Menu fechado

Uma noite de sexo quente com meu marido

Meu nome é Roberta e hoje vou contar sobre como foi ter uma noite de sexo quente com meu marido, irei detalhar ao máximo tudo que vivemos nessa noite e se gostarem volto pra contar mais algumas de nossas aventura.

Eu acredito conseguir satisfazer o meu parceiro em 100% na cama e também que somos muito bons. Nesse dia ele estava mais inspirados que nos outros dias… Como sempre tomei o meu banho e me perfumei, quando estava indo me deitar ele me deu um beijo de boa noite muito quente. Aquilo me ascendeu e logo entendi o que ele queria, o convidei para cama e claro ele veio. Chegando no quarto ele tirou toda a minha roupa e beijou todo o meu corpo. Eu fiquei toda arrepiada, ele já estava de pau duro o que me deixou ainda mais excitada. Estava indo dar uma chupada naquele pau gostoso, mas na hora ele me puxou pelos cabelos e me jogou na cama. Me chupou bem gostoso, tão gostoso que quase gozei. Foi aí que ele disse no meu ouvido com aquela voz safada que só ele tem: – Agora eu quero que você chupe o meu pau bem gostoso, quero gozar na sua boquinha gostosa!

Uma noite de sexo quente com meu marido

Uma noite de sexo quente com meu marido

Beijei a orelha, o pescoço, desci para o peito, escorreguei a minha língua até a barriga. Com isso o corpo dele até se curvou de prazer. Dei várias lambidas no saco dele, na virilha e então finalmente lambi a cabeça daquele pau duro e gostoso e engoli tudo. Fiz um boquete bem molhadinho e entre chupadas e punhetas ele gozou e deu uma leve gemida, e aquilo foi música para meus ouvidos. Ele tinha acabado de gozar e o pau ainda estava pulsando na minha boca ele disse: – Agora você vai ganhar o que merece sua gostosa do caralho!

Me colocou de quatro e começou a passar a cabeça da rola cheia de porra na minha buceta e disse que só colocaria se eu pedisse. Eu já não me aguentava mais de tanto de tesão, olhei para ele com uma cara bem safada e pedi para ele colocar tudo com muita força e mordi os lábios. Ele começou a socar bem gostoso e forte e a cada socada era um gemido que eu dava, e para me provocar ainda mais puxou o meu cabelo e me deu tapas maravilhosos na bunda. Sem tirar o pau de dentro, viramos e eu comecei a cavalgar, como era bom sentir ele todo dentro de mim, cavalguei até ficar toda suada, a essa altura já era impossível controlar o gemido de ambos. Enquanto eu cavalgava ele apertava o meu quadril ou pegava nos meus peitos, meu tesão só aumentava eu já estava prestes a gozar, mas parei e rebolei bem devagar.

Ele já conhecia o meu corpo tão bem quanto eu, quando minha buceta começa a morder muito é porque eu estava chegando lá. Queria gozar com ele socando, então pedi para que viesse por cima, deitei de barriga para cima e coloquei minhas pernas em seus ombros. Começou socando bem devagar, mas forte ao mesmo tempo. O ritmo foi aumentando até voltar a ser aquelas socadas que me deixavam até de pernas moles até que eu disse: -Não para contínua assim! Eu estou quase gozando! E para minha surpresa ele disse: -Então vamos gozar juntos! Gozamos gostoso e partimos para mais uma…

Veja outros contos porno:

Gozando no cuzinho da esposa

Comi minha colega de trabalho safada

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *