Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Conto Erótico » Contos de Incesto » Eu vendo minha filha no baile funk

Eu vendo minha filha no baile funk

Publicado em 11/11/2022 por pesquisador 21

Eu vendo minha filha no baile funk – Eu me separei a dois anos atrás, vim morar numa chácara aqui mesmo na cidade onde sempre morei ,me habituara a minha solidão, apesar de sentir muito a ausência do convívio com minha filha Carolina por quem eu tenho um amor paternal imenso, após a separação ela era meu alento me alegrando proporcionando momentos felizes  todas as vezes que vinha   passar os finais de semanas  comigo, mas logo ausentou-se ,  estava deslumbrada com as coisas novas que povoavam sua mente jovem , quase nunca estava disposta a passar os finais de semana confinada numa chácara longe do burburinho da cidade , que oferecia   novos rumos para minha filha.

Então quando carol completou dezoito anos foi com espanto que vi  ela chegar e pedir para morar comigo pois não estava se dando bem com a mãe.

Eu nunca iria negar abrigo para minha filha, ajeitei o quarto ao lado do meu para ela, que ficou radiante arrumando tudo, apesar de ser uma casa de madeira, estava tudo muito bem cuidado na medida do possível.

Depois de tudo arrumado eu preparei o jantar, quis saber os motivos que ela tinha para não morar com a mãe, então falou que a mãe estava insuportável, não permitia que ela tivesse amizades proibia tudo. Sorri com aquele discurso de uma garota que mal acabara de completar dezoito anos. Perguntou se eu tinha  mente poluída igual  mãe dela, expliquei que era bom ter cuidados,  pois ela estava se tornando adulta, o mundo evoluirá que ela estava numa nova fase da vida , que nós os pais tínhamos que aceitar estas modernidades mas tínhamos que ficar sempre atentos pois era nossa obrigação zelar pelos filhos .

Ela me abraçou me agradeceu fomos dormir na manhã seguinte   como tínhamos combinado  levei ela a escola , pois eu iria levar e busca-la todos os dias ate conseguir comprar um carro pra ela .

Então no primeiro final de semana que ela estava morando comigo, pediu para eu leva-la  a cidade , pois queria curtir o sábado com suas amiguinhas, combinei de levar ela, depois ir busca-la para traze-la de volta depois de a deixar na casa de uma amiga resolvi dar umas voltas pela cidade.

Como a muito tempo não fazia fiquei andando por todos os lados   revendo amigos, resolvi ficar num barzinho tomando uma cerveja batendo papo ,  então foi  que fiquei sabendo que tinha um tal  baile funk ali perto numa quebrada na periferia .

Como estava ocioso resolvi dar uma olhada naquele baile pois nunca tinha visto um antes, me disseram que era meio barra pesada coisa de deixar qualquer um maluco.

Nunca poderia imaginar o que era realmente  aquilo uma bagunça generalizada , onde ocorria muita gritaria, garotas quase nuas dançando se esfregando nos rapazes, notei  que rolava muito  sexo pelos cantos,  muita poeira  fumaça um cheiro desagradável, me vi misturado com aquela multidão, cheguei numa barraca comprei uma cerveja  fiquei observando aquele bizarro show, então uma surpresa inesperada aconteceu quando o cara que estava no palco que cantava obscenidades e instigava a  todos anunciou .

AGORA ELA QUE FOI ELEITA COMO O MELHOR REBOLADO DA COMUNIDADE, A BUNDA MAIS TESUDA E DESEJADA POR TODOS, A MAIS  SENSUAL DAS CACHORRAS ,UMA CADELINHA COMPLETA VEM DAR SEU SHOW NO NOSSO BAILE, SE EXIBIDO PARA VOCES, A NINFETINHA  SEXI A GOSTOSA DO MOMENTO   CAROLZINHA .

Ouve um enorme alarido gritos e assovios, uma multidão se aglomerando ainda mais na frente do palco, ensandecidos todos pulavam e gritavam .

Eu vendo minha filha no baile funk

Eu vendo minha filha no baile funk

VEM CAROLZINHA, VEM CAROLZINHA.

Uma fumaceira o ritmo da música  ficou muito mais alucinante então surgiu dentro dum minúsculo short jeans que praticamente só cobria sua bucetinha  mesmo assim o zíper estava aberto, sobre os seios desnudos somente dois adesivos que cobria os biquinhos daqueles seios pequenos iguais duas peras ,  como se estivesse possessa minha filha com uma pesada maquiagem no rosto um batom vermelho nos lábios  rebolava  se contorcia ao som da música   que exultava palavras obscenas,   tais quais ela quer ferro na bucetinha, quer gemer no caralho, adora na bundinha, mama igual uma bezerrinha  soca pica nela e outras e outras que me deixaram escandalizado.

Houve um delírio quando ela se virou de costas pra plateia, as polpas de sua bunda toda a mostra ela se apoiava com as mãos nos joelhos a bunda empinada chacoalhava ao som da música num rebolado frenético levando aquele bando de imbecis a loucura .

Os mais sortudos conseguiam passar a mão na bunda dela tentavam puxar ela ali de cima da carroceria de um caminhão feito de palco, mas eram contidos por um enorme negro que os afastava, com certeza um dos seguranças do baile.

O cara cantava aquelas obscenidades se esfregava nela, que serpenteava a língua , insinuava que estava abrindo zíper da calça dele, ficou de cócoras a bunda voltada pra plateia, insinuando uma felação, em delírio todos os presentes a incentivavam gritando como alucinados.

-CHUPA, CHUPA, CHUPA,

Ela se levantou ficou arqueada mantinha as mãos nos joelhos rebolando com movimentos sensuais sem que eu percebesse a cena   tinha me deixado de pau duro vendo ela se exibindo a frente de todos.

Ele  insinuava um ato sexual,  bombando na bunda dela, todos cantavam um refrão .

SOCA E SOCA, SOCA, NELA, SOCA E SOCA NA BUCETINHA DELA.

Nunca em sã consciência eu poderia imaginar, que minha terna e doce menina pudesse se exibir daquela forma, fazendo caras e bocas rebolando demonstrando um tesão insano, que eu estava testemunhando, vendo ela ali de cócoras na frente daquela multidão mostrando praticamente seus lábios vaginais iluminado pelas lanternas de dezenas de celulares, provocando aquela algazarra toda quando insinuava tirar o short.

, TIRA TIRA ,TIRA, PELADA , PELADA , PELADA.

Eles gritavam alucinados , ela abaixava um pouco mais seu short e os mais privilegiados usavam seus celulares para filmarem e fotografarem, podiam nitidamente admirar seus aparados e ralos pentelhos. O som era ensurdecedor, a dança frenética parecia que Carol estava em transe levitando possuída por alguma entidade, por um instante fiquei indagando a mim mesmo se as aulas de bale que eu paguei pra ela serviram para ela dançar daquela maneira .

Seus seios estavam totalmente a mostra pois aqueles adesivos se perderam o suor do seu corpo descolaram eles, eram duas peras brancas como neve os biquinhos rosados pontudos entumecidos totalmente expostos sendo praticamente torcidos pelas mãos daquele crápula metido a cantor.

Carol ficou totalmente nua em cima daquele improvisado palco desfilou seu corpo nu rodando o short sobre a cabeça, finalmente desapareceu numa nuvem de fumaça, enquanto  todos cantavam alucinados.

Confesso que eu tinha gozado sem ao menos me tocar, uma enorme mancha de esperma estava  sobre minha calça, me espantei comigo mesmo,  não acreditei quando me peguei cantando junto com a galera.

SOCA E SOCA, SOCA NELA SOCA , E SOCA,  SOCA,  NA BUCETINHA DELA.

Continua…

Veja outros contos de incesto abaixo:

Um sonho de incesto com a enteada

Minha filha é uma verdadeira putinha

18431 views

Contos Eróticos Relacionados:

Férias com minha amiga

Me chamo Hera e a história que vou contar aconteceu comigo no ano passado. Eu tinha acabado de chegar de viagem, fui passar alguns dias em outro estado visitando uma amiga , falei com ela que...

LER ESTE CONTO

Menti pra esposa e saí com travesti dotada

Menti pra esposa e saí com travesti dotada e dei meu cuzinho durante uma hora e meia e gozei intensamente. Me chamo Otavio, tenho 36 anos, já sou casado e tenho 2 filhos. Uma família linda, eu...

LER ESTE CONTO

Durante a pandemia comi a vizinha Milf

Certo dia, ela bateu na minha porta e me convidou para comer uma torta que ela havia acabado de fazer e também me pediu ajuda para configurar o notebook dela, pois ela começaria a ter aulas da faculdade online. Sempre vi a Ruth com roupas fechadas e de calça, porém naquele dia ela usava um short rosa, bem curtinho e um top preto.

VER

Sacanagem com o papai

Olá pessoal! Precisei criar muita coragem antes de vir contar essa história para vocês. Meu nome é Victoria e essa é a história verídica de como eu comecei a transar com meu próprio pai. ...

LER ESTE CONTO

2 - Comentário(s)

  • Jorge Rodrigues 22/06/2023 17:07

    Este conto não terminou, disse que continua, mas não consegui descobrir onde. Pode passar o link da parte2?

  • Rafael 22/11/2022 22:01

    Cadê a parte 2????

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 1 + 5 = ?

ContoErotico.Blog - O Seu Site de Contos Eróticos 

Aqui no Blog Conto Erótico, nós trazemos todos os tipos de contos eróticos para alegrar e animar o seu dia. Nossos contos eróticos são enviados por nossos leitores e colocados aqui para excitar a todos. Sempre postamos contos eróticos com fotos, pois sabemos que isso deixa a história mais real e fácil de ser imaginada. Histórias porno, contos picantes, contos de sexo, fábulas eróticas, não importa qual o nome você dê, nós traremos tudo que você precisa para se divertir.

Todos os nomes dos contos eróticos são alterados por nossa equipe para preservar a identidade de todos, e todos os personagens que participam de nossas histórias eróticas são maiores de 18 anos.

Contos Eróticos Com Fotos

Todos os nossos contos tem pelo menos uma foto, pois sabemos que ler um conto erótico com foto é bem melhor do que só ler uma história solta, sem nenhuma imagem para ilustrar. As fotos dos nossos contos são meramente ilustrativas, são retiradas da própria internet, de sites pornográficos que divulgam essas imagens de forma gratuita.

Caso alguma imagem dos nossos contos eróticos com fotos pertença a você e você quer que seja removida, basta entrar em contato e enviar o link do conto que faremos a substituição. Algumas imagens também são enviadas pelos próprios autores dos contos.

Caso você precise entrar em contato conosco, basta usar a nossa página de contato.

Para enviar contos eróticos para serem publicados em nosso site, vá até a página "Enviar Seu Conto Erótico" e escreva sua história que postaremos aqui.

Buceta - Xvideos - Video de Sexo - Filme Porno - Porno Brasileiro - Bucetas - Zoofilia - Porno - Xvideos PutinhasMulheres Peitudas - Porno Nacional - Porno Español - Acompanhantes Campinas - Pornozao - Acompanhantes RJ - XXX - Porno Gratis - Contos Eróticos - Sexo Gay - Dog Porn - Sexo Com Animales - Contos Eróticos Incesto - Relatos Calientes - Porno Buceta - Ursos Pelados - Pornolandia - Cnnamador - Xvideo - Xvideos Porno - X videos - Corno Blog - Pornô - Xvideos Pornos - Mega Filmes - Putaria Telegram - Xvideos Onlyfans

Contos Eróticos

© 2024 - Conto Erótico - ThePornDude