Menu fechado

O dia que comi a buceta da minha prima

Vou relatar pra vocês agora sobre o dia que comi a buceta da minha prima. Minha prima é uma daquelas mulheres bem sucedidas, que a gente vê  em capa de revista e dá entrevista na televisão. Ela é uma mulher bonita, de 1,70m de altura e tem um cabelo preto, que chega a encostar na bunda de tão longo e bem cuidado que é. Sempre a admirei, mas também sempre senti tesão naquele par de peitos grandes que ela tem.

Há uns meses, eu e a minha mãe fomos visitá-la na capital. Ela foi super receptiva e perguntou se a gente não queria passar a semana. Minha mãe concordou e ficamos acomodados em dois quartos diferentes. A casa era enorme, tinha uma escada grande, coisa de gente rica.

De madrugada, quando eu estava quase dormindo no quarto que ela deixou pra mim, vi a porta do quarto abrir. Fechei os olhos pra fingir que estava dormindo, mas ouvi os passos bem pertinho da cama. Minha prima perguntou se eu estava acordado e, então, eu disse que sim.

O dia que comi a buceta da minha prima

O dia que comi a buceta da minha prima

Ela deitou do meu lado na cama e disse que estava com medo do escuro. Colocou o corpo debaixo da coberta e me abraçou, roçando aqueles peitos enormes no meu braço. Ela estava usando uma camisolinha bem pequena, de alças bem finas, qualquer esforço rasgava.

Depois de um tempo naquela posição, minha prima começou a me beijar no pescoço e passar a mão no meu pau. Ele logo subiu, porque não sou de ferro. Foi aí que ela afastou o cobertor pro lado e sentou em cima de mim, rebolando bem ali, pra me deixar doido de tesão.

Quando eu menos esperei, abaixou minha bermuda e afastou a calcinha bem pequena pro lado, sentando de uma vez. Ela me disse que estava cheia de tesão e, por isso, não conseguia dormir. O que ela disse antes foi só uma desculpa pra me dar.

Enquanto ela cavalgava no meu pau, eu acompanhava o balanço daqueles peitos. Não me segurei e comecei a chupar. Transamos por uma madrugada inteira, ela por cima de mim, depois de lado e depois comigo por cima. Às vezes até sinto vontade de voltar pra capital mais vezes.

Veja abaixo alguns outros contos eróticos de incesto:

Sexo entre mãe e filho

Enteada dando para o padrasto bem dotado

1 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *