Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Conto Erótico » Contos Eróticos Gay » Me conhecendo com meus amigos de escola – Parte 5 (madrugada em 100%)

Me conhecendo com meus amigos de escola – Parte 5 (madrugada em 100%)

Publicado em 14/11/2023 por Suky Nawa

Após nossa noite o Tom acordou cedo junto com os pais dele, ajudou eles a carregar o carro e ficamos somente o Tom a Josi e eu novamente na casa. Assim que ele voltou eu tinha acordado, estava no colchão deitado só, éra umas 5:00 da manhã, bem cedo.

Tom – Está acordado japa?

Eu – To… vou dormir, ta cedo demais…

Tom – Ta bom…

Ele foi no banheiro, voltou e deitou atrás de mim, se cobriu e começou a passar a mão na minha bunda bem devagar, e a tirar meu pijama, deixei pois já tinha pensado comigo de aproveitar o domingo, seria o último dia la… percebi que ele já estava sem o pijama e senti ele encostar em mim, senti uma coisa gelada na minha bunda, fui pra frente…

Eu – O que é isso?

Tom – Passei no quarto dos meus pais e peguei o gel rsrsr, sem crise agora.

Eu – você é louco, sua irmã esta ai do lado…

Tom – éla está dormindo, passei la e não escutei nada…

Depois de falar isso ele continua a acariciar minha bunda, e eu começo a escutar um barulhinho de punheta, quando vc ta com bastante gel… sabe aquele barulhinho bem característico… Ele vem com uma mão e levanta uma bandinha da minha bunda e passa a outra mão no meinho com éla cheio de gel, e foi passando pra cima e rodiando com o dedo meu buraquinho… o filha da mãe sabia como fazer, eu já tinha perdido o sono na hora, logo depois já colocou o pau dele na minha bundinha, perto da entrada e ficou tentando forçar, mas como éramos meio “inexperiente” ficou meio torto e não ia, até que eu fui e empinei a bunda pra ele, colocando o corpo um pouco pra frente, ele percebeu e disse:

Tom – ummmmm, agora sim, já esta pegando o jeitinho né… vou acender o abajur, seu bundão é gostoso de mais, delicia.

Eu – Vai devagar. (falei já dando um sorriso, eu realmente estava gostando de tudo aquilo, o que eu mais amava era a ideia de que os garotos estavam querendo eu, e que eu conseguia fazer eles gozarem, os elogios do meu boquete, da minha bunda gostosa grande e branquinha, tudo… já estava me entregando, na minha cabeça eu queria só descobrir mais).

O Tom foi vindo e eu me ajeitei numa posição boa pra ele… senti ele encostar de novo e guiar o pau dele bem na entradinha do meu cuzinho, foi forçando bem devagar, ia e voltava, já dava pra escutar a respiração dele atrás de mim… Relaxei um pouco e em uma forçadinha dele entrou a cabeça, deu pra sentir aquela entradinha no meu anelzinho, senti uma dorzinha de inicio… Dei uma respirada e logo ele tirou e colocou de novo, ficou fazendo isso, e parava um pouco, quando ele colocou de novo eu dei uma forçada com a bunda pra traz pra entrar mais, eu já estava ficando impaciente querendo que ele começasse a colocar mais fundo, pra eu sentir de novo aquelas bombadas que ele tinha me dado na cama dos pais dele…

Tom – Vamos devagar que nem você sempre pede, não é devagar que você quer? Ou não?

Eu – Para Tom… (falei baixinho abraçando o travesseiro)

Tom – Não vou colocar mais se você não pedir…(ele foi e tirou o pau e começou a se punhetar)

Eu – Vem, eu quero que você coloca mais… (falei bem baixinho e com vergonha, porque não tinha pedido isso ainda… mas como falei eu estava determinado a provar de tudo)

Tom – Ummmm agora eu vou… vamos fazer gostoso.

Ele veio de novo, passou um pouco de gel de novo no pau dele e colocou pra dentro só a cabeça, colocou a s duas mão na minha bunda e começou a empurrar mais pra dentro, indo e voltando, e eu já me arrumando, sentindo aquele pau entrar em mim de novo, gostando e deixando ele fazer o papel dele, eu queria começar a ouvir ele respirar fundo atraz de mim e sentir ele pegar mais forte como se estivesse sentindo muito tesão. Ficamos assim até que ele colocou tudo, senti o corpo dele colar no meu, ele me deu um abraço pela barriga e deu uma enfiada a mais ainda empurrando seu corpo em mim… eu deixei ele fazer o que ele queria, ficou brincando comigo la no colchão, nos dois de ladinho… e então ele fez algo diferente, levantou minha perna me deixando mais aberto.

Tom – Fica com éla erguida, da pra entrar mais, quero colocar tudo, quero sentir ele todo dentro…

Eu – Ta bom, mas não consigo segurar éla pra cima… rsrs

E já foi querendo levantar, ele me segurou, levantou minha perna esquerda com um dos braços, e continuou a enfiar em mim… (me senti uma garota naquela hora, ele éra forte como eu já havia comentado, mas aquela posição e ele fazendo isso me deixou com um tesão maluco…) foi aumentando o ritmo e com isso os barulhos, ficamos um tempo nessa posição e ele tirou ficou de joelho abaixado na cama segurando minha perna pra cima… eu la deitadinho no colchão já sem saber o que fazer, só esperando as ordens, ele coloca minha perna esquerda no obro dele, levanta minha outra perna e coloca no outro ombro… Eu fico na hora vermelho de vergonha, pois eu estava de frente pra ele pela primeira vez daquele jeito, e com as pernas no ombro dele, tipo frango assado, eu foi virei o rosto e fiquei olhando pro lado, senti ele guiar o pau dele no meu cuzinho de novo, sem falar uma palavra, colocou na entradinha e enfiou devagar, mas colocou tudo até encostar e me empurrar… pela posição deu a parecer que entrou bem mais do que antes, então deu uma gemidinha de dor involuntária.

Me conhecendo com meus amigos de escola - Parte 5 (madrugada em 100%)

Me conhecendo com meus amigos de escola – Parte 5 (madrugada em 100%)

Tom – Quer gemer agora Su? Não ta com medo da Josi te ouvir?

Depois de falar isso aumentou o ritmo e ficava olhando pra mim, eu já estava ofegante com tudo aquilo, e cada empurrada dele eu soltava um ar, porque minhas pernas estavam pra cima e ele me forçando pra baixo, então quando ele empurrava eu ficava soltando aquela respiração, ele começa a aumentar o ritmo de novo e eu pra mostrar que estava gostando dava uns gemidinhos junto com o ar a cada empurrada… ele já estava ficando quente e começando a suar, e não abaixava o ritmo, mesmo fazendo barulhinho de batida da minha bunda nas pernas dele… ele já cansando tira minhas pernas para o lado esquerdo dele me deixa de ladinho, sem tirar o pau de dentro de mim segura minha banda que ficou pra cima e volta a enfiar de novo, mas agora olhando pra minha bunda e me chamando de gostosa.

Tom – Gostosa, que cuzinho gostoso, apertadinho e quentinho… quero comer sempre… vou gozar dentro de você de novo…

Eu – mmmm, mmmmm goza, pode gozar….

Quando eu falei isso foi um gás pra ele, sem se preocupar aumentou a velocidade e foi mais forte, as batidas começaram a ficar mais alto e eu que num estalo lembrei que não estávamos sozinhos, que a Josi estava do lado, fui pra traz um pouco e apontei pro quarto dela.

Eu – Tomm, a Josi vai ouvir, vai de vagar…. você esta batendo muito forte…

Tom – Relaxa Su… Para de falar dela…

Eu – ….. éla vai acordar…

Ele nem ligou me puxou pro lado, me deixando de bruços, deitou em cima de mim e eu pude sentir aquele corpo maior que eu, pesado, todo quente e suado já, continuar a enfiar em mim com vontade, mas agora sem barulho pois tenho um bumbum grande e ele não conseguia ter espaço para tirar o pau e fazer a batida, tinha que ficar perto pra enfiar e voltar., rsrs, ele tira o pau de mim fica de joelho segura minhas ancas e me sobe como se pesasse 2 gramas, me deixando de quatro no jeito já… estava só olhando pra traz de cara no travesseiro e com a bunda arrebitada… Ele só precisou chegar perto e me comer… me senti uma garotinha indefesa morrendo de tesão rsrsrsr, que se dane o barulho, arrisquei até umas gemidinhas diferente na hora… foi quando ele me puxou e começou a gemer, senti o pau dele la dentro pulsar em mim, já sabia que ele estava gozando, continuou me segurando e perdendo as forças… Fiquei olhando pra traz vendo ele me segurar e disse:

Eu – Uffa… pensei que não ia aguentar… foi gostoso..

Tom – Seu cuzinho é muito bom… quero mais…

Eu – Espera um pouco, vou no banheiro…

Ele me soltou, levantei já apertando a bunda pra não escorrer nada, corri para o banheiro e fui pro chuveiro… Logo em seguida ele vem também, com o pau não mole mas já abaixando… Entrou no box sem falar nada eu fui pro lado, ele entrou de baixo do chuveiro deu uma lavada no amigo e começou a punhetar …. Eu fui me ajoelhei, deu uma risada pra ele e fui colocar na boca o pau dele, ele virou pra mim saiu de debaixo da agua colocou a mão na minha cabeça e foi guiando minha chupada nele, fiquei de olhos fechados dando meu melhor naquele pau semi duro…. logo ele tirou da minha boca.

Tom – Vou me secar… ( saiu sem falar nada, achei estranho)

Terminei de me secar também, quando sai do banheiro vejo ele sentado na borda da cama punhetando bem forte…

Tom – Vem… ajoelha aqui… vou dar seu prêmio kkkk

Eu – Engraçadinho …. (mas fui la de joelho rsrsrs)

Fiquei de joelho na frente dele e ele punhetando, parava as vezes e me mandava chupar, eu chupava bem forte e bem gostoso, sabia que ele tava querendo gozar de novo, mas agora na minha boca, ele queria fazer isso a um tempo já, e percebi que ele não queria perder a oportunidade…. Ficamos revezendo entre a punheta e o boquete, até que ele ficou de pé punhetando.

Tom – Abre a boca, to quase… mmmmmmmm, aaaaaaaa.

Ele deu um gemido e colocou o pau na minha boca, pude sentir ele bem quente e pulsar, não saiu muito, ele tinha acabado de gozar em mim a um tempo, eu continuei chupando como se ele não tivesse gozado, engoli a quantidade que veio, não muita, e retomei o boquete… senti o pau dele ir ficando mais mole, dei aquele trato e parei… Ele subiu na cama e deitou pelado mesmo, eu fui me joguei no colchão do lado.

Tom – Su… Já falei que seu boquete é foda? Kkkkkk

Eu – Sou a melhor…

E caímos na risada… já estávamos descontraídos já… deitamos pra domir..

Logo coloco mais….

3252 views

Contos Eróticos Relacionados:

Padrasto e enteada

Padrasto e enteada - Um conto erótico de incesto entre um padrasto sortudo e bem dotado e sua enteada novinha de 21 anos que adora provocar e ganhou o que queria. Eu me casei novamente há uns 3...

LER ESTE CONTO

Fim de semana

Olá , meu nome é Marta , sou morena magra , seios médios rabo redondinho muito bonita . vou falar um pouco de mim de quando era ainda menor , era uma rapariga pobre , sempre tive curiosidade sobre...

LER ESTE CONTO

Perdi meu cabaço com um surfista gostoso

...Pra variar minha xaninha já estava meladinha, meus peitinhos arrepiavam cada vez que ele me beijava o pescoço. Ele me agarrava o cabelo, me apertava contra o corpo dele e sussurrava coisas românticas no meu ouvido. Fui ficando mole e até zonza, de tanto tesão que eu estava.

VER

O dia de comer a branquinha do bairro Quatinga em Mogi

Chegou o dia de comer a branquinha do bairro Quatinga em Mogi, confesso que parecia que isso nunca iria acontecer com a gente. Essa Bruxinha Branca vivia de querer fazer jogo de mulher difícil...

LER ESTE CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 3 + 2 = ?

ContoErotico.Blog - O Seu Site de Contos Eróticos 

Aqui no Blog Conto Erótico, nós trazemos todos os tipos de contos eróticos para alegrar e animar o seu dia. Nossos contos eróticos são enviados por nossos leitores e colocados aqui para excitar a todos. Sempre postamos contos eróticos com fotos, pois sabemos que isso deixa a história mais real e fácil de ser imaginada. Histórias porno, contos picantes, contos de sexo, fábulas eróticas, não importa qual o nome você dê, nós traremos tudo que você precisa para se divertir.

Todos os nomes dos contos eróticos são alterados por nossa equipe para preservar a identidade de todos, e todos os personagens que participam de nossas histórias eróticas são maiores de 18 anos.

Contos Eróticos Com Fotos

Todos os nossos contos tem pelo menos uma foto, pois sabemos que ler um conto erótico com foto é bem melhor do que só ler uma história solta, sem nenhuma imagem para ilustrar. As fotos dos nossos contos são meramente ilustrativas, são retiradas da própria internet, de sites pornográficos que divulgam essas imagens de forma gratuita.

Caso alguma imagem dos nossos contos eróticos com fotos pertença a você e você quer que seja removida, basta entrar em contato e enviar o link do conto que faremos a substituição. Algumas imagens também são enviadas pelos próprios autores dos contos.

Caso você precise entrar em contato conosco, basta usar a nossa página de contato.

Para enviar contos eróticos para serem publicados em nosso site, vá até a página "Enviar Seu Conto Erótico" e escreva sua história que postaremos aqui.

Buceta - Xvideos - Video de Sexo - Filme Porno - Porno Brasileiro - Bucetas - Zoofilia - Porno - Xvideos PutinhasMulheres Peitudas - Porno Nacional - Porno Español - Acompanhantes Campinas - Pornozao - Acompanhantes RJ - XXX - Porno Gratis - Contos Eróticos - Sexo Gay - Dog Porn - Sexo Com Animales - Contos Eróticos Incesto - Relatos Calientes - Porno Buceta - Ursos Pelados - Pornolandia - Cnnamador - Xvideo - Xvideos Porno - X videos - Corno Blog - Pornô - Xvideos Pornos - Mega Filmes - Putaria Telegram - Xvideos Onlyfans

Contos Eróticos

© 2024 - Conto Erótico - ThePornDude