Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Conto Erótico » Contos Eróticos de Corno » Casal Corno Parte 4 O Anjo

Casal Corno Parte 4 O Anjo

Publicado em 26/10/2023 por Miguel Souza

Depois da minha primeira aventura, a Rê já estava pronta para ter “a sua vez” novamente.
O Escolhido era o “Anjo”, o segurança da empresa…o nome do rapaz era Gabriel, louro, alto (1,87cm), olhos claros e bastante musculoso. Por isso o apelido.
Era muito simpático, mas muito calado. Por isso, ficamos em dúvida se daria “certo” com ele.
Na segunda feira chamamos o Anjo na minha sala…a Rê queria observar, “entrevistar” o rapaz e depois colocaríamos o “plano” em prática.
– Bom dia Gabriel, tudo bem?
– Sr. Senhor Sr. Miguel…bom dia Dona Renata, tudo bem? O senhor pediu pra falar comigo?
– Sim Gabriel, eu quero lhe agradecer primeiro sobre aquele problema do estacionamento há alguns dias. Parece que vc agiu bem. (Havia ocorrido um incidente no estacionamento há alguns dias um funcionário estacionou o carro na vaga de um dos meus diretores…os dois discutiram e o Gabriel interviu e “colocou ordem”, evitando brigas).
– Gabriel…quais os seus planos? Sei que vc não quer ser segurança para sempre. O que vc tem feito? Estuda, está procurando outro emprego?
– Sr. Miguel, eu não…eu estou satisfeito trabalhando aqui…estou juntando dinheiro para montar meu “Dojô”…eu sou faixa preta de Arte Marcial (não vou escrever qual pois pode ajudar a nos identificar)… e minha noiva estamos juntando dinheiro para isso.
Ao ouvir falar de noiva, a Rê não conseguiu esconder a cara de desânimo…mas resolvi seguir.
– Gabriel, talvez consiga te ajudar nesse seu projeto. Quero te dar algumas funções extras, assim vc vai ganhar mais algum dinheiro. A Renata anda meio preocupada com a segurança dela e do meu filho…achamos que alguém pode estar nos sondando…não é nada que possamos provar, mas não quero arriscar. Quero lhe pagar para ser segurança da Renata por algum tempo, para desencorajar qualquer “curioso”. Vou lhe pagar um extra por isso.
– Eu fico agradecido pela oportunidade Miguel, se o Sr. puder conversar com meu chefe na empresa de segurança.
Nessa hora a Rê interviu:
– Eu quero conversar com você Gabriel, preciso ver se vamos nos entender primeiro. Venha comigo na sala de reunião. Miguel, vc não precisa…eu quero conversar com ele a sós. Ok?
Aguardei, depois de uns 10 minutos a Rê saiu, parecia satisfeita.
Combinamos que ele começaria no dia seguinte…eu ligaria na empresa de segurança e avisaria que ele ficaria trabalhando para mim, pedindo a substituição dele na empresa.
Quando ele saiu, a Rê me passou as impressões que teve dele.
– Mi, ele é tímido…conversamos e ele falou umas três vezes da noiva em poucos minutos. Mas percebi que quando me aproximei dele ele deu uma olhadinha no meu decote…ele é homem como qualquer outro…vamos ver no dia-a-dia se ele se vai se entregar.
Nos primeiros dias o Gabriel, foi “profissional” até demais. A Rê se insinuava, mas nada aconteceu…pensamos que não daria certo. A Rê resolveu tentar uma “última cartada”.
Ele entrou com ela numa boutique de roupas, e pediu para ele ficar perto. Ela chegou em casa e me contou “que despertou a fera”, e me contou o que houve.
– Mi, ele ficou perto do provador, peguei um vestido todo aberto, cheio de decotes e com um rasgo na saia, vesti…. e tirei a calcinha…pedi para ele se aproximar, abri o provador e deixei o decote do vestido meio solto, mostrando meus peitos para ele…ele não resistiu ficou olhando e só depois me avisou que estava aparecendo…eu disse que não tinha problema…daí ele ficou de pau duro…deu pra ver na calça dele…
Só de falar fiquei excitado, e perguntei:
– O que mais vc fez?
– Eu sentei na cadeira, na frente dele ainda com o provador aberto, e de propósito abri minhas pernas deixando minha xaninha aparecendo, com a desculpa de tentar alcançar minha bolsa no chão…ele ficou olhando, eu sorri e ele ficou vermelho…dava pra ver que estava “bem duro”.
– No carro enquanto eu ia para casa ele ficou olhando pelo retrovisor e sorrindo…jogando charme…eu fiquei me abaixando, deixando ele ficar vendo meus seios…foi assim “flertando” até me deixar em casa.
Nessa hora já estava segurando a Rê pelo pescoço, e dei nela um chupão…ela abaixou e abriu minha calça…começou uma gulosa…eu estava bem excitado e perguntei se ela ia chupar o “anjo” daquele jeito…ela murmurava que sim…entre uma chupada e outra dizia o que ia fazer…
– Eu vou “chupar” ele todo Miguel, tô loca para ver aquele gostosão me chupar e comer a minha bucetinha…se ele tiver um caralho bem gostoso você deixa ele comer meu cuzinho?
Eu sussurrei que sim…
Nessa hora eu levantei a saia da Renata puxei a calcinha de lado e comecei a meter…ela estava de salto, debruçou na mesa da cozinha e eu bombei com força…
– Ele vai te comer assim?! Vai?
– Ai Miguel vai, vai sim…que gostoso…mete vai, com força!
Gozamos juntos. Agora era a hora estava tudo pronto…a “fase final” iria começar.
Renata avisou o Anjo que haveria um jantar na nossa casa na sexta à noite e que ele deveria fazer a “segurança” para nós. Não havia previsão de horário de término…então ele deveria passar a “noite” disponível. Ele aceitou …tudo estava certo. Nosso medo era ele “refugar”, por causa da Noiva, mas a Rê sabia que ele estava no ponto.
Ele chegou em casa cedo…eu avisei que os “convidados” iam chegar mais tarde…e que eu iria dar uma saída para buscar um vinho que havia esquecido. Era desculpa para a Rê começar a “sedução”, pois ela achava que ele não iria tentar nada se eu estivesse em casa. Eu não queria sair…não queria perder nada, mas entendi.
A Rê pôs o tal vestido (o da botique), era muito lindo e sensual…uma saia curta, com umas aberturas, e a parte de cima era um tecido ajustado até perto dos seios onde era todo “solto” de forma que quando ela se inclinava ele deixava os peitões a mostra.
Saí com meu carro, e cumprimentei o Anjo que estava parado perto do portão em pose de “leão de chácara” , logo em seguida a Rê mandou uma mensagem dizendo que ia pedir para ele entrar, nessa hora fiquei tenso e excitado ao mesmo tempo.
– Passados alguns minutos (que pareceram horas)…ela me mandou uma mensagem. “Pode voltar…seja discreto”.
Encostei o carro na rua para não chamar a atenção. Entrei sem fazer barulho…usando chave no portão…fui pela porta dos fundos…imaginei que estariam na sala…chegando lá olhei de longe e vi os dois…se beijando na sala…logo ele começou a descer e lamber os peitos dela…a Rê puxou a cabeça dele para o meio dos peitos, com o vestido quase solto, esfregando e balançando eles na cara dele…ele pegou ela pela cintura e a deitou no sofá…segurava os peitos e chupava como um faminto…a Rê gemia…
– Ai que gostoso…me chupa…

Casal Corno Parte 4 O Anjo

Casal Corno Parte 4 O Anjo

Ela puxou a saia para cima…estava sem calcinha…ele mergulhou a cabeça no meio das pernas dela…chupando…Daí ela me viu…mas ele estava de costas, então eu pude me aproximar para ver de perto…ela me olhou e fez uma cara de piranha…que me deixou “duro” na hora…
– Gabriel…não se assuste…ela disse…
– O que? (olhando para trás assustado).
Deu um pulo…ficando de pé limpando a boca…daí eu disse.
– Calma Rapaz…pode continuar, eu só estou aqui para assistir. A festa é para vc e para a Rê…eu sou só o expectador…
Ele continuou parado…parecia em choque…nessa hora a Rê sentou na beira do sofá e abriu o ziper da calça dele, ele voltou a olhar para ela…ela abaixou as calças e pegou o caralho do Anjo e pôs na boca…ele começou a relaxar de novo…fechou os olhos enquanto a Rê chupava a cabeça do caralho dele…primeiro só a pontinha…logo o cacetão foi ficando inchado…era grande…a Rê segurou e começou a bater a cabeçona molhada do pau dele na língua dela…ele gemia de olhos fechados…
Ele tirou a calça e a camisa…era mesmo um cara muito bonito…corpo perfeito…jovem…eu fiquei até com certo medo…era um tipo de cara que podia mexer com a Rê? Ela poderia ficar apaixonada por aquele bonitão e me largar?! Mas eu relaxei…confiava no meu “taco”
A Rê o deitou no sofá…ela tirou o vestido…não há como não ficar impactado vendo uma mulher daquela toda nua na sua frente…ele a abraçou e começaram a se beijar…se esfregando…ele foi descendo até a buceta dela…começou a chupar a bucetinha dela…ela se arreganhou toda…
– Que língua gostosa! Chupa…engole minha bucetinha…
O Anjo engolia a bucetinha dela…a Rê botou o dedo na boca (sinal que estava adorando a chupada)…ela deitou ele de frente e ajoelhou de frente para ele colocando a buceta “enterrada” na boca dele…com uma mão para trás ela inclinava o corpo, empurrando a buceta ainda mais na boca dela, ao mesmo tempo que alcançava o pau dele, massageando…ela começou a gemer mais forte…
– Vou gozar…que delícia de boca quente…
Ela tremeu toda…gozou balançando a cabeça e os cabelos …um tesão de ver…Nessa hora “desmontou” da cara do Gabriel…e desceu…
– Estou com a bucetinha sensível, mas quero você dentro de mim…desceu e “encaixou” o caralho grosso do bonitão naquela bucetinha (ela foi sem camisinha…eu não gostei, mas não ia quebrar o clima)…ele gemeu quando ele forçou todo o caralho dentro da buceta dela…o caralho dele era bem grosso…só de ver imaginei o “estrago”…ela ficou quase parada…mas forçando o caralho dele para dentro devagar…até o mesmo “sumir”…daí ela começou a gemer e rebolar devagar com aquela tora enfiada toda nela…os dois se mexiam em sintonia…devagar…era uma “montada” deliciosa…eu já estava quase gozando só de ver.
– Ai que grosso…que gostoso! Ai Miguel, tá tão gostoso dentro de mim…me encheu toda…assim vou gozar de novo…
Nessa hora começou a rebolar e subir e descer cada vez mais rápido…ele começou a gemer alto…dizendo
– Que tesão! Que tesão! Que tesão! Gostosa! Gostosaaaa! Vou gozaaaar!
– Goza gatão…enche minha bucetinha de leite…vai…
Eu já estava com meu pau para fora…me masturbando…quando o Gabriel gozou…
– Ai MI, que porra quente! Que delícia! Vou gozar de novooo!
Enquanto ele gozava…enchendo a buceta da Rê de porra…a Rê gozou de novo…tremendo e caindo por cima dele…Os dois ficaram parados ofegando…a Rê foi levantando…erguendo a buceta devagar…logo começou a escorrer muita porra…de dentro da buceta…caindo na rola e na barriga do cara…
– Olha MI, ele gozou um monte…que delícia…
Nessa hora EU gozei…A Rê saiu de cima dele pegou um pouco de porra que escorria da buceta e pôs na boca…abaixou do lado do pau dele e começou a beijar a cabeça (ela adora fazer isso) o Gabriel se contorcia. Agora ELE estava sensível. Logo os dois começaram a se beijar…ele continuava de pau duro…
– Ai que tesão…vamos subir…(puxando o Anjo pela mão)…Vem Miguel…quero ele na nossa cama!
Eu já imaginava o que ia acontecer…a Rê fica louca quando realiza essas fantasias…não tem “parada” para ela…Entrando no quarto os dois começaram a se beijar de pé…como ele é alto ela pulou no pescoço dele…ficando “pendurada”…o pau dele encostava na buceta dela…os dois se esfregavam chupando a boca um do outro sem parar…ela começou a falar com ele…
– Gostoso…estou com tesão no meu cú…quero que você enfia esse “cacetão” nele…vai me enrabar gostoso? Vai?
Ouvindo isso fiquei até constrangido…a Rê estava muito assanhada…o pau do Gabriel parecia ter até crescido mais depois dessa proposta…ele deitou a Rê na cama…ela virou de ladinho…lambendo a ponta dos dedos…enchendo de saliva…depois ergueu uma das pernas expondo aquele cuzinho rosado…esfregou a saliva no cu e pediu para o Miguel meter…Ele segurou a perna dela no alto e veio de frente..eu fui para o lado para poder ver o caralho dele entrando no cuzinho da Rê…logo ele esfregou a cabeça…forçou um pouco…na hora que a cabeça passou a Rê deu um grito agudo.
– Ai! …continua devagarzinho gato…
O caralho dele foi entrando…era lindo de se ver…aquele caralho grosso sumindo no cuzinho da Rê…o encaixe foi perfeito…a Rê tava toda arreganhada…ele puxou um travesseiro e colocou embaixo da bunda dela (de lado mesmo) assim o cuzinho dela ficou “apontado” para cima…ele começou a bombar…o caralho dele estava todo dentro do cuzinho da minha esposinha…nas primeiras bombadas ele mal saia de dentro…parecia que estava grudado dentro dela…logo começou a escorregar pra dentro e para fora cada vez mais rápido…a Rê pôs a mão na barriga dele pedindo para dar uma segurada…ele passou a bombar mais lento, mas, mais forte…a Rê começou a esfregar a buceta com força e rápido…e passou a pedir pra ele:
– Mais forte gato! mais forte! Enfia tudo…quero sentir dentro de mim!
O Gabriel começou a gemer alto…dava para ver que ele estava adorando…
– Nossa! Nossa! Vou gozar de novo! Caralho!
– Goza gato! Goza…ai MI eu vou gozar também!
Logo o Gabriel tremeu todo…o fdp havia gozado de novo…agora no cú da Rê…ela pediu:
– Que gostoso…continua! Não para por favor! Vou gozaar!
Daí ela gozou de novo…os dois se “desencaixaram” o pau dele estava todo gozado e com um pouco de merda…em volta da cabeça…a Rê deitou de bruços…estava exausta…
O Gabriel levantou e foi ao banheiro…perguntou se podia usar o chuveiro…avisei que sim…e que havia uma toalha lá em cima de uma cadeira para ele…aproveitei para perguntar para a Rê como ela estava…
– Estou bem cansada…mas foi uma delícia…ele é bem gostoso…
Ele saiu do banheiro de toalha…e a Rê foi se lavar…ele desceu para pegar as roupas e se vestir na sala…conversamos. Ele disse que ficou surpreso…gostou, mas ficou preocupado com tudo que ocorreu.
– Sr. Miguel, o Sr. Não vai me demitir por isso vai? Vcs não vão falar disso para ninguém…eu sou noivo…amo a Patrícia.
– Gabriel, somos um casal desencanado…vc não vai perder o seu emprego na empresa de segurança. Mas você não vai trabalhar na nossa empresa, deve trabalhar em outra…mas se você quiser eu vou te ajudar com sua academia de arte marcial…posso alugar uma sala entre as que eu tenho para vc por um preço camarada…vc sabe que seria difícil vc ficar próximo de nós depois do que houve hoje…
Nessa hora a Rê desceu…estava de roupão…
– Gabriel, você é muito legal…adorei nossa transa…mas tenho um acordo com o Miguel…não está nos nossos planos repetir o que houve aqui hoje…foi só uma realização de fantasia, ok?
– Sim, claro…Dona Rê…Renata…
– Que bom…estava cansada de vc me chamar de DONA…me envelhece uns 10 anos quando vc faz isso! (dando risada)
Nos despedimos…ele foi embora…descansamos um pouco, mas logo a Rê já queria transar…ele ficou muito “acesa” e eu também…transamos e fomos dormir…no dia seguinte comi o rabinho dela de manhã na mesma posição que ela tinha dado para o Gabriel.
Ajudei o Gabriel com a academia de arte marcial…ele conseguiu pagar o aluguel da sala que arrumei para ele…conhecemos a Patrícia, noiva dele, em um almoço em um restaurante para que ele “agradecesse” a ajuda que demos.
Eu e Rê estavámos pensando em nossa nova “aventura”…teoricamente a “vez era minha”, mas ocorreu algo inesperado que favoreceu a nós dois. Logo conto para vocês.

1416 views

Contos Eróticos Relacionados:

Eu e meu amigo descobrindo o prazer na masturbação

Meu nome é Renan e vou contar minha iniciação sexual que aconteceu há anos atrás. Eu morava numa cidade perto da capital (SP), num bairro que fazia divisa com uma pequena floresta, eu e Beto,...

LER ESTE CONTO

Descobrindo o prazer

Descobrindo o prazer - Irei nos apresentar, somos casados há 20 anos, ela uma mulher maravilhosa, morena, 39 anos, 1,59 de altura, cabelos lisos, seios médios e deliciosos, muito fogosa. Eu sou...

LER ESTE CONTO

Filha curiosa ficou doida ao ver o pau do papai

Acho que papai ficou meio chocado com o que falei, pois ele olhou fixo em meus olhos com cara de surpreso. Confesso que fiquei preocupada com a reação que teria, mas rapidamente me aliviei ao ver um leve e safado sorriso ser estampado em seu rosto. - Que isso filha... Nem é tão grande assim, disse ele. Então mais aliviada e vendo que ele havia levado na esportiva disse: - Então deixa eu ver.

VER

Meu primeiro ménage

Senpre imaginei ver outro comendo minha esposa mais nunca tive coragem tinha medo da minha reação ao ver isto sempre assistia vidios de casal e adoro ver a esposa sendo fodida por dois me da muito...

LER ESTE CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 5 + 4 = ?

ContoErotico.Blog - O Seu Site de Contos Eróticos 

Aqui no Blog Conto Erótico, nós trazemos todos os tipos de contos eróticos para alegrar e animar o seu dia. Nossos contos eróticos são enviados por nossos leitores e colocados aqui para excitar a todos. Sempre postamos contos eróticos com fotos, pois sabemos que isso deixa a história mais real e fácil de ser imaginada. Histórias porno, contos picantes, contos de sexo, fábulas eróticas, não importa qual o nome você dê, nós traremos tudo que você precisa para se divertir.

Todos os nomes dos contos eróticos são alterados por nossa equipe para preservar a identidade de todos, e todos os personagens que participam de nossas histórias eróticas são maiores de 18 anos.

Contos Eróticos Com Fotos

Todos os nossos contos tem pelo menos uma foto, pois sabemos que ler um conto erótico com foto é bem melhor do que só ler uma história solta, sem nenhuma imagem para ilustrar. As fotos dos nossos contos são meramente ilustrativas, são retiradas da própria internet, de sites pornográficos que divulgam essas imagens de forma gratuita.

Caso alguma imagem dos nossos contos eróticos com fotos pertença a você e você quer que seja removida, basta entrar em contato e enviar o link do conto que faremos a substituição. Algumas imagens também são enviadas pelos próprios autores dos contos.

Caso você precise entrar em contato conosco, basta usar a nossa página de contato.

Para enviar contos eróticos para serem publicados em nosso site, vá até a página "Enviar Seu Conto Erótico" e escreva sua história que postaremos aqui.

Buceta - Xvideos - Video de Sexo - Filme Porno - Porno Brasileiro - Bucetas - Zoofilia - Porno - Xvideos PutinhasMulheres Peitudas - Porno Nacional - Porno Español - Acompanhantes Campinas - Pornozao - Acompanhantes RJ - XXX - Porno Gratis - Contos Eróticos - Sexo Gay - Dog Porn - Sexo Com Animales - Contos Eróticos Incesto - Relatos Calientes - Porno Buceta - Ursos Pelados - Pornolandia - Cnnamador - Xvideo - Xvideos Porno - X videos - Corno Blog - Mega Filmes - Putaria Telegram - Xvideos Onlyfans - Homem Pelado

Contos Eróticos

© 2024 - Conto Erótico - ThePornDude