Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Conto Erótico » Contos de Sexo » Fudendo com o colega de trabalho

Fudendo com o colega de trabalho

Publicado em 23/06/2023 por Bianca Silva

Sou a Kira, era casada na época tinha 22 anos (hj to com 28) moro em SC e o que aconteceu comigo foi com um colega de trabalho, vou chama-lo de Luciano, sabe aquela pessoa que você se identifica, almoça todos os dias e acaba ficando amigo? deixa eu me descrever, sou morena, baixinha, corpo bonito, gosto de usar saltos altos e percebo os olhares quando passo. quem me via jamais imaginaria que eu seria capaz de trair meu marido… na verdade, nunca tive essa intenção, apesar de ter casado sem gostar muito dele (casei pra sair de casa) mas aconteceu.

Meu amigo não tem nada de especial, um cara pra lá de comum, normal de rosto, porem era muito cheiroso (mais tarde vim conhecer um pau muito gostoso também) levemente acima do peso. Trabalhamos juntos há pouco tempo, mas na empresa já há alguns anos, como almoçamos juntos quase todos os dias,
acabamos nos conhecendo bem, sabia que tinha uma namorada, era noivo e iria casar, a noiva dele comprava roupas na mesma loja que eu, sabia que ele pegava mais uma ou duas meninas na empresa, e a fama do pau espalhou, ou seja, que tinha um belo dote e era meio galinha, e como todo galinha é bom sedutor, comecei a conhecer um pouco da vida dele e ele da minha.
Aos poucos senti uma diferença na forma que me olhava e falava comigo, mas achava que não era nada, pois ele sabia que eu era casada.
Para complicar a situação, meu casamento estava de mal a pior e comecei a falar da minha vida para o Luciano, pois não controlo muito a minha língua e dei “munição” ao inimigo, depois comecei a pegar carona com ele ao final do expediente, principalmente nos dias de chuva, pois só tinha moto ele tinha carro, um dia ele viu a minha calcinha fio dental (só uso desse tipo e estava de calça de cintura baixa) e ele me confessou na empresa, pois foi quando ele me buscou pela manhã e me mostrou a foto que tirou (abaixo) quando ia descer e mostrou o volume na calça dele, fiquei “vermelha” com a situação (mas bem curiosa em ver o que estava ali por baixo, visto que já estava há alguns dias sem transar), conforme foi passando os meses, pegamos uma certa intimidade em falar qualquer coisa um pro outro sem constrangimentos. um dos dias que eu estava de carona com ele, estava muito transito, e ele sugeriu pararmos em uma rua qualquer para continuar conversando, pois o trecho em que estávamos estava tudo parado mesmo.  Falei ok e paramos e, ele começou a conversar virado para mim com a mão ligeiramente no meu cabelo, e estranhamente comecei achar perigoso ficar ali com ele pois não sabia onde poderia parar, mas acabei ignorando o perigo e continuamos conversando, percebi q ele passava a mão na calça em direção ao pinto dele e era notório que estava levemente duro, nisso ele passou a passar a mão na minha nuca, falando como eu era linda e meu marido tinha muita sorte em ter uma mulher como eu, eu comecei a sentir uma coisa estranha, um tesão repentino, não exatamente por ele, mas pela possibilidade de ter algo com outro homem que não fosse meu marido…(nunca o trai). entrei num papinho e outro ele me abraçou e respirou no meu pescoço, eu me arrepiei, ele percebeu e me beijou. eu não sabia o que fazer, fiquei surpresa e acabei correspondendo ao beijo. neste primeiro beijo (rápido) nada de mais, ficamos um pouco sem jeito, mas acabamos nos beijando mais e mais. em um desses beijos eu já estava quase em transe, ele começou a passar a mão nos meus seios (que já estavam duros ) eu comecei a gemer, a falar no ouvido dele, para, para e ele me beijava mais avidamente, uma delicia. não satisfeito ele pegou minha mão e colocou sobre seu pau… aí eu não aguentei e apertei, segurei um pouco já ficando maluca, ele ameaçou colocar o pau pra fora, e eu parei definitivamente com aquela sacanagem. ele se desculpou e fomos embora quase calados. ficamos uns dias sem se falar, ate que um dia ele me chamou para almoçar e ao invés de irmos nos restaurantes por perto da empresa que estávamos acostumados a ir, ele pegou o carro e disse que iriamos almoçar em uma churrascaria perto da marginal e lá fomos nós.

Fudendo com o colega de trabalho

Fudendo com o colega de trabalho

Na verdade, eu não pensava em outra coisa a não ser beija-lo novamente e sentir toda aquela sensação vivida há uns dias atras. ele começou a perguntar sobre o que eu senti naquele dia, se eu havia gostado, e eu respondi que sim, porem não era certo, e ele concordou. ele novamente parou o carro, e pediu para me beijar pela ultima vez e eu concordei e começamos a nos beijar, os beijos foram esquentando e estava me amaçando toda e eu tinha que voltar a trabalhar. eu não tinha a menor intenção de dar pra ele, só queria ficar naquela sacanagem colegial, mas pra minha surpresa ele sugeriu irmos a um motel por ser perigoso ficar na rua, etc. a empresa ficava na rua do terminal (quem é de Itajaí sabe onde estou falando e o motel mais próximo seria indo pelo promorar indo em direção a Brusque, no trevo motel 2….) ele disse que éramos adultos e principalmente amigos e nada aconteceria, pois sabia que eu era casada, e estaríamos mais seguros…na hora eu falei ok, por que ele era tão meu amigo que eu não me imaginava dando pra ele, então eu topei e fomos, chegando no motel, ficamos meio sem jeito, sentamos na cama, conversamos dois minutos e começamos nos amassar novamente, mas o ambiente já era outro e eu já estava toda molhada, quando eu comecei a falar que minha blusa estava amassando, ele gentilmente começou a tirar a minha blusa, eu a esta altura já estava toda entregue a aquele homem que não era o meu marido. ele tirou minha blusa, meus seios estavam expostos, pois não estava de sutiã e começou a me lamber inteira, ele lambia os bicos dos meus seios de uma maneira delicada que só aumentava meu tesão, eu avisava que não passaríamos daquele ponto, mas ele começou a me chupar de uma maneira tão maravilhosa que ele baixou um pouco a minha legging branca e começou a lamber minha virilha e beijar em cima da calcinha branca, eu já estava ensopada, toda molhada e eu estava de uma maneira que eu saí de mim literalmente que eu nem senti ele tirar as calcas dele, eu estava totalmente entregue. quando ele começou a tirar minha calcinha e chupar o meu grelinho fiquei louca, eu nunca tinha gozado (mas aquilo era o mais próximo do gozo que eu imaginava ser pelo o que ouvia falar) e vim descobrir isso bem depois com o meu marido atual, mas estava segura que ele estava vestido. então , ele começou a subir com sua língua quente e veio vindo pra cima de mim, me lambendo da virilha até o meu pescoço e se posicionando em cima de mim de forma tal que eu ficasse na posição de frango assado e quando ele começou a chupar meu pescoço eu senti a sua pica encostando na minha buceta, eu tomei um susto, tentei sair, mas já era tarde, ele me segurou pelos ombros, acelerou os movimentos da sua língua, e começou a me penetrar vagarosamente, deliciosamente, eu sentia cada centímetro daquela pica desconhecida entrar dentro de mim, eu comecei a gemer, e sentir algo como nunca. eu só pensava que estava sendo penetrada por outro homem, era como eu estivesse sonhando. meu tesão era enorme (talvez apimentado por uma situação proibida) quando eu dei por mim que estava realmente trepando, como não podia fazer mais nada me restou aproveitar da situação e me entregar inteira para aquele homem proibido, comecei a apertar a bunda dele, fazendo que eu comandasse os movimentos da penetração. logo invertemos de posição e pude ver aquela rola pela primeira vez… peguei-a com muito carinho e fui sentando em cima dela até sentir seus pentelhos roçando na minha bunda, comecei a rebolar, ir pra frente e pra trás até ver a cara de satisfação dele, logo, ele me virou de quatro e começou a meter vigorosamente, ele apertava minha virilha enquanto enfiava aquele cacete gostoso e ficava roçando os pentelhos na minha bunda, quando ele estava para gozar ele perguntou se podia gozar dentro de mim e falei que não, ele tirou pra e gozou na minha bunda, onde pude sentir aquela porra quente escorrendo. nos recompomos, e eu já estava totalmente descontraída, quando fomos tomar banho de banheira, ficamos nos tocando e eu pude brincar com aquela rola que me deu tanto tesão a minutos atras, ele sentou na beira da banheira e eu fiquei dentro d’agua apoiada no meio de sua pernas olhando para aquela rola já apontada na minha direção, não resisti e comecei a chupar, passava a língua das bolas a cabeça daquela rola, mas não conseguia engolir muito somente a cabeça, pois era grossa quando percebi que ele poderia estar pra gozar novamente eu parei e sugeri que voltássemos pra cama, mas ele falou agora é sua vez. ele pediu pra ficar de quatro, e começou a lamber minha boceta, passando a língua no meu cuzinho, eu me contorcia toda e logo senti aquela rola deliciosa na minha buceta novamente… quando eu estava acostumando, ele perguntou se eu já tinha feito sexo anal, eu disse que não mas não então ele falou que eu iria me surpreender. eu já não podia negar nada pra ele e deixei ele tomar conta da situação, logo senti uma pressão no meu cuzinho e não deixei, ele colocou o dedo e achei muito estranho e doeu doeu e fiquei apreensiva, mas estava com tesão, ele fazia movimentos leves com o dedo me fazendo sentir prazer pelo cu. eu nunca havia sentido isso, de repente ele tenta colocar a cabeça e eu grito e saio não consegui relaxar mas ele estava com tanto tesão que logo veio a gozar e mais uma vez gozou em cima da minha bunda, foi maravilhoso, tomamos banho, nos arrumamos e voltamos pro trabalho sem almoçar e como se nada tivesse acontecido. depois disso ainda saímos mais umas vezes, cheguei a chupar e dar pra ele dentro da empresa, ia no sábado trabalhar de saia só pra ele poder me comer rapidamente. Depois já num segundo casamento depois de uns 3 anos voltei a sair com ele, hj perdemos o contato, mas ainda sinto desejo de dar pra ele, hj resolvi contar pois guardo pra mim há alguns anos sem ter com quem dividir. Apesar de que algumas amigas mais próximas sabiam do meu rolo com ele e ele comias outras lá na empresa. Votem e comentem, vou detalhar as outras transas com ele, primeiro anal e depois dentro da empresa…
Bjos, Kira.

4565 views

Contos Eróticos Relacionados:

Ela me traiu e me contou

Olá os nomes que vou relatar são fictícios para preservação de nossa privacidade, mas o conto é real e ela me traiu e me contou, e eu gostei rs. Espero que gostem, peço desculpa se algo não...

LER ESTE CONTO

Jogo de sedução entre mãe e filho termina em uma bela foda

A vida sexual está atualmente limitada ao trabalho manual, ou seja, punhetas que obviamente não é propriamente gratificante. Com minha mãe, não tenho tanta certeza de como as coisas funcionam. ...

LER ESTE CONTO

Filha curiosa ficou doida ao ver o pau do papai

Acho que papai ficou meio chocado com o que falei, pois ele olhou fixo em meus olhos com cara de surpreso. Confesso que fiquei preocupada com a reação que teria, mas rapidamente me aliviei ao ver um leve e safado sorriso ser estampado em seu rosto. - Que isso filha... Nem é tão grande assim, disse ele. Então mais aliviada e vendo que ele havia levado na esportiva disse: - Então deixa eu ver.

VER

Descobrindo o prazer

Descobrindo o prazer - Irei nos apresentar, somos casados há 20 anos, ela uma mulher maravilhosa, morena, 39 anos, 1,59 de altura, cabelos lisos, seios médios e deliciosos, muito fogosa. Eu sou...

LER ESTE CONTO

1 - Comentário(s)

  • Dido 15/07/2023 13:48

    Que delicia seu rolo, senti tesao. queri afotos suas , tem insta?

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 3 + 1 = ?

ContoErotico.Blog - O Seu Site de Contos Eróticos 

Aqui no Blog Conto Erótico, nós trazemos todos os tipos de contos eróticos para alegrar e animar o seu dia. Nossos contos eróticos são enviados por nossos leitores e colocados aqui para excitar a todos. Sempre postamos contos eróticos com fotos, pois sabemos que isso deixa a história mais real e fácil de ser imaginada. Histórias porno, contos picantes, contos de sexo, fábulas eróticas, não importa qual o nome você dê, nós traremos tudo que você precisa para se divertir.

Todos os nomes dos contos eróticos são alterados por nossa equipe para preservar a identidade de todos, e todos os personagens que participam de nossas histórias eróticas são maiores de 18 anos.

Contos Eróticos Com Fotos

Todos os nossos contos tem pelo menos uma foto, pois sabemos que ler um conto erótico com foto é bem melhor do que só ler uma história solta, sem nenhuma imagem para ilustrar. As fotos dos nossos contos são meramente ilustrativas, são retiradas da própria internet, de sites pornográficos que divulgam essas imagens de forma gratuita.

Caso alguma imagem dos nossos contos eróticos com fotos pertença a você e você quer que seja removida, basta entrar em contato e enviar o link do conto que faremos a substituição. Algumas imagens também são enviadas pelos próprios autores dos contos.

Caso você precise entrar em contato conosco, basta usar a nossa página de contato.

Para enviar contos eróticos para serem publicados em nosso site, vá até a página "Enviar Seu Conto Erótico" e escreva sua história que postaremos aqui.

Buceta - Xvideos - Video de Sexo - Filme Porno - Porno Brasileiro - Bucetas - Zoofilia - Porno - Xvideos PutinhasMulheres Peitudas - Porno Nacional - Porno Español - Acompanhantes Campinas - Pornozao - Acompanhantes RJ - XXX - Porno Gratis - Contos Eróticos - Sexo Gay - Dog Porn - Sexo Com Animales - Contos Eróticos Incesto - Relatos Calientes - Porno Buceta - Ursos Pelados - Pornolandia - Cnnamador - Xvideo - Xvideos Porno - X videos - Corno Blog - Mega Filmes - Putaria Telegram - Xvideos Onlyfans - Homem Pelado

Contos Eróticos

© 2024 - Conto Erótico - ThePornDude