Menu fechado

Perdi minha virgindade com meu melhor amigo

Meu nome é Gabriela e eu vim contar a história de como eu perdi a virgindade com meu melhor amigo. A verdade é que a maior parte das minhas amigas sempre teve aquele sonho romântico de transar pela primeira vez com a pessoa que elas mais amavam e ficavam idealizando todos os detalhes de uma maneira fofa e tudo o mais. No meu caso, os pensamentos eram completamente diferentes.

Eu sempre quis transar com um cara que fosse legal comigo, mas eu não achava que precisava ser especial, com jantar romântico e tudo o mais. Por isso, decidi que seria com o meu melhor amigo, na minha casa e nós dois gravaríamos o vídeo pra postar e depois conseguir uma grana em uns sites pornô.

Perdi minha virgindade com 20 anos. Meus pais tinham viajado, então eu não precisava me preocupar com barulhos na casa ou com o risco de sermos pegos. Arrumamos o quarto pra ficar um clima legal e posicionamos o celular perto da cama, com um ângulo favorável.

Perdi minha virgindade com meu melhor amigo

Perdi minha virgindade com meu melhor amigo

Fomos tirando a roupa bem devagar e nos beijando na frente da câmera, vez ou outra eu dava uma olhada pra ver se estava mesmo gravando e se dava pra nos enxergar de corpo inteiro. Dei uma camisinha pro meu amigo e ofereci um potinho de lubrificante.

Na hora, fiquei meio nervosa e tudo o mais, porque sabia que ia doer, mas tentei fazer da maneira mais difícil. Fiquei de quatro para a câmera, com a bucetinha bem exposta, e comecei a me masturbar, abrindo e fechando os dedos em forma de tesoura pra que as pessoas pudessem ver bem.

Meu amigo passou o lubrificante no pau e foi colocando devagar. Senti aquela dor subindo e me agarrei logo no lençol. Não me lembro se sangrou ou não, mas quando ele meteu tudo, foi um alívio. O ruim foi só quando voltou a meter.

Pra não ficar feio na câmera, acabei fazendo algumas caras e bocas, fingindo que estava cheia de tesão até ele gozar, mas, na realidade, senti muita dor. Passei um tempinho sem poder sentar direito, mas em compensação ganhei um oral pra conseguir gozar.

Veja alguns outros contos porno abaixo:

Dando a buceta na casa da minha irmã

Sexo à três depois da balada

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *