Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Conto Erótico » Contos Eróticos de Corno » Sexo além do trabalho: Cap 7 – Humilhando a colega de trabalho

Sexo além do trabalho: Cap 7 – Humilhando a colega de trabalho

Publicado em 25/06/2024 por Rafael

Sexo além do trabalho: Cap 7 – Humilhando a colega de trabalho casada junto com o corno

O marido dela estava preocupado com Thaina. Ele sabia que ela estava a quilômetros de distância dela. Ele sabe onde ela está e está determinado a trazê-la de volta para casa… para seus braços. Nos dois dias seguintes ele reuniu recursos para viajar até ela. Ele pega um avião e sai do país.
Ele chega e sem descanso segue para o hotel da Thaina… The Lust Hotel. Quando ele dá um passo para frente, ele pensa em sua mente: “Este lugar é como um covil de pecado. Posso sentir o mal que emana dele. Mas tenho que fazer isso pelo bem de Thaina. Tenho que salvá-la deste pesadelo.”

A recepcionista o cumprimenta com um sorriso forçado. “Bom dia, senhor… como posso ajudá-lo?” – Diz a recepcionista enquanto boceja. O marido de Thaina limpa a garganta, tentando parecer confiante apesar do nervosismo que o domina. “Estou procurando minha esposa”, diz ele, com a voz firme, apesar das batidas do coração nos ouvidos. “O nome dela é Thayna.”
O sorriso da recepcionista desaparece, substituído por uma expressão confusa. A recepcionista diz “Um momento senhor, verei no sistema”. Ela começa a olhar para a tela do PC e faz uma pequena expressão de mal-entendido ao ver algo nela. O rosto da recepcionista empalidece enquanto ela engasga, seus olhos se arregalam em choque. “Eu… sinto muito, mas talvez tenha um engano.” Ela disse que sua esposa está hospedando com o Renan que é marido dela também. O homem sente uma pontada aguda de dor no coração. Ele sabia da viagem de trabalho de Thaina, mas nunca imaginou que ela faria algo assim. Ele tenta manter a compostura enquanto pergunta:
“Renan? O que você quer dizer?”
A recepcionista balança a cabeça, parecendo genuinamente assustada agora. Um funcionário do hotel percebe a situação e se aproxima do marido dizendo “Bom dia senhor… deixe-me ajudar esse senhor. Eu sei o que ele quer”.
O funcionário diz:
“… então você é o marido, certo?”
O marido de Thaina acena com a cabeça, os olhos fixos no funcionário que parece estar lutando para encontrar as palavras. “Sim, sou o marido dela. Onde ela está?” Ele exige, sua voz mais dura do que antes.
O funcionário sussurra para o marido comer como se o que ele estava contando fosse um segredo:
“… seu horário é às 9 ou 11 horas?”
O marido de Thaina sente uma onda de raiva percorrendo-o. Ele cerra os punhos, tentando controlar a raiva que cresce dentro dele.
“O que você quer dizer?” Ele pergunta com os dentes cerrados. “Eu não entendo.”
O funcionário olha para ele com simpatia e pergunta:
“Renan agendou para você fazer algo com ela às 9 ou 11 horas?”
O Marido dela sente como se o mundo estivesse girando ao seu redor. Ele não consegue acreditar no que está ouvindo.
“Não! Ela não faria isso comigo… ela não me trairia…” Sua voz desaparece e seus olhos percorrem a sala, procurando por algum tipo de resposta.
O marido sabe que Renan usa o corpo e a mente dela, mas o coração dela pertence a ele:
“Olha senhor, eu conheço esse jogo… outros já fizeram isso ontem. Esse me enganou. Eu mal estava pensando que aquele homem era seu verdadeiro marido” – Diz a garçonete enquanto dá uma risada. A garçonete ainda não acredita… ele acha que o marido da Thaina não é o verdadeiro marido da Thaina. O homem sente como se tivesse levado um soco no estômago. Ele não consegue acreditar que isso está acontecendo. Ele sabia que Thaina era linda e popular, mas nunca imaginou que ela se rebaixaria tanto a ponto de traí-lo daquele jeito. Sua mente dispara com pensamentos de raiva, mágoa e traição.
O homem sente a sensação de queimação nos olhos e a vontade repentina de dar um soco em alguma coisa. Ele tenta manter a compostura enquanto pergunta ao funcionário:
“Onde ela está agora?”
O funcionário olha para ele com simpatia antes de responder: “Você precisa confirmar seu horário com o Renan. Ela está no quarto 412. A porta está sempre aberta”.
O marido de Thaina respira fundo, tentando se acalmar. Ele não consegue acreditar no que está ouvindo, mas não há como negar as evidências à sua frente. Com uma sensação de pavor pesando sobre ele, ele segue para o quarto 412. O homem caminha pelo corredor, com o coração batendo forte no peito.

Ele pode ouvir o som de respirações e gemidos vindo de trás da porta. Ao se aproximar do quarto, ele respira fundo e reúne toda a coragem que consegue reunir. Com a mão trêmula, o homem gira a maçaneta e abre a porta. O marido de Thaina olha por um corredor e vê uma TV passando um filme pornô. Ele está grato por não serem os gemidos de Thaina. Ele continua entrando na sala. Quando ele chegou à cama, sua visão ficou um pouco embaçada e fez com que ele não acreditasse em seus próprios olhos. Renan estava com um robe branco aberto na frente. Renan está deitado na cama e Thaina estava com a cabeça deitada no laboratório de Renan enquanto chupava o pau de Renan apaixonada e suavemente como uma massagem. O marido de Thaina sente como se tivesse levado um soco no estômago enquanto observa a cena se desenrolar diante dele. Os olhos de Renan encontram os dele e há um lampejo de reconhecimento seguido de diversão. Thaina, por outro lado, olha para o marido com uma mistura de culpa e desejo nos olhos.
O marido de Thaina sente o estômago embrulhar ao ver Thaina chupando o pau de Renan. Sua mente luta para processar o que ele está vendo. Ele quer acreditar que Thaina o ama o suficiente para nunca traí-lo, mas a evidência está bem diante de seus olhos. Parado ali, paralisado pelo choque e pela raiva, Renan sorri para ele e diz: “Vai ficar aí olhando? Chega aí… Estávamos apenas começando.” Thaina olha para o marido com olhos suplicantes, implorando para que ele entenda que ela está apenas tentando fazê-lo feliz. O marido de Thaina sente vontade de vomitar ao ver sua esposa dar prazer a Renan. Seu coração dispara de raiva e traição, mas ele não consegue desviar o olhar da cena erótica que se desenrola diante dele.

Sexo além do trabalho: Cap 7 - Humilhando a colega de trabalho

Sexo além do trabalho: Cap 7 – Humilhando a colega de trabalho

O marido dela diz:
“Thaina, o que você está fazendo? Como você pôde fazer isso comigo?” Sua voz está cheia de dor e confusão. Os olhos suplicantes de Thaina se transformam em olhos de mulher culpada, mas ela não para o que está fazendo.
Renan gostando da situação sexual diz ao marido:
“Vá em frente, junte-se a nós. Você sabe que sempre teve curiosidade em saber como é dividir sua esposa com outro homem, não é?” Sua voz é baixa e ameaçadora, cheia de promessas de poder e controle. O marido não consegue acreditar no que está ouvindo. Ele sente que todo o seu mundo está desabando ao seu redor. O marido dela realmente tem algumas fantasias com a esposa. Ele quer vê-la sendo domesticada por outro homem… talvez mais de um homem. Ela quer vê-la sendo humilhada, mas isso foi real… isso está acontecendo mesmo e isso bagunça na cabeça dele.
O marido dela diz:
“Thaina, pare com isso agora! Não acredito que você faria isso comigo.” O marido dela sente como se seu coração estivesse sendo arrancado do peito enquanto observa sua esposa dar prazer a Renan. Ele tem vontade de gritar e bater em alguma coisa, mas sabe que precisa manter a calma se quiser superar essa situação.
Renan ri e diz ao marido de Thaina:
“Sabe, talvez você devesse experimentar também. Talvez você precise de um pau tanto quanto sua esposa.” -Ele então volta sua atenção para Thaina, que parece dividida entre o amor pelo marido e o desejo por Renan.
O marido dela, sem ele mesmo perceber, entrou em transe com essa cena de sexo e se aproximou do Renan e da Thaina na cama… passo por passo. O homem se move lentamente em direção à cama, atraído pela cena erótica diante dele. Ele não consegue acreditar que está fazendo isso, mas algo dentro dele está dominando sua vontade. Ele se sente como se estivesse assistindo a um acidente de trem, incapaz de desviar o olhar da carnificina. Renan percebe o homem se aproximando da cama e sorri, sentindo uma oportunidade. Ele segura o marido de Thaina pela cabeça dele e guia na direção do seu pau dele… Renan continua mantendo o controle da boca de Thaina apenas na ponta do pau dele.
“Vamos, querido. Não seja tímido. Somos todos adultos aqui.” -Diz Thaina para o marido.
O homem sente uma mistura de medo e excitação ao ser forçado a testemunhar sua esposa dando prazer de outro homem. Ele tenta resistir, mas se vê impotente diante das poderosas sensações que percorrem seu corpo.
Renan vê o marido de Thayna se aproximando e pega a mão do marido e guia até o próprio pau. Agora o marido de Thaina está segurando o pau de Renan enquanto Thaina chupa a ponta dele. Thaina olha para o marido com olhos suplicantes, implorando para que ele entenda que ela está cheia de tesão.
Enquanto Renan continua a desfrutar do prazer oral de Thaina, ele sussurra para o marido dela: “Sabe, talvez você devesse participar também.”
O homem sente suas bochechas corarem de vergonha, mas não pode negar a excitação crescendo dentro dele. Renan pega a mão do marido e faz com que ele acaricie um pouco suavemente o seu pau. Enquanto o marido de Thaina continua segurando o pau de Renan e acariciando-o suavemente, Renan geme de prazer. Ele se vira para Thaina e diz:
“Viu o quanto seu marido quer ficar conosco? O quanto ele precisa disso?”
Thayna continua chupando a ponta do pau do Renan… ela para por um segundo e diz para o marido “É isso que você quer, meu amor? Quer me dividir assim com ele?” O marido dela não consegue falar, seu coração está acelerado demais. Ele balança a cabeça fracamente, incapaz de quebrar o transe que Renan exerce sobre ele.
Renan sorri e diz: “Bom menino”. Renan tira a boca de Thaina do pau e a empurra para o lado. Ele volta sua atenção para o marido de Thaina, agarrando sua cabeça e forçando-o a colocar seu pau na boca. Quando Renan começa a foder a boca do marido de Thaina, ela sussurra:
“É isso, amor. Chupa tudo. Me mostre o quanto você quer isso”.
O homem tenta resistir, mas não consegue negar o intenso prazer que percorre seu corpo. Renan então se abaixa e beija Thaina apaixonadamente enquanto continua fodendo sua boca. Ele sussurra no ouvido dela: “Viu o quanto seu marido precisa disso? Ele é nossa putinha agora.”
Thayna está em estado de extase, sem conseguir acreditar no que está acontecendo. Ela observa enquanto o marido a levar o pau de Renan mais fundo na boca, sentindo-se impotente para impedi-lo. Enquanto Renan continua fodendo a cara do marido, ele olha para Thaina e sorri. “Você vê, Thaina? Seu marido é um chupador de pau nato. Ele estava apenas esperando que alguém lhe mostrasse o quanto ele realmente gosta disso”. Renan então dá um tapa forte no rosto do marido.      “E agora você vai aprender a lição”, diz ele friamente. Thaina sente um misto de choque e tesão ao ver o marido sendo humilhado dessa forma. Ela tenta resistir, mas não consegue se mover ou falar. Renan então se vira para ela e diz:
“Agora é a sua vez, Thaina”. Thayna é empurrada para o pau de Renan, que sorri enquanto observa seu marido lutando para respirar com o pau de Renan na boca.
“Você vai adorar isso, Thaina.” Diz Renan enquanto tira a cabeça do marido do pau dele. Agora os dois estão hipnotizados pelo pau de Renan.
Renan agarra os cabelos de Thaina e a puxa para seu pau. Ele ri sombriamente e sussurra: “Você sabe que quer isso, Thaina. Admita.” Seu hálito quente faz cócegas em seu membro grosso e seu pau pressiona seus lábios mais uma vez. Thaina choraminga, sem conseguir negar o desejo que sente pelo pau de Renan. “Eu… eu quero”, ela sussurra, sua voz tremendo de medo e excitação. Renan sorri cruelmente e começa a empurrar seu pau mais fundo em sua boca a cada estocada.    O marido de Thayna começa agora a lamber o pau de Renan enquanto sua esposa chupa. A visão foi incrível para Renan. Toda aquela humilhação que ele sofreu Thayna e seu marido lhe deram ondas de prazer. Nesse momento o marido de Thaina sentiu um pouco de culpa ao ter prazer e lamber o pau de Renan… O marido de Thaina disse para ela em um sussurro “Sinto muito, Thaina. Não sei o que deu em mim.”
Ele olha para ela com olhos suplicantes, mas ela também pode ver a luxúria neles. Parte seu coração vê-lo assim, indefeso contra seus próprios desejos. Thaina ficou com pena porque também estava gostando. Ela diz ao marido:
“Está tudo bem, meu amor. Estamos apenas passando por um momento juntos e vamos superar isso juntos.” Ela tenta tranquilizá-lo, mas também está envolvida no calor do momento. De repente o amor acontece entre Thaina e seu marido. Os olhos deles ficam conectados e se beiajndo chupam o pau do Renan.
A paixão toma conta e eles começam a se beijar apaixonadamente na boca com o pau de Renan entre os seus lábios. Renan percebe o beijo apaixonado entre Thaina e o marido e não para. Em vez disso, ele aumenta o ritmo, empurrando os quadris com mais força e mais fundo em suas bocas. Ele continua a brincar com suas emoções, aproveitando o poder que tem sobre eles.
Renan diz:
“Olha… não vou aguentar muito. Quem vai querer meu leite?” – Diz Renan e espera eles responderem.
Thaina e seu marido olham para ele com os olhos cheios de luxúria e desejo. Thaina sussurra para o marido: “Acho que estou pronta… Quer o leite do Renan?” Ela pergunta a ele, sua voz tremendo de antecipação. O marido acena ansiosamente, seu próprio pau agora totalmente ereto e vazando pré-sêmen.
“Sim, Thaina. Eu também quero.” Ele diz, sua voz baixa e rouca. Renan ri sombriamente enquanto observa o casal trocar olhares cheios de desejo por ele.
Enquanto Renan observa o desejo desesperado do casal por sua semente, ele sente uma onda de poder correndo em suas veias. Ele aperta os quadris com mais força contra seus rostos, gemendo enquanto seus lábios e línguas ansiosos trabalham em sincronia para agradá-lo. O beijo apaixonado entre Thaina e seu marido continua enquanto eles se revezam lambendo o pau de Renan. O momento do clímax chega quando Renan sente que está chegando ao auge do prazer. Ele sai de suas bocas, seu pau brilhando com saliva diz:
“Bebe minha porra, seu corno”, ordena ao marido de Thaina. O marido de Thaina hesita por um momento, olhando para Thaina em busca de orientação. Ela balança a cabeça lentamente, seus olhos nunca deixando os do marido. Ele assume a liderança, abrindo bem a boca enquanto Renan começa a gozar no rosto e na boca.
O gosto da porra de Renan é amargo, mas o marido de Thaina não se importa. Ele engole cada gota, saboreando na língua a porra de Renan. Enquanto isso, Thaina observa os dois, com o coração partido ao ver o marido tão profundamente entrelaçado com Renan. Renan olha para Thaina e sorri e diz:
“Sabe, Thaina, você é muito safada. Aposto que você chupa pau ainda melhor do que seu corno.” -Ele diz, sua voz cheia de sarcasmo sobre o marido dela.
Thayna e seu marido sentiram muito por tudo o que aconteceu. Eles se amam, mas aquele sentimento de humilhação oprimiu suas mentes e quebrou seus corpos. O marido de Thaina quer sair daqui o mais rápido possível. Ele também quer salvar Thaina dessa loucura.
O marido de Thaina disse a ela: “Thaina, precisamos ir embora. Não somos nós. Não podemos continuar fazendo isso. Quero você de volta para casa, sã e salva.” Ele diz, sua voz embargada de emoção. Thaina olha para ele, com lágrimas nos olhos.

(Próx. capítulo – Renan vai armar uma armadilha parao casal na praia)

3315 views

Contos Eróticos Relacionados:

Até que enfim

Como disse agora a pouco, Silvana e eu começamos a fazer um meia nove incrível, se você perdeu meus contos anteriores sugiro que leia eles, para poder entender o que aconteceu até aqui. Mais em...

LER ESTE CONTO

Dei o cu para o meu amante negro dotado

Dei o cu para o meu amante negro dotado - Essa é a segunda parte de um conto erótico que escrevi recentemente, sobre quando comecei a trair meu marido com um negro bem dotado e dei a buceta e ganhei...

LER ESTE CONTO

Tive relações com meu pai sem saber Real

Tive relações com meu pai sem eu saber História Real Olá, me chamo Ana tenho 18 anos sou magra , seios médios, branca, cabelo médio, bumbum redondo , me acho bonita . Meu pai antônimo...

LER ESTE CONTO

Flagrei meu marido com um homem

Flagrei meu marido com um homem - Roberto é um homem bonito, charmoso, carinhoso. Casamos ha 10 anos e nosso relacionamento na cama é sem muita extravagancia. Deitamos, nos beijamos, nos tocamos...

LER ESTE CONTO

1 - Comentário(s)

  • jana 30/06/2024 03:59

    l show

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 2 + 2 = ?

ContoErotico.Blog - O Seu Site de Contos Eróticos 

Aqui no Blog Conto Erótico, nós trazemos todos os tipos de contos eróticos para alegrar e animar o seu dia. Nossos contos eróticos são enviados por nossos leitores e colocados aqui para excitar a todos. Sempre postamos contos eróticos com fotos, pois sabemos que isso deixa a história mais real e fácil de ser imaginada. Histórias porno, contos picantes, contos de sexo, fábulas eróticas, não importa qual o nome você dê, nós traremos tudo que você precisa para se divertir.

Todos os nomes dos contos eróticos são alterados por nossa equipe para preservar a identidade de todos, e todos os personagens que participam de nossas histórias eróticas são maiores de 18 anos.

Contos Eróticos Com Fotos

Todos os nossos contos tem pelo menos uma foto, pois sabemos que ler um conto erótico com foto é bem melhor do que só ler uma história solta, sem nenhuma imagem para ilustrar. As fotos dos nossos contos são meramente ilustrativas, são retiradas da própria internet, de sites pornográficos que divulgam essas imagens de forma gratuita.

Caso alguma imagem dos nossos contos eróticos com fotos pertença a você e você quer que seja removida, basta entrar em contato e enviar o link do conto que faremos a substituição. Algumas imagens também são enviadas pelos próprios autores dos contos.

Caso você precise entrar em contato conosco, basta usar a nossa página de contato.

Para enviar contos eróticos para serem publicados em nosso site, vá até a página "Enviar Seu Conto Erótico" e escreva sua história que postaremos aqui.

Buceta - Xvideos - Video de Sexo - Filme Porno - Porno Brasileiro - Zoofilia - Porno - Xvideos PutinhasMulheres Peitudas - Porno Nacional - Porno Argentino - Acompanhantes Campinas - Pornozao - Acompanhantes RJ - Porno Gratis - Contos Eróticos - Sexo Gay - Dog Porn - Sexo Com Animales - Contos Eróticos Incesto - Relatos Calientes - Porno Buceta - Ursos Pelados - Pornolandia - Cnnamador - Xvideo - Xvideos Porno - X videos - Corno Blog - Mega Filmes - Putaria Telegram - Xvideos Onlyfans - Homem Pelado

Contos Eróticos

© 2024 - Conto Erótico - ThePornDude