa comunidade

Publicado em 14/11/2022 por Joel

Baile numa comunidade – Um grupinho de amigos me convidou para ir num baile numa comunidade, relutei em ir, tive medo mas terminei sendo convencido e fui. Uma sexta feira, chegamos no baile por voltas das 22 horas, cheguei a travar quando vi pessoas com armas, mas novamente fui convencido de que não tinha perigo, uma nuvem tomava conta do lugar, algumas cervejas depois e eu já estava bem soltinho, eu com 22 anos e me comportando como um adolescente, uma chuva fina começou a cair mas não foi suficiente de tirar nossa onda.

Enquanto dançávamos algumas encostadas eram dadas, foi quando começou um corre corre, eu corri sem saber para onde estava indo, escutei tiros neste momento tropecei e cai numa poça de lama, ainda no chão escutei um vem, sem pensar duas vezes fui uma porta se fechou assim que eu entrei, desabei numa crise de choro, foi quando fui abraçado, me senti seguro e ergui meu olhar, eu estava sendo abraçado por um homem negro, um sorriso encantador me pedia para ter calma pois estava seguro, fui me acalmando, o tumulto ainda era ouvido e os tiros continuavam.

Calmo, nos apresentamos, Sandro era i dono da casa, muito gentil me deu água com açúcar e ficamos conversando, fiquei admirado com  a educação que estava sendo tratado, foi me oferecido um banho, tirei minha roupas molhadas e no banheiro recebi uma toalha e fui informado que uma gaveta do meio havia roupas de sua filha que não mora mais com ele. As roupas eram de tamanho menor e bem provocantes, sem opção escolhi umas e me senti uma putinha, ao me ver Sandro me deu uma boa olhada mais foi discreto.

Sandro foi tomar banho, observei melhor o local, simples mais bem arrumado e limpo, algum tempo depois volta Sandro, usava um shorts onde era possível notar um volume acentuado, acho que fiquei muito tempo olhando, pois Sandro deu uma boa apertada,  estávamos nos encarando quando o som de tiros  bem próximo nos trouxe de volta a realidade, fui puxado para o quarto, luzes apagadas, alguns palavrões eu tremia de medo.

Baile numa comunidade

Baile numa comunidade

Foi quando fui abraçado novamente, senti o calor do corpo de Sandro, fechei meus olhos e senti as mãos  deslizando em meu corpo, senti uma onda de arrepios percorrer meu corpo fui me aconchegando senti meu rosto ser alisado e sem noção ai sentir meus lábios serem tocados eu simplesmente deixei o dedo escorregar para dentro de minha boca e fiquei chupando como se fosse uma piroca, alguns segundos depois meu rosto foi virado e fui beijado, não resisti e retribui o beijo com a mesma intensidade.

Sandro me deitou e foi me despindo lentamente enquanto ia me beijando, os beijos foram descendo e logo meus peitinhos passaram a ganhar beijos, mordidas e eram sugados eu completamente pelado, ganhei um verdadeiro banho de gato, tive meu corpo lambido inclusive meu pequeno piruzinho ganhou umas mamadas, mas a melhor parte foi quando meu cu foi lambido eu tive que me controlar para não berrar de prazer, eu gozei enquanto meu  cu era fodido por dedos e língua.

Meu cu já lubrificado com saliva ganhou um suporte de minha porra recolhida por Sandro, is dedos iam deslizando com facilidade, foi quando posicionado de quatro, procurei facilitar e me arreganhei, senti a cabeça encostar e com dificuldade foi me invadindo a dor era grande mais o tesão  aliviava, lentamente a piroca foi deslizando, senti os pentelhos uma pausa e logo o ritmo foi ficando intenso e depois de varias metidas Sandro depositou toda sua porra dentro de meu cu me senti i máximo  em ter aguentado e principalmente fazer Sandro gozar.

Uma pausa e eu busquei a piroca de Sandro fiquei lambendo e logo ela estava dura, o telefone tocou era um de meus amigos estavam preocupados, eu falei que estava super bem e avisassem para minha mãe que eu ia dormir na casa dele me despedi e voltei a mamar, chupei muito a piroca de Sandro até ganhar uma gozada em minha garganta, resumindo só sai da comunidade, digo casa de Sandro no domingo de noite. Agora quando volto uso as roupas da filha de Sandro, me transformo na putinha safada.

Veja abaixo outros contos eróticos gays bem picantes:

Meu lado passivo

A última trepada com o motorista

5268 views

Contos Eróticos Relacionados:

Tracei o Cuzinho de uma YouTuber

Olá à todos, não revelarei nomes reais para não me comprometer, mas neste texto, descreverei uma história 100% real que aconteceu comigo. Sou carioca, 36 anos de idade, negro, malhado e amo...

LER ESTE CONTO

Dancing in the dark

Naquela noite fria e escura de outono, entrei no bar examinando o local e descobrindo que lá estavam os frequentadores habituais composto em sua maioria por homens de várias idades, etnias e classe...

LER ESTE CONTO

O tatuador comeu minha esposa na minha frente

...Wagner era negro corpo normal e não muito alto deveria ter 1,75. Ele ofereceu seus serviços de tatuador mas na hora não quisemos. Chegando em casa após a praia estávamos conversando e comentei que gostaria que ela fizesse uma tatuagem tribal bem acima do bumbum. Que queria transar com ela assim e que eu estava com muito tesão só de imaginar.

VER

Sérgio: Meu policial putão

Olá, me chamo Felipe, mas pode me chamar Lipe. Tenho 27 anos e essa história aconteceu em 2014 quando estava completando 18 anos.   Nessa época eu tinha acabado de me formar no ensino...

LER ESTE CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 5 + 1 = ?

ContoErotico.Blog - O Seu Site de Contos Eróticos 

Aqui no Blog Conto Erótico, nós trazemos todos os tipos de contos eróticos para alegrar e animar o seu dia. Nossos contos eróticos são enviados por nossos leitores e colocados aqui para excitar a todos. Sempre postamos contos eróticos com fotos, pois sabemos que isso deixa a história mais real e fácil de ser imaginada. Histórias porno, contos picantes, contos de sexo, fábulas eróticas, não importa qual o nome você dê, nós traremos tudo que você precisa para se divertir.

Todos os nomes dos contos eróticos são alterados por nossa equipe para preservar a identidade de todos, e todos os personagens que participam de nossas histórias eróticas são maiores de 18 anos.

Contos Eróticos Com Fotos

Todos os nossos contos tem pelo menos uma foto, pois sabemos que ler um conto erótico com foto é bem melhor do que só ler uma história solta, sem nenhuma imagem para ilustrar. As fotos dos nossos contos são meramente ilustrativas, são retiradas da própria internet, de sites pornográficos que divulgam essas imagens de forma gratuita.

Caso alguma imagem dos nossos contos eróticos com fotos pertença a você e você quer que seja removida, basta entrar em contato e enviar o link do conto que faremos a substituição. Algumas imagens também são enviadas pelos próprios autores dos contos.

Caso você precise entrar em contato conosco, basta usar a nossa página de contato.

Para enviar contos eróticos para serem publicados em nosso site, vá até a página "Enviar Seu Conto Erótico" e escreva sua história que postaremos aqui.

Buceta - Xvideos - Video de Sexo - Filme Porno - Porno Brasileiro - Bucetas - Zoofilia - Porno - Xvideos PutinhasMulheres Peitudas - Porno Nacional - Porno Español - Acompanhantes Campinas - Pornozao - Acompanhantes RJ - XXX - Porno Gratis - Contos Eróticos - Sexo Gay - Dog Porn - Sexo Com Animales - Contos Eróticos Incesto - Relatos Calientes - Porno Buceta - Ursos Pelados - Pornolandia - Cnnamador - Xvideo - Xvideos Porno - X videos - Corno Blog - Mega Filmes - Putaria Telegram - Xvideos Onlyfans - Homem Pelado

Contos Eróticos

© 2024 - Conto Erótico - ThePornDude