Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Conto Erótico » Contos de Incesto » Ilha deserta com minha tia

Ilha deserta com minha tia

Publicado em 24/12/2022 por Cavalheiro0013

Ilha deserta com minha tia – Na época eu era novinho, era um pouquinho acima do peso, passava uma boa parte do dia batendo punheta, e na maioria das vezes era pensado na minha tia, ela se chama Maria, tinha uns 30 anos, é loira, os peitos tamanho médio e uma bunda não muito grande, mas é bem redondinha. Ela morava no Rio na época e só vinha em algumas vezes no ano, e sempre me mimava muito, me enchiam de presentes, e sempre foi muito brincalhona e adorava me constranger, fica fazendo perguntas indecentes, e algumas vezes me segurava e quase arrancava o meu short rindo dizendo, “deixa eu ver esse piruzao”, podia ter mil pessoas que fazia isso, mas eu adorava ela. Era verão e o seu marido entrou de férias e eles vieram passar aqui e estava dia quente e era bem cedo e estava um sol forte, e o marido dela iria sair de barco para pescar com um amigo em alto mar e só quase voltaria a noite, ela pediu para eles a levaram para uma ilha deserta para ela passar o dia, e levou para fazer companhia, arrumamos as nossas coisas e fomos.

Chegando na ilha pegamos as nossas coisas e o eles sumiram em alto mar nos deixando sozinho, eu e ela se abrigamos debaixo de uma árvore, eu tirei a camisa ficando só de short, ela tirou a roupa ficando só de biquíni, um rosa florescente que chama muito atenção, cobria só a sua bucetinha e os bicos do seu peito e sumia na sua bunda, ver ela passando protetor solar estava me deixando muito excitado e estava com um short leve e minha ereção estava um pouco visível, disse que iria para água e corri, ela viu e deu um sorriso de lado e me chamou de sem vergonha, ela ficou na areia e depois veio para água que nós cobríamos um pouco acima da cintura, e ficamos conversando até que ela começou a fazer perguntas indecentes e a brincar comigo,” já está batendo muita punheta?”, “só viu uma mulher de biquíni já ficou duro hahaha”,  “não gozou na água não né? , eu sem graça não respondia direito e ela se divertindo com meu constrangimento,” a não! Gozou na cueca? Haha”.

Ela se acabando de rir da minha e continuava e eu comecei a jogar água nela que começou a jogar em mim de volta e ficamos jogando em um no outro, e ela me veio para cima de mim e começou a tentar me dar caldo e eu agarrava nela, que parava para ajeitar o biquíni que os biquinhos estavam querendo escapar e toda hora eu esbarrava neles e estava ficando excitado de novo, até que tive uma ideia e agir por impulso, e brincando conseguir desamarrar o seu biquíni no pescoço dela e caiu deixando os seus peitinhos desnudos, os bicos pequenos marrons, foram rapidamente cobertos por suas mãos, o meu pau lateja na cueca, pedi desculpas dizendo que foi sem intenção, ela respondeu estava tudo e me pediu para ajudar amarrar.

Ficou clima morto entre nós por conta da situação e ela teve a ideia de exploramos a ilha e quando estava saindo da água, já estava quase na areia ela vem por trás me empurra e fazendo eu cair de barriga no chão, com eu desprevenido ela começou a arrancar o meu short que estava indo com a cueca

_ haha! Filho da puta, quis me deixar sem roupa, agora ficar peladao!

Me virei desesperado com uma mão cobria o meu piru e a outra tentava segurar as minhas calças que já estavam no joelho, ela tinha toda avante e as ondas batia com a água na minha dificuldade, a minha reação, não jeito, ela arrancou a minha roupa e correu para dentro do mato gritando “peladao”.

Demorei uns minutinhos para se levantar e sem pensar direito corri para dentro do mato atrás dela e cobrindo o meu pau com as mãos, lá para dentro a mata era mais baixa e ela já tinha escondido as minhas roupas

_ Você nudista? hahaha

_ cadê meu short? Me devolve!

_ Eu não! Vamos andar um pouco, talvez eu devolva

começamos a caminhar

_ grava por de onde viemos, se não vai voltar para casa só com a camisa, haha!

Ela andava na frente e eu peladao atrás acompanhava era constrangedor e prazeroso ao mesmo tempo, de ela está me vendo pelado, estava meio excitado, tinha várias árvores e encontramos um pé de goiaba que era um pouco alto e ela fez subir para pegar uma para ela, pois ela me ameaçou não devolver minhas roupas, a conhecendo achei melhor obedecer, tive que subir usando as duas mãos deixando o meu piru livre, para sua satisfação, peguei umas goiabas e fui descer

_ não sabia que goiaba tinha olho hahah

e ela comeu a goiaba e eu tinha me acostumado um pouco e esqueci de cobrir o piru

_ Pelos menos já tem a rolinha bunitinha,  tá rasdinho

fiquei com vergonha e cobrir novamente e fui andando frente, voltando para a praia, tinha gostado do elogio e fiquei distraindo e senti tapa na bunda e ela agarrou apertado em seguida.

_ nossa que bundinha gostosinha!

Olhei ela está rindo e fui andando mais constrangido e ela continuou a da tapas e aperta e fui para trás, mas ela me obrigou a andar na frente e continuava me assediar, eu lutava para o meu pau não ficar duro, pois estava ficando difícil esconder ele, o assédio só parou quando ela disse precisava fazer xixi

_ Vou fazer ali, não me segue e fica longe, você não pode ver minha piriquita!

Ela entrou no mato um pouco mais alto e se abaixou, para o azar dela dava para vê-la, ela desarmou o biquíni e eu via podia ver a sua xerequinha, ela nem percebeu que eu conseguia a ver, meu pau super duro e muito excitado, comecei a bater a uma punheta, era a primeira que via uma de verdade

Ilha deserta com minha tia

Ilha deserta com minha tia

_ AAIIIII!

Ela deu grito e venho correndo em minha direção desesperada, nem tinha arrumado o biquíni, e com os olhos fechados na minha frente pedia “tira, tira” era umas formigas um pouco grandinhas que tinha agarrado na sua bucetinha, por medo não abria os olhos para ver o que era, tiver que colocar a mão em sua bucetinha e fui tirando uma por uma, e a acalmei dizendo ser apenas formigas e aproveitei para tirar uma casquinha e passei o dedo em sua xerequinha, ela viu que o meu pau lateja, ficou vermelha de vergonha e agradeceu e ajeitou o biquíni.

Continuamos andando e ela reclamava da bucetinha estar ardendo e eu cheiro o meu dedo que estava com cheiro de urina, pois ela saiu se mijando

_ aan! Deixa de tarado nojento!

_ Só estava vendo se estava com cheiro forte de urina

Ela ficou sem graça e vi que a minha vez de zoar, e fiquei tocando no assunto e ela só reclamava da ardência e coçava e eu com o meu pau estralando, chegamos na saindo por onde entramos e ela pagou a minha roupa e só devolveu a cueca

_ me devolve o short também!

_ não! Vou usar ele, não era para devolver a cueca, está muito engraçadinho, mas não aguento mais vê a essa rola dura!

_ tá ficando molhada de prazer ou mijo? hahah

_ Tomar no cu muleke, me respeita

Ela seria e eu ria, e ela se virou de costa e vestiu o meu short até o joelho, desamarrou o biquíni e vi sua bundinha totalmente nua, não me segurei e dei um tapa e sair correndo

_ CARALHO, muleke está ficando assonhado demais, não se assonha muito que hoje vai morrer só na punheta!

Ela vestiu o short e entrou na água para se lavar, mas como ela usou a unha para se coçar se arranhou e quando entrou na água salgada ardeu mais ainda e para piorar o short molhado colou no seu corpo, ela saiu e não aguentando mais tirou o short e se cobriu com a toalha, ficamos deitados no chão, já sentia o meu ovo doer

_ esse troço não desce!

_ Agora só gozando, já estou sentido dor

_ então bati logo!

Tirei a cueca até o joelho e comecei a bater na frente dela mesmo, já não estava aguentando mais, nem me importei, só precisava gozar

_ nossa você tem a rola bonita, nessa idade desse já tamanho e bem grossinha, imagina daqui a alguns anos!

Eu já tinha uns 13 ou 14 cm e grosso e afina na cabeça, e eu vi que ela estava gostando de me ver, não tirava o olho

_ Vou te ensinar a uma coisa!

Ela tirou a minha mão e pegou nele e encheu o meu pau de cuspiu e sua mão deslizava no meu pau para cima e para baixo

_ é só um agrado, pois fui eu que causei o problema, não passar disso!

_ ele bem grossinho mesmo, quase minha mão não fecha, não puder comer nenhum virgem, senão vai deixar a menina sem perereca!

Era muito senti outra mão além da minha, sua mão quentinha e ela cuspia e deixa mais gostoso, aproveitei o momento e coloquei o biquíni para o lado e descobri o seu biquinho

_ isso não!

_ é só para gozar mais rápido!

_ tá bom!

Já não aguento mais gozei litros de porra, nos limpamos e continuamos conversando.

Se passou hora já tínhamos lanchados e ela continuava se coçar e reclamar

_ tive uma ideia para poder aliviar!

_ graças a Deus! Que ideia?

_ Vai te que deixar eu fazer!

_ a fala sério! Tá bom não aguento mais, qualquer coisa ajuda!

Abrir isopor e peguei uma pedra de gelo e tirei a toalha e arreganhei as suas pernas, ela estava um pouco vermelha e ficou quieta, eu peguei o gelo e comecei a passar na sua bucetinha, ela com olhos fechados suspirava de alívio e agracia e continuei passando, o gelo derretia e eu pegava outro, e alguns minutos depois a minha mão começou a ficar melada e ela com expressão de prazer se segurava para solta um gemido, pensa em me parar, mas estava indo às nuvens, tinha esquecido as mordidas e aos poucos soltava uns gemidos, eu sentando com meu pau que estava duro na cueca que encostava na xereca, que eu abria e passava o gelo e ela já não segurava mais o gemido e acabou o gelo continuei a passar a mão e coloquei a rola para fora e ela sentiu quando eu encostei na sua xerequinha

_ não

_ não o quê?

_ para, não podemos, é errado!

Eu pincelava a sua bucetinha e brincavam com a cabeça na portinha e ela gemia

_ Nãuu enfia!

Já não aguento mais coloquei e a cabeça na entrada e empurrei para dentro, era bem apertada, mas estava muito molhada, facilitou a entrada, ela parou de reclamar e eu continuei bombando devagar e ela gozou a primeira vez, e ela se soltou, me vez deitar e subiu em cima de mim e encaixou a bucetinha e começou a cavalgar, puxei o biquíni deixou os peitos nus e os  apertavam enquanto ela kikava, e quando ela cansava inclinava o seu corpo ao meu e conseguiu chupar os peitos, ficamos alternando até ela gozar.

Ela deitou no chão, abrir as suas pernas e a fudi no papai e mamãe, e bombava com forma, já estava gozando e ela me pedia para segurar, queria gozar, ela enganchou as pernas em mim, me prendendo e quando senti a sua bucetinha se descontrair não aguentei e gozei em dentro.

Fudemos mais umas vezes antes antes de ir embora.

Veja outros contos de incesto logo abaixo:

Sendo iniciada pelos meus pais

Irmã mal comida e cheia de tesão

17557 views

Contos Eróticos Relacionados:

Comendo a buceta e o cu da sogra evangélica

Como sou muito tarado, acabei comendo a buceta e o cu da sogra evangélica e que nunca tinha feito anal, espero que gostem do relato abaixo, comentem o que acharam e me digam o que fariam no meu...

LER ESTE CONTO

Eu e minha amiga Aurora (o início)

Olá sou Oliver e vou contar o início de uma relação prazerosa e gostosa com minha amiga Aurora. Tenho 35 anos e ela tem 30, e sempre fui louco por ela, nem conto as vezes que tive sonhos picantes...

LER ESTE CONTO

1 - Comentário(s)

  • Andre Silva 26/12/2022 23:08

    Nossa que delícia de conto eu sou doido pra comer minha sobrinha.

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 1 + 4 = ?

ContoErotico.Blog - O Seu Site de Contos Eróticos 

Aqui no Blog Conto Erótico, nós trazemos todos os tipos de contos eróticos para alegrar e animar o seu dia. Nossos contos eróticos são enviados por nossos leitores e colocados aqui para excitar a todos. Sempre postamos contos eróticos com fotos, pois sabemos que isso deixa a história mais real e fácil de ser imaginada. Histórias porno, contos picantes, contos de sexo, fábulas eróticas, não importa qual o nome você dê, nós traremos tudo que você precisa para se divertir.

Todos os nomes dos contos eróticos são alterados por nossa equipe para preservar a identidade de todos, e todos os personagens que participam de nossas histórias eróticas são maiores de 18 anos.

Contos Eróticos Com Fotos

Todos os nossos contos tem pelo menos uma foto, pois sabemos que ler um conto erótico com foto é bem melhor do que só ler uma história solta, sem nenhuma imagem para ilustrar. As fotos dos nossos contos são meramente ilustrativas, são retiradas da própria internet, de sites pornográficos que divulgam essas imagens de forma gratuita.

Caso alguma imagem dos nossos contos eróticos com fotos pertença a você e você quer que seja removida, basta entrar em contato e enviar o link do conto que faremos a substituição. Algumas imagens também são enviadas pelos próprios autores dos contos.

Caso você precise entrar em contato conosco, basta usar a nossa página de contato.

Para enviar contos eróticos para serem publicados em nosso site, vá até a página "Enviar Seu Conto Erótico" e escreva sua história que postaremos aqui.

Buceta - Xvideos - Video de Sexo - Filme Porno - Porno Brasileiro - Bucetas - Zoofilia - Porno - Xvideos PutinhasMulheres Peitudas - Porno Nacional - Porno Español - Acompanhantes Campinas - Pornozao - Acompanhantes RJ - XXX - Porno Gratis - Contos Eróticos - Super HQ - Sexo Gay - Dog Porn - Sexo Com Animales - Contos Eróticos Incesto - Relatos Calientes - Porno Buceta - Ursos Pelados - Pornolandia - Cnnamador - Xvideo - Xvideos Porno - X videos - Corno Blog

Contos Eróticos

© 2024 - Conto Erótico - ThePornDude