Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Conto Erótico » Contos Eróticos de Corno » Fui de Curitiba para iniciar um casal em SP

Fui de Curitiba para iniciar um casal em SP

Publicado em 20/01/2023 por Bruno

Fui de Curitiba para iniciar um casal em SP – Faz algum tempo que não escrevo, pandemia atrapalhou bastante e acabei ficando meio ausente. Vamos, lá sou de Curitiba e saio com casais e mulheres há algum tempo, e pouco mais de seis meses recebi o contato de Fred, casado com Bia, assim vou chama-los, ambos com 25 anos. Fred disse que tinham a fantasia de ver outro comendo ela, ele queria ser corno, se sentir humilhado, e depois limpar a esposa cheio de porra. Só tinha um detalhe eles eram de São Paulo e eu de Curitiba.

Coincidências da vida tive que ir a um evento em São Paulo pela empresa e conversando descobri que Bia também iria o mesmo evento. Marcamos de nos conhecer no local, afinal o teatro do evento era dentro de um shopping assim eles ficariam tranquilos em conversar.

No dia do evento, havia um coffee break no início e acabei conhecendo já Bia, um morena de pele clara, cabelo até o meio das costas liso, estava vestida com uma calça social, onde realçava uma bela bunda redonda e arrebitada, com uma camisa social branca e salto alto. Seu sorriso ao me ver foi encantador, mas o nervosismo era nítido, pois, havia pessoas de seu trabalho com ela, acalmei ela dizendo para não se preocupar que não era hora de falar sobre o assunto, mas disse o quanto era linda e me deixou com mais vontade.

Na hora do almoço fui a praça de alimentação, quando vejo Bia em minha direção, perguntei onde estava o pessoal de sua empresa, ela disse que foram almoçar em outro lugar, e com desculpa de ficar comigo falou que não iria , pois, queria fazer algumas compras no shopping.

Começamos a conversar, onde aos poucos ela foi se abrindo, dizendo que seu marido queria muito, ela relutou no começo, mas o fato de eu ser um cara de fora deixou ela mais tranquila. Falei que não faria nada que ela não quisesse e sei respeitar o limites de cada um. Foi quando ela me disse que a condição dela fazer isso seria se sentir puta, que alguém trata-se ela como uma vadia, coisa que o marido dela não faz, que já que iria dar para outro queria se sentir assim.

Conversamos bastante, até a hora do retorno ao evento. A noite ela se despediu, voltei ao hotel que por acaso era na frente do shopping, quando recebe mensagem de Fred, dizendo que sua esposa chegou em casa molhada, e já foram metendo, disse que se surpreendeu com a atitude da esposa em vir falar comigo, mas ela gostou pelo fato de eu ser um cara alto, e se sentiu segura comigo, mandou algumas fotos dela e daquela bunda branquinha espetacular.

No segundo dia de evento quando cheguei não encontrei BIA, logo fui entrando ao teatro quando recebo uma mensagem, era BIA dizendo, meu marido te contou que cheguei molhada em casa por sua causa, transamos falando seu nome, se rolar entre nós você cuida de mim, mas me faz me sentir puta? Disse a ela que não via a hora de pegar ela gostoso e fazer ela se sentir a mulher mais puta do mundo.

Ficamos mandando mensagem a manhã toda, quando era por volta de 11:30 horas ela me pergunta se meu hotel era seguro e se eu levaria ela para conhecer, pois, ela não estava aguentando mais de vontade de dar.

AS 12 horas esperei ela no último andar e fomos ao hotel, falei com o porteiro e paguei por fora para ela entrar, entramos no quarto e já fui agarrando ela por trás e beijando seu pescoço, seu cheiro era muito bom, minhas mãos seguravam seus seios acariciando, virei BIA e começamos a nos beijar, fui desabotoando sua camisa, abri sua calça e deixei ela só de lingerie, branca com detalhes de renda. Levei BIA para cama, onde tirei seu sutiã e vi belos seios médios, com bicos rosados e pequenos, que chupei, descendo pela sua barriga cheguei a sua virilha, onde antes de tirar seu fio dental lambia ao redor, enfiei minha mão por trás de sua bunda redonda, qual pude finalmente sentir, tirando sua calcinha me deparei com uma bucetinha toda depilada, rosada , babando tesão, que chegou esticar quando tirei sua calcinha.

Seu clitóris era pequeno, fui lambendo aos poucos, passava a língua ao redor de sua bucetinha provando seu mel que escorria, quando iniciei leves lambidas em seu clitóris, aos poucos sugava, aos poucos lambia, e aumentava o ritmo conforme seu gemido, e assim fiquei algum tempo até sentir ela levantar o quadril e em um gemido alto soltar seu gozo, ela tremia, olhei paro o lençol estava todo molhado de sua buceta.

BIA me pediu um beijo, disse que queria sentir o gozo da buceta dela em minha boca, que nunca havia gozado na boca de ninguém, que seu marido mal chupava ela. Eu estava no meio de suas pernas enquanto beijava ela e roçava o pau em sua bucetinha, mas estava tão molhada que quando me dei conta meu pau escorregou para dentro, falei a BIA que iria pegar camisinha, ela disse eu não tenho problema algum, nem posso engravidar, não tira este pau dai de dentro.

Falei é isso que você quer, então a partir de agora você vai ser minha putinha. Comecei a socar no papai-mamãe, socadas fortes, BIA gemia alto, imaginei que o hotel inteiro estava ouvindo. Mandei ela ficar de quatro, queria ter o prazer de ver aquela linda bunda arrebitada, junto com aquela bucetinha rosa, encaixei a cabecinha do pau e deixei entrar tudo, quando senti só minha bolas para fora, comecei o vai e vem. Segurei firme BIA pela cintura e iniciei as socadas fortes, hora uma mão estava enrolada em seu cabelo, hora outra estava deixando sua bunda vermelha, ao mesmo tempo chamava ela de puta, vadia, cadela, biscate, que era casada mas estava sendo fodida por outro cara. Sua bunda tinha desenhado minhas digitais e quanto mais eu socava e xingava BIA, mais ela ficava molhada, quando senti ela gemendo e mordendo meu pau com sua buceta em um novo gozo.

BIA se deitou pela cama para relaxar as pernas, com a visão linda daquele corpo e aquela bunda gostosa branca, mas vermelha de meus tapas dando mole, logo fui por cima, encaixei meu pau novamente em sua bucetinha e comecei a comer ela de costas.

Agora estava mais próximo de seu ouvido, socando e falando besteiras em seu ouvido ela me pediu porra, perguntei onde ela queria, disse que só não poderia ser na boca, porque ela não gostava. Voltei a socar forte e falei a ela que iria gozar em sua boca sim, porque putinha só obedece e que se ela não tinha provado porra ainda hoje era o dia.

Anunciei meu gozo e mandei ela virar, ela até tentou fechar a boca, mas soltei alguns jatos de porra em sua cara, quando termino de gozar vejo BIA mamando as últimas gotas de porra em meu pau, limpando, falei isso mesmo putinha, bebe minha porra e limpa bem meu pau segurando em seu cabelo e fazendo movimentos com sua cabeça.

Fui de Curitiba para iniciar um casal em SP

Fui de Curitiba para iniciar um casal em SP

Terminamos e já era 13:40 horas, o evento retornava as 14:00 horas, corremos ao banheiro quando BIA se deu conta que tinha porra até no seu cabelo, se vamos e quando BIA foi colocar a roupa não aguentei, vi aquele corpo gostoso e agarrei por trás, ela tentou evitar dizendo que estávamos atrasado, mas encaixei o pau por trás e já comecei a socar, falei que ela iria ficar com minha porra a tarde toda, na buceta e na boca, assim fiz, enchi sua buceta de porra, ela só colocou a calcinha e a roupa e corremos para o evento.

No período d atarde, ela mandava mensagem dizendo que estava com gota de porra na boca e sua bucetinha estava escorrendo, que sorte que a calça era preta por que se não iria aparecer, disse que eu era um safado e ela estava se sentindo uma vagabunda, por que eu fodi ela toda, gozei na boca que ela nunca deixou antes, estava cheia de porra de outro macho, e confessou que seu marido não sabia.

Nesta hora fiquei surpreso, quando ela me confessou que eles combinaram de me convidar para sair no próximo dia a noite, o que rolou hoje foi o tesão acumulado dela, disse que não aguentou e acabou deixando rolar sem o marido saber, e me pediu para não contar a ele também.

A noite Fred me manda mensagem convidando para comer sua mulher depois do último dia do evento, mal sabia ele que eu já tinha devorado sua esposa.

No dia seguinte BIA me agradeceu por não contar ao marido e disse que queria mais a noite, mas tinha algumas condições, meu marido não vai gostar se você gozar em minha boca, nem me xinga tanto, rs, esta fantasia de ser tratada como puta era só minha, a dele era ser corno apenas.

A noite eles passaram me pegar no hotel e fomos a um barzinho, bebemos, comemos e falamos muitas besteiras, e quando Fred saia da mesa, rolava a maior esfregação, até nos beijamos escondidos, algumas pessoas das outras mesas ficavam nos olhando sem entender muito.

Saímos do bar, fomos a um motel, chegando lá falei a Fred me deixar sozinho com BIA, mandei ele ficar no carro, ele tentou relutar um pouco, mas disse a ele, você quer ser corno, então obedece, assim a BIA se solta mais, e a hora que você ouvir ela gemendo pode entrar.

BIA entrou no quarto e disse você é louco, não sei como meu marido aceitou, falei a ela é assim que se trata um corno, e você como minha putinha vai dar novamente sozinha, depois ele vem assistir.

Quando Fred entrou no quarto sua esposa estava de quatro e eu com o pau inteiro dentro dela, com a bunda vermelha. Olhei para ele e falei, vem cá ver como sua esposa esta arrombada, vem colocar meu pau dentro de sua mulher, tirei meu pau e fiz ele encaixar novamente em BIA. Mandei ele fica bem pertinho e ver a buceta da mulher dele engolindo outro macho, voltei a socar na BIA, e mandava seu marido chupar a buceta dela enquanto meu pau entrava e sai, cheguei a sentir várias vezes uma língua em meu pau, tirei novamente e mandei ele chupar a buceta dela, encostei bem a cabeça dele perto da bucetinha dela, enfiei o pau em BIA e tirei, e enfiei na boca dele, mandei ele chupar meu pau com gosto da esposa dele, chupa minha pica com gosto da buceta de sua mulher, senti outra pica que ta fodendo sua esposa.

Virei BIA e mandei ela chupar junto, deitei na cama e mandei bia sentar no meu pau, mas era para o Fred encaixar meu pau na buceta dela, assim ele fez, conforme BIA cavalgava eu a chamava de puta, o marido de corno e dava tapas na bunda dela. Mandei o marido dela ir chupar minhas bolas que eu queria encher a mulher dele de porra, ele disse que era para eu gozar fora por segurança, falei apenas chupa que eu gozo onde eu quiser.

Assim fiz, soquei forte até começar a esguichar porra dentro de BIA, ela rebolava com aquela bunda gostosa tirando até última gota de porra do meu pau.

Pedi para ela sair de cima e deitar na cama, e mandei seu marido chupar ela, ele quis relutar, falei que era para ele chupar e chupar sempre a esposa, que um bom corno obedece, que a cereja do bolo era ele provar o leite de outro macho em sua mulher. Aos poucos ele foi chupando, quando vi que ele tinha realmente porra na boca mandei ele beijar BIA, ele perguntou a ela se não tinha problema, ela o agarrou e se beijaram dividindo meu esperma.

Fred foi o primeiro a ir ao banheiro se limpar, BIA me olhou com cara de surpresa, dizendo que eu era louco, que o marido dela era todo contra tudo aquilo, como fiz tudo acontecer naturalmente. Disse a ela que se o cara que quer ser corno, ele tem no fundo o sentimento de humilhação, e ele precisava se libertar, assim como ela, e que também precisava chupar mais ela, uni o útil ao agradável.

Saímos do hotel, perguntei se BIA poderia ir atrás no carro comigo, Fred aceitou e óbvio que coloquei BIA para cavalgar no meu pau no banco de trás, como ela estava de vestido foi mais fácil, mas Fred pediu para ela tirar assim ele poder ver melhor.

Pedi para BIA virar para frente, ficar com o rosto próximo ao marido, entrei nela por trás e enquanto eu socava em sua bucetinha mandei ela dizer para o corno que ela estava fazendo. BIA dizia que estava dando para outro, fala que você e seu marido são, somos dois putos, você um corno que esta dirigindo e eu uma puta toda fodida, enquanto eu te xingo tem um macho metendo em sua esposa. Fred tirou pau para fora e começou a se masturbar. Disse a ele que eu iria encher a boca da esposa dele de porra, ele olhou pelo retrovisor e disse que ela não gostava, falei a ele que estava na hora de ela aprender a gostar, mandei ele estacionar para ver bem, BIA se abaixou no chão eu sentado no banco ela começou a me chupar, quando anunciei o gozo, mandei ela abrir bem a boca e falei olha sua gata bebendo leite, e soltei meu jato de porra, BIA ainda inexperiente cuspiu para fora, mas logo soltei outro e enfiei o pau na boca dela, chupa BIA aprende a beber porra para agradar seu marido. Fred se masturbando vendo a cena se gozou todo o banco da frente.

Nos recompomos e me deixar no hotel, na hora do tchau BIA me deu um abraço forte, daqueles com gosto de saudades.

Era quase 03:00 da manhã eu e BIA conversávamos no watts, ela ainda sem acreditar no que aconteceu, disse que chegou em casa com a bucetinha toda dolorida, que ainda bem que seu marido gozou o carro porque não aguentaria dar mais, mas disse que foram felizes para casa, que na hora de dormir seu marido a beijou e disse que ele estava se sentido muito corno, mas feliz, e que ela o surpreendeu bebendo porra que o beijo dela estava ainda com meu cheiro.

No dia seguinte retornei embora, mas ganhei uma grande amizade, qual nos falamos quase sempre. Alguns dias depois BIA criou coragem e contou que havia dado antes para mim, que não se aguentou, seu marido gostou e transaram com ela contando como foi, ai ele entendeu por que eu tratei eles naquela noite como puta e corno, me prometendo que vai mandar BIA sozinha para Curitiba, oba!

Casais, casadas e solteiras que também querem realizar suas fantasias entram em contato [email protected] .

Abaixo você encontra outros contos eróticos de corno bem gostosos:

Revelação surpreendente

Minha esposa japa e meu amigo

1936 views

Contos Eróticos Relacionados:

Meu vício é foder dentro do carro

Meu vício foder dentro do carro, na verdade é dar a bunda dentro de meu carro, amo dar meu cuzinho em estacionamentos. Eu e meu marido formamos um jovem casal, de famílias tradicionais e bem...

LER ESTE CONTO

Adorei ver minha esposa gozando no pau do negão

Adorei ver minha esposa gozando no pau do negão nessa foda louca que ela fez em pleno domingão as 3 da tarde. Eu me chamo André e tenho um fetiche um pouco diferente dos outros, eu gosto muito de...

LER ESTE CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 1 + 1 = ?

ContoErotico.Blog - O Seu Site de Contos Eróticos 

Aqui no Blog Conto Erótico, nós trazemos todos os tipos de contos eróticos para alegrar e animar o seu dia. Nossos contos eróticos são enviados por nossos leitores e colocados aqui para excitar a todos. Sempre postamos contos eróticos com fotos, pois sabemos que isso deixa a história mais real e fácil de ser imaginada. Histórias porno, contos picantes, contos de sexo, fábulas eróticas, não importa qual o nome você dê, nós traremos tudo que você precisa para se divertir.

Todos os nomes dos contos eróticos são alterados por nossa equipe para preservar a identidade de todos, e todos os personagens que participam de nossas histórias eróticas são maiores de 18 anos.

Contos Eróticos Com Fotos

Todos os nossos contos tem pelo menos uma foto, pois sabemos que ler um conto erótico com foto é bem melhor do que só ler uma história solta, sem nenhuma imagem para ilustrar. As fotos dos nossos contos são meramente ilustrativas, são retiradas da própria internet, de sites pornográficos que divulgam essas imagens de forma gratuita.

Caso alguma imagem dos nossos contos eróticos com fotos pertença a você e você quer que seja removida, basta entrar em contato e enviar o link do conto que faremos a substituição. Algumas imagens também são enviadas pelos próprios autores dos contos.

Caso você precise entrar em contato conosco, basta usar a nossa página de contato.

Para enviar contos eróticos para serem publicados em nosso site, vá até a página "Enviar Seu Conto Erótico" e escreva sua história que postaremos aqui.

Buceta - Xvideos - Video de Sexo - Filme Porno - Porno Brasileiro - Bucetas - Zoofilia - Porno - Videos Porno - Xvideos PutinhasMulheres Peitudas - Porno Nacional - Acompanhantes Campinas - Nacional Porno - Pornozao - Acompanhantes do RJ - XXX - Porno Gratis - Telegram Putaria - Acompanhantes Porto Alegre

Contos Eróticos

© 2023 - Conto Erótico - ThePornDude