Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Conto Erótico » Contos Eróticos Gay » A última trepada com o motorista

A última trepada com o motorista

Publicado em 11/11/2022 por Zenk lub

A última trepada com o motorista – Um bom tempo depois de casado fui surpreendido por um carro que parou na porta do salão onde Josy trabalhava abriu os vidros e nos cumprimentou, ei casal, percebi na hora que se tratava do motorista que me comeu na adolescência (leia o relato clicando AQUI) o mesmo que levava a gente para o colégio quando estudávamos, “ aquele motorista que me iniciou na safadeza” conversamos um pouco ali mesmo na rua e ele me chamou para ir no dia seguinte pela manhã ajudar ele levar uma geladeira em um sítio, como no dia seguinte era sábado e a Josy trabalhava o dia inteiro ela disse para eu ir ajudá-lo!! Tive que aceitar sem reclamar, mau sabia que ele queria era me pagar de novo.

Muito preocupado em deixar minha esposa desconfiar aceitei o pedido logo, disse que poderia me pegar as 10:30 do sábado.

No dia seguinte ali estava eu no horário combinado, ele passou na porta e buzinou!!!

Bora lá!!!

Entrei no carro me tremendo todo de ansiedade do que veria pela frente, pois já avia muito tempo que não o via mais.

Assim que arrancou o carro ele disse, estou louco para ganhar aquela punheta gostosa que você fazia, nunca esqueci!!

A única reação que tive foi falar, você e doido velho, agora sou casado, ele sorriu e disse que nunca esqueceu as safadezas que fizemos e que sempre batia uma pensando nas em nossas doideiras.

Cheio de tesão perguntei onde iríamos de verdade, ele disse que ia me levar numa pedreira no meio do mato, para relembrar a época quando eu não podia entrar em motel.

Chegando próximo da cidade pegamos uma estrada de terra por uns 20 minutos e depois estacionou numa lateral da estrada, seguimos mais uns 10 minutos a pé por uma trilha, até chegar a uma pequena pedreira abandonada.

Eu fui muito maluco nessa época, imagina o perigo que corríamos de alguém me pegar ali com um homem mais velho, só hoje vejo o tamanho das loucuras que já fiz, foi viciante essa época, dos 15/16 anos, meu sangue fervia, e ele era igual um cavalo no cio tbm, se deixasse ele me comia o dia todo, inclusive já chegamos a ser pego trepando uma vez, foi em uma cachoeira na serra do cipó, ele estava sentado no pára-choque do carro com o porta malas aberto e eu estava agachado chupando o pau dele, estávamos os dois peladões e não tinha nem como despistar, eram duas mulheres, elas passaram cumprimentaram na cara dura e saíram andando, gente era muito safado.

Voltando a história..

Ele parou na minha frente e já colocou aquela rola enorme dura pra fora e pediu para eu pagar, a princípio imaginei que iria resistir porém perdi o juízo, nessa hora eu já me tremia todo, a única reação foi obedecer, agachei ali entre suas pernas peguei aquele pintao grosso e duro e comecei a masturba-lo.

Ali estava eu mais uma vez, masturbando ao som da mata e escutando os gemidos roucos dele.

De surpresa!! Jamais imaginaria que ele iria aparecer outra vês.

Tirei toda minha roupa e fiquei peladinho, coloquei as mãos no paredão de pedra e me posicionei de quatro me oferendo para ele, foi incrível, ele deu um tapa bem forte na minha bunda e disse!!!  esse cu é meu, olha como ele está se oferecendo, gostava né safado, nem deu de difícil né, esse tapa me causou arrepios e uma sensação de submissão da fêmea ao macho. “Ahnnn! O que …, o que você tá fazendo …, Uhhh!”, murmurei quando senti sua língua dentro do meu rabo, me deu muita liguada no cu ahff.

Falei vai com cuidado, ele não está tão largo como deixou mais,

-Calma! Vou colocar só a cabecinha – ele disse com tom safado – Se doer eu paro tá bom?

A última trepada com o motorista

A última trepada com o motorista

Ele deu umas cuspidas no meu cu e depois de deixá-lo bem lambuzado cutucou com força; já no segundo golpe senti o troço rombudo entrando a até a metade foi uma dor alicinante, principalmente por conta da minha fissura anal, e eu não contive nos gritos; ao perceber meu sofrimento,  parou a penetração. “Deixa assim …, só a cabecinha, tá bom?” sussurrou no meu ouvido causando uma sensação mista de dor e prazer. É claro que o safado não deixou apenas a cabeçona,  enfiou tudo mesmo eu pedindo para parar, toda hora vinha na minha cabeça aquelas imagens da adolescência, que nunca me esquecerei, e sempre
que me lembro, me arrepio de tesão. Eu de quatro, totalmente submisso aquele macho, que mostra toda sua força e domínio sobre mim (agora, passivo)
transformado em fêmea, pelo poder de seu carisma, bom corpo, e principalmente pelo seu poder de ser macho. Fiquei totalmente entregue
aquele homem, ele me pergunta até onde estou sentindo sua vara e disse que já entrou toda, tento falar
mas só consigo gemer alto. Seu vai e vem é intenso, mexo meu quadril para dar mais prazer a meu homem, que responde, enfiando seu pé na minha cara
seguro seu pé e começo a chupar seus dedos, nesse momento já não consigo mais pensar e ajo por instinto, de repente Léo enterra todo seu caralho
e começa a mexer seu quadril, me dando um prazer que até então nunca havia sentido, um calor toma conta de todo meu corpo, meu suor começa a pingar
molhando o lençol da cama, meu cu passa a ter contrações, e pisca de forma alucinada. Gozo de forma espontânea sem ao menos tocar no meu pau. Solto
um grunhido alto que vem de dentro de minha garganta, depois começo a gritar, sem saber sequer onde estou (nesse momento sinto que encontrei o
nirvana). Vendo que gozei, ele começa a brincar com meu cuzinho, enfia tudo, tira todo o pau, e abre bem minha bunda, para ver meu buraco já todo
arrombado, fica assim por alguns minutos, até que meu pau volta a dar sinal de vida, meu tesão parece não querer terminar tão cedo, ele passa o
braço pelo meu pescoço, e seu caralho volta a bombar meus ânus de forma animal. Depois de muito tempo arrombando meu cuzinho, ele grita que vai gozar.
Antes, ele me tira da posição de quatro, sem tirar seu cacete de dentro de mim, fico de bruços, com ele montado em minhas costas, mordendo minha
nuca, e beijando minha orelha, sua respiração fica cada vez mais forte até que vem o grito…

Meu macho me inunda por completo, sinto seu líquido quente, borbulhar nas paredes do meu ânus, Léo goza muito, e de forma intensa e demorada
o som de seu gemido no meu ouvido, é algo que nunca esquecerei.

Tiro seu pau do meu cu, e começo a chupá-lo, o gosto do muco anal e sua porra me deixa tão excitado, que não demora muito e começo a gozar,

M

Carlos socava me deixava louco; confesso que enquanto ele me comia eu batia uma punheta com meu pau duro como nunca; por conta disso não reagi e deixei que ele conduzisse a situação. “Ahhh! Uiii! Devagarzinho, tá? Não vai me deixar todo arrombado!”, murmurei entre gritinhos e gemidos. Carlos me tranquilizou dizendo que seria carinhoso e depois de umas boas socadinhas no meu cu ele sacou a pica causando-me uma sensação inexplicável de alívio e vazio. virou-se encima de mim e pediu que eu o mamasse o que fiz com enorme prazer.

E a gozada veio farta na minha boca me encharcando de porra; não fui capaz de cuspir tudo, o tesao era de mais.

Ele sentou numa pedra e me perguntou se eu estava bem. “Estou sim! Um pouco dolorido, mas muito satisfeito!”, respondi com uma pontinha de orgulho; afinal, foi um belo de um presente dar para aquele macho mais uma vez! Ficamos conversando por algum tempo e logo percebi que a rola do sujeito dava sinais de enrijecimento.

-Viu só? Ela tá te querendo outra vez! – disse ele enquanto alisava a rola que crescia a olhos vistos – Me dá mais uma mamada, vai!

É claro que me alinhei entre sas pernas e saboreei sua rolona mais uma vez; eu não conseguia descrever as sensações de estar ali chupando e lambendo a rola do meu macho, mas o que eu sabia …, aliás, o que eu tinha certeza era que queria mais. Depois de tanto tempo sem ver ele não podia perder a oportunidade.

Voltei para casa como se nada tivesse acontecido, tratei de cuidar do meu cu com uma pomada que tinha guardada e segui a vida; mesmo com meu cu dolorido eu não pretendia parar por ali; tanto é fato que naquela mesma noite minha esposa disse que iria chegar mais tarde, que iria ir dançar com as amigas, então fui para as salas de bate-papo contar minha aventura para os caras safados que tinha na época e me masturbei quase a noite toda lembrado finque passei naquele dia.

Gostou desse conto erótico?

Veja outros contos eróticos gays logo abaixo:

Fui arrancado do armário

Fui putinha do padrasto e dos amigos dele

4654 views

Contos Eróticos Relacionados:

Fui arrombada por negros na tribo no congo

Me chamo Victoria sou morena pele branquinha 1.75 alt 85 kg tipo cavala, cintura fina e seios naturais grandes, cabelos ate o meio das costas, marquinha de bikini, unhas cumpridas, sempre pintadas e...

LER ESTE CONTO

Minha primeira experiência adulta com outro macho

Minha primeira experiência adulta com outro macho. Aconteceu nos anos 80 quando cursava a universidade em uma cidade do interior do RGS. Meu envolvimento em práticas sexuais até então, eram com...

LER ESTE CONTO

Comi a esposa do meu irmão corno

Ao passar pelo quarto onde estava Taís, porta aberta olhei e vi Taís deitada de bruços com seu bundão quase todo de fora, com uma minúscula calcinha entrando pelo seu rego e a bainha da camisola embolada na sua cintura (aqui nessa parte faz ele na porta tendo a visão dela deitada); levei um susto quando ouvi: - Pode entrar Alberto!...

VER

Me exibindo na piscina do condomínio

Meu nome é Júlia, eu tenho 22 anos e decidi fazer uma loucura, acabei me exibindo na piscina do condomínio onde moro. Aqui tem uma piscina coletiva que está sempre movimentada no período da...

LER ESTE CONTO

2 - Comentário(s)

  • 50então 14/02/2024 13:59

    É uma maravilha relembrar o passado. Incrível como como quase todos já tivemos um viadinho pra comer na adolescência. Saudades das minhas putinhas. Tinha meu preferido um amigo da escola.

  • William James 27/08/2023 01:29

    Muito exitante deu conto! Adorei, tenho o mesmo desejo, de ser submisso ao homem mais velho! De ser comido, descer uma fêmea para um coroa tesudo!!

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 4 + 4 = ?

ContoErotico.Blog - O Seu Site de Contos Eróticos 

Aqui no Blog Conto Erótico, nós trazemos todos os tipos de contos eróticos para alegrar e animar o seu dia. Nossos contos eróticos são enviados por nossos leitores e colocados aqui para excitar a todos. Sempre postamos contos eróticos com fotos, pois sabemos que isso deixa a história mais real e fácil de ser imaginada. Histórias porno, contos picantes, contos de sexo, fábulas eróticas, não importa qual o nome você dê, nós traremos tudo que você precisa para se divertir.

Todos os nomes dos contos eróticos são alterados por nossa equipe para preservar a identidade de todos, e todos os personagens que participam de nossas histórias eróticas são maiores de 18 anos.

Contos Eróticos Com Fotos

Todos os nossos contos tem pelo menos uma foto, pois sabemos que ler um conto erótico com foto é bem melhor do que só ler uma história solta, sem nenhuma imagem para ilustrar. As fotos dos nossos contos são meramente ilustrativas, são retiradas da própria internet, de sites pornográficos que divulgam essas imagens de forma gratuita.

Caso alguma imagem dos nossos contos eróticos com fotos pertença a você e você quer que seja removida, basta entrar em contato e enviar o link do conto que faremos a substituição. Algumas imagens também são enviadas pelos próprios autores dos contos.

Caso você precise entrar em contato conosco, basta usar a nossa página de contato.

Para enviar contos eróticos para serem publicados em nosso site, vá até a página "Enviar Seu Conto Erótico" e escreva sua história que postaremos aqui.

Buceta - Xvideos - Video de Sexo - Filme Porno - Porno Brasileiro - Bucetas - Zoofilia - Porno - Xvideos PutinhasMulheres Peitudas - Porno Nacional - Porno Español - Acompanhantes Campinas - Pornozao - Acompanhantes RJ - XXX - Porno Gratis - Contos Eróticos - Sexo Gay - Dog Porn - Sexo Com Animales - Contos Eróticos Incesto - Relatos Calientes - Porno Buceta - Ursos Pelados - Pornolandia - Cnnamador - Xvideo - Xvideos Porno - X videos - Corno Blog - Mega Filmes - Putaria Telegram - Xvideos Onlyfans - Homem Pelado

Contos Eróticos

© 2024 - Conto Erótico - ThePornDude