Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Conto Erótico » Contos Eróticos de Corno » Meu namorado queria ser corno parte 2

Meu namorado queria ser corno parte 2

Publicado em 22/08/2023 por Victoria matos

Me chamo Victoria, tenho 30 anos, sou morena clara, tenho bundão, e seios grandes, possuo mais de 130 cm de quadril, e sou escandalosa. Após meter o primeiro chifre no meu corninho com seu Antonio, eu estava pensando em contar a ele o q havia acontecido no sitio, mas decidir, que por enquanto não contaria, iria aprontar mais. Eu me sentia melhor depois que dei pro seu Antonio, estava com o ego renovado. E que pra um chifre ser chifre mesmo o corno, nao pode saber, quando sabe vira fantasia e nao mais traição, essa é minha opiniao, e eu queria trair mais, para somente depois relatar tudo ao meu corninho.

Depois de uns 5 dias liguei para seu Antônio para falar que logo voltaria no sitio, com meu corninho, e perguntei se ele estaria precisando de alguma coisa.

Seu Antônio so me disse que tinha uma fantasia que queria que eu realizasse, perguntei o que seria?

Ele me disse que adorava pés e que aforaria que eu estivesse com tenis ou sapato fechado pois ele curtia muito cheirinho de pés suados ja entendi tudo,

Ele gostava é de sentir o cheiro de pés chulezinho, falei pra ele ficar tranquilo que faria o que ele quisesse.

Depois de 15 dias que tive no sitio e dei pro seu Antonio a primeira vez, eu e meu corninho marcamos de ir pro sitio, e passar o fim de semana que seria feriado prolongado, iriamos no sabado cedo e só voltariamos na terça cedinho, eu tinha um plano .

Como era época de calor, tratei de colocar um vestidinho bem escandaloso, por mais escandalosa que eu era, eu nunca usaria um vestido desses na rua, somente em casa mesmo.

Era um vestido claro com estampas de flores, mas que era meio transparente e ficava sexy demais, meu corninho adorava quando chegava em casa e eu estava vestida nele.

Marcava perfeitamente a calcinha e dava até pra ver a cor.

Pra realizar a fantasia do seu Antônio usei tênis com a mesma meia durante uma semana pra ficar com Chulé pois raramente tinha chulé.

Quando meu corninho me viu vestida daquele jeito e uma calcinha preta totalmente enterrada no meu bundão ele já ficou tarado, e disse: amor vc vai vestida assim ? eu respondi, eu vou sim, nao posso ?

Ele: é que está escandalosa demais e vc sabe que lá tem o seu Antonio.

Eu disse: amor, uma hora vc quer me exibir, outra hora vc fica com ciumes ?

Ele: Tá bom, mas o que seu Antonio vai pensar de mim?

Eu: que voce tem uma namorada muito gostosa rabuda e que merece muita pica preta grande e grossa muito dura.

Meu corninho adora quando eu falo safadeza, quando acontece de dirigirmos a noite e ele fica com sono, basta eu contar uma historinha do meu passado, que logo passa o sono dele.

Enfim, colocamos as coisas no carro e rumamos pro sitio, nem sutien eu usava, o bico dos meus peitos ficava evidenciado no vestido q deixava meu decote bem saliente, eu queria provocar seu Antonio e claro, tentar deixar meu corninho com ciumes.

Chegamos no sitio, de surpresa, seu antonio nao sabia que iamos, mas por ser feriado, ele poderia deduzir. Nos cumprimentamos, normal, como se nada tivesse acontecido comigo e seu Antonio, ele voltou pra casinha dele e entramos na nossa.

Como que nao queria nada, logo me dirigi a casa do seu Antonio, que ainda tomava seu café, ele ja ficou doido, e disse: como que você vem pra cá assim, quer me matar ?

Teu namorado nao tem ciumes ?

Eu disse: ainda nao sei a resposta, mas finja bem, que prometo que será recompensado, fico molhada quando imagino aquela loucura que fizemos. E estou sem dar o rabo desde aquele dia,

E estou de tênis usei a mesma meia a semana toda o cheiro está muito forte, ja que vc adora.

Ele ficou doido quando ouviu isso, se a fantasia do seu Antônio era meus pés com chulé ele iria ter e do meu corninho era ser corno, ele já era, apenas ainda nao sabia.

Voltei, fiquei conversando com meu corninho e arrumando as coisas, e sempre que podia meu corninho ficava me encochando, dizia ele que eu estava muito gostosa, e que seu Antonio iria bater punheta pra mim.

Onde eu perguntei: Amor, vc tá doido pra ver um macho me pegando, né ?

Ele disse: Quero muito, minha gostosa, ser seu corno, seria um presente que vc poderia me dar.

Dei risada e disse entao hoje posso provocar seu Antonio ? Quem sabe aquele negro nao come sua namorada ? Aí ele disse: puxa amor, nao queria que fosse com seu Antonio.

Eu disse: Se vc quiser, será com quem eu quiser e nao com quem vc quiser.

Ele disse: tá bom. – Mas disse isso contrariado.

Chegou o período da tarde, coloquei meu bikini rosa, enfiado na bunda, e com tenis nos pés, meu corninho perguntou se eu não iria tirar os tênis e colocar chinelos eu disse depois, e eu continuei fazendo de tudo pra sempre manter seu Antonio por perto, queria que meu corninho visse que eu estava afim de dar, quando nao quis mais ficar decidi entrar na piscina falei para meu corninho que chamaria seu Antônio, eu coloquei um short de lycra branco, bem justo, por cima do bikini, ficou marcando meu bikini enfiado e como meu rabo é muito grande, senti q ficou a marca certinha atrás, gente tenho uma bunda grande, imaginem como fiquei escandalosa…

Teve uma hora que seu Antonio entrou na casa dele e meu corninho me disse, ele foi bater uma pra vc, que apostar ?

Eu disse que tambem achava isso, e falei pro meu corninho, já pensou aquele negão me comendo aqui na beira da piscina e vc assistindo a tudo, meu corninho ficou assim, mas percebi que ele ainda nao tava acreditando na real possibilidade.

Me levantei peguei meu chinelo e fui em direção a casa do seu Antonio chama-lo e disse ao meu corninho, hoje você vai ser corno, e não reclame de nada.

Quando entrei na casinha do seu Antonio, ele já me atracou e nos beijamos ali, e eu disse “calma, calma primeiro tire meus tênis e minhas meias e veja se meus pezinhos estão do jeito que pediu?“.

Sentei no sofá e seu Antônio tirou meus tênis e minhas meias e caiu de cara nos meus pés sentindo o cheirinho e começou a chupar meus pés meus dedao, ja com a rola explodindo de dura.

Perguntei esta do jeito que queria?

SIM, SIM QUE DELÍCIA.

Falei entao, Quero ser fodida na beira da piscina e seu patrão vai assistir a tudo, tem coragem ? Seu Antonio ficou assim, sem palavras, “poxa dona Victoria, nunca fiz isso, transar com um cara me vendo, nunca fiz isso”

Eu disse: “e vai perder a chance de mostrar pro corno do seu patrão de como a namorada dele gosta de ser tratada”?

Ela disse: “como fazemos então?”

Meu namorado queria ser corno parte 2

Meu namorado queria ser corno parte 2

EU: “volto pra piscina e vc vai somente de sunga agora e lá vou pedir pra você me passar bronzeador em mim e logo depois ja começo a chupar seu pau e aí começa tudo, e eu quero ver meu corninho humilhado, quero que vc xingue ele de corno, e que vai pedir aumento de salário, por comer a namorada dele”

Ele disse: “ah, to nervoso já, nao sei se vou ter coragem de fazer isso, to achando estranho isso”

Eu disse: “voce nunca ouviu falar desses caras que gostam de ver esposa com outro?”

Ele: “já, mas nao achava que iria trabalhar pra um cara desses, mas tá bom, me faça me sentir a vontade”.

Desci pra piscina e me deitei na berada com a bundona pra cima somente de bikini e com as solinhas dos pés amostra e chamei meu corninho.

EU: “amor, se prepara que Antonio vai descer, vc vai levar um chifre em no máximo meia hora e quero você bem comportado aí, e fotografando tudo, pq é isso que um corno tem que fazer”.

Meu corninho disse: “agora cair na real ser corno do meu caseiro é foda”!

Eu: “amor, foi voce que pediu isso agora aguente, vc vai enlouquecer quando essa bundona branca, ser fodida por aquele negro da rola preta bem gostoso”

Neste instante, seu Antonio, chegou e o pedir pra ele passar um bronzeador em mim, meu corninho sentado ao lado, assistindo a tudo, eu perceci que ele estava gostando, porque assim que seu Antonio começou primeiro pegou meus pés começou a cheirar e chupar em seguida pegou bronzeador e começou massagear minha bunda, senti meu corninho ficar de pau duro, vi o volume por cima do seu short. Mas o que me interessava mesmo, era o volume do seu Antonio,

Que ficou de pau duro e tentou disfarçar, coitado, tava com vergonha do meu corninho, mas eu tratei logo de quebrar o clima, pedi pro seu Antonio ficar de pé, me agachei na frente dele e puxei sua sunga e aquela rola preta e grossa saltou pra fora na minha frente segurei e falei olha o tamanho dessa rola preta grande, grossa e pesada, corninho ficou atônito puxei a cabeça pra fora senti o cheiro da rola preta tava suada me deu mais tesão coloquei em minha boca, fiquei excitada que por um momento esqueci que era observada por meu corninho, chupava e babava, e seu Antonio gemia e batia a pica na minha cara, e eu dizia, “bate esta rola em minha cara seu Antonio, mostra pro corno do seu patrão de como eu gosto de ser tratada”

Não aguentando mais aquela excitação me deitei em cima da esteira que era bem macia e fiquei de 4, seu Antonio veio por trás, e senti a grossura me invandindo, fiquei enfurecida de tesão aquilo me excitava muito, eu de 4, seu Antonio socando forte me segurando pela cintura e meu rabo balançando, pelas estocas forte que eu recebia, depois deitei de frente se Antonio ergueu minhas pernas com os pés na sua boca, eu percebia claramente a cara do seu Antônio de tesão e a cara de espanto do meu corninho e o tesão que ele sentia, pois ja estava batendo punheta enquanto me assistia gritando alto de tesão.

Nossa seu Antonio tomou uma reação me colocou de 4 de novo e me disse “ olha “fulano” vou mostrar como o cuzinho da tua namorada fica, quando leva um cacete grande, grosso, e vou querer aumento de salário por fazer isso com sua namorada”

Eu disse: Amor, vai até minha bolsa e pega o gel lubrificante, ele foi correndo e voltou e seu Antonio ja cuspia e enfiava o dedo, aí, passou o gel e foi laceando, até entrar a cabeçona do seu pau, eu já gritando e dizia “ai seu Antonio, cuidado com meu cuzinho”.

Depois de uns instantes seu Antonio enfiou tudo e esperou até eu me acostumar com aquilo dentro de mim, e foi fazendo movimentos devagar, nao demorou eu tava berrando e gritando “arromba meu cú seu Antonio, mostra pra esse corno, como gosto de ser tratada, mostra seu Antonio, fiquei ali naquela posição de 4 por um bom tempo, depois pedi pro seu Antonio deitar e eu vir por cima, meu cuzinho engoliu tudo a tora preta eu subia e descia e olhava pro meu corninho, que fotografava, a cena, nao demorou e senti seu Antonio explodir em um gozo dentro da meu rabo num gozo, prazeroso, melhor do que da primeira vez vez….Aí eu subia e descia devagarinho e a porra do seu Antonio saia, fiquei de 4 abria com as mãos e posei pra fotos para meu corno ver o jeito que ficou muito arrombado, a pedir pro seu Antonio, posar comigo tambem, com a rolona bem na portinha, mostrando o que tinha feito.

Seu Antonio, subiu pra casinha dele eu fiquei ali, a mercê da reação do meu corninho que estava excitadissimo com aquilo chupei a pica dele e gozou em minha boca, fomos tomamos banho e voltamos pra beira da piscina, e eu perguntei “gostou da minha atuação”?

Ele disse: “amor, nao pensei que vc era tão puta, mas estou apaixonado mais ainda por vc, foi um chifre, espero ver mais igual a esses”

Eu disse: “seu Antonio fará isso com o maior prazer, ah e nao foi o primeiro chifre, foi o segundo, quando tive aqui da ultima vez, seduzi seu Antonio e fodemos muito”?

Ele disse: “eta porra, ja era corno e nao sabia”

Eu disse: “me arrombou inteirinha em cima daquela cama e gozou, é um velho safado”.

Ele disse: “o cara tem maior rolona, como que vc aguenta isso no rabo, mas tambem, 130 cm de bunda, nao é para menos”.

Falei medi a rola preta do seu Antônio tem 24 cm!

Ele disse: misericórdia enorme!!

Mesmo depois disso, seu Antonio, continuo na casinha dele, ele almoçou por lá mesmo, e depois foi terminar de limpar umas coisas da horta.

Fiquei besta com a atitude dele, pq se fosse outro comedor viria se juntar a eu e meu corninho.

Aì quando foi a noite, gritei seu Antonio e o chamei pra vir ficar conosco e bebeu com a gente, eu esta de short de Lycra, Lilás, curto e calcinha marcando, no meio daqueles dois homens. Me sentia uma puta, sem dono, tocou uma musica e dancei com seu Antonio que logo ficou de pau duro e lá fui chupar ele novamente, mas o velho é duro na queda pra gozar, meu corninho se junto e o chupei e o vi gozar, mas meter mesmo naquele fim de semana, foi demais, adorei a aventura e meti outras vezes com seu Antonio, na frente do meu corninho e ou sozinha, por umas tres vezes enquanto meu corninho trabalhava eu mandava msg em seu celular to indo levar vara no sitio de seu Antonio, ia fodia, fotografava e chegava em casa mandava a foto por email pra meu corninho, ele ficava louco, coitado se matando de trabalhar e eu fodendo com o nosso caseiro.

Agora tenho um novo fato acontecido

Para entender melhor essa parte II leia a parte I. Este conto é real.

Quando meu corninho fez uma reforma na casa dele eu quem ficava la e foram 3 pedreiros NEGROS! FUI DESTRUÍDA DELICIOSAMENTE!

2900 views

Contos Eróticos Relacionados:

As coisas fugiram do controle

As coisas fugiram do controle - Tenho uma esposa muito gostosa e fogosa, sempre buscamos apimentar nossa relação, Stela gosta de usar roupas provocantes e em algumas vezes me faz usar uma de suas...

LER ESTE CONTO

Lilian a esposa que virou putinha na noite de São Paulo junto com uma travesti

Olá amigos corninhos, tenho 38 anos e minha esposa 30 anos, a Lilian é uma branquinha, magra falsa, com uma bunda relativamente grande, seios de silicone, cabelos tingido de vermelho, toda...

LER ESTE CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 4 + 1 = ?

ContoErotico.Blog - O Seu Site de Contos Eróticos 

Aqui no Blog Conto Erótico, nós trazemos todos os tipos de contos eróticos para alegrar e animar o seu dia. Nossos contos eróticos são enviados por nossos leitores e colocados aqui para excitar a todos. Sempre postamos contos eróticos com fotos, pois sabemos que isso deixa a história mais real e fácil de ser imaginada. Histórias porno, contos picantes, contos de sexo, fábulas eróticas, não importa qual o nome você dê, nós traremos tudo que você precisa para se divertir.

Todos os nomes dos contos eróticos são alterados por nossa equipe para preservar a identidade de todos, e todos os personagens que participam de nossas histórias eróticas são maiores de 18 anos.

Contos Eróticos Com Fotos

Todos os nossos contos tem pelo menos uma foto, pois sabemos que ler um conto erótico com foto é bem melhor do que só ler uma história solta, sem nenhuma imagem para ilustrar. As fotos dos nossos contos são meramente ilustrativas, são retiradas da própria internet, de sites pornográficos que divulgam essas imagens de forma gratuita.

Caso alguma imagem dos nossos contos eróticos com fotos pertença a você e você quer que seja removida, basta entrar em contato e enviar o link do conto que faremos a substituição. Algumas imagens também são enviadas pelos próprios autores dos contos.

Caso você precise entrar em contato conosco, basta usar a nossa página de contato.

Para enviar contos eróticos para serem publicados em nosso site, vá até a página "Enviar Seu Conto Erótico" e escreva sua história que postaremos aqui.

Buceta - Xvideos - Video de Sexo - Filme Porno - Porno Brasileiro - Bucetas - Zoofilia - Porno - Xvideos PutinhasMulheres Peitudas - Porno Nacional - Porno Español - Acompanhantes Campinas - Pornozao - Acompanhantes RJ - XXX - Porno Gratis - Contos Eróticos - Super HQ - Sexo Gay - Dog Porn - Sexo Com Animales - Contos Eróticos Incesto - Relatos Calientes - Porno Buceta - Ursos Pelados - Pornolandia - Cnnamador - Xvideo - Xvideos Porno - X videos - Corno Blog

Contos Eróticos

© 2024 - Conto Erótico - ThePornDude