Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Conto Erótico » Contos Eróticos de Fetiche » Casal safado e amigo

Casal safado e amigo

Publicado em 26/04/2024 por Darlan

Irei contar uma história que aconteceu entre mim, minha esposa e meu melhor amigo.
Sou um homem na casa dos 30 anos, moreno de 1,80 M de altura, olhos castanhos, casado com uma baixinha gostosa dos cabelos cacheados que está na casa dos 20 anos, peitos maravilhosamente grandes, que combinados com um belíssimo sorriso, uma voz agradável e um jeito supersimpático, realmente desperta interesse e seduz quem tem o prazer de conhecê-la, vou chamá-la de Ana
Para nossas famílias somos um casal normal e monogâmico, mas na nossa intimidade somos um casal que gosta de aventuras, fetiches e loucuras, e eu sou um cara de mente fértil, cheio de ideias safadas para apimentar nossa relação.
Tenho um amigo de infância que também é meu melhor amigo, que sempre ia lá em casa jogar vídeo game e conversar, quando eu ainda era solteiro e que finalmente vai vir visitar eu e minha esposa, já que começamos a morar juntos bem recente, e obviamente que eu já estava com algumas ideias maliciosas em mente.
E já premeditando maldades pedi para minha baixinha gostosa vestir uma roupa leve e muito decotada e ela sendo muito safadinha exatamente do jeito que gosto prontamente me atendeu, e isso já deixou nós dois ansiosos do que poderia vir a acontecer.
E finalmente o meu amigo chegou, irei chamá-lo de Gil, Gil tem a mesma idade que eu, praticamente a minha altura, moreno, cabelo liso, algumas tatuagens e jeito de malandro, chegando me cumprimentou, cumprimentou Ana, mas de forma respeitosa sem muita intimidade pois ele não sabia que sou um cara de mente aberta e que meu relacionamento com Ana foge dos padrões convencionais, então ele tentou não olhar muito pra ela pois eu estava perto e olhando pra ele, me divertindo vendo ele tentar manter a compostura depois de ver Ana num vestidinho leve e sensual, mas conhecendo esse puto de longa data sabia bem q a vontade dele era encarar e comer ela com os olhos, tentando ver os detalhes do corpo dela através do fino vestido e daquele generoso decote.

Fomos para a sala e começamos a jogar futebol digital no PS5 enquanto conversávamos e tomávamos umas cervejas, nós dois sentados no mesmo sofá de frente pra tv e Ana no outro sofá que fica de lado pra Tv participando da conversa também, depois de algumas partidas, algumas cervejas, muita conversa inclusive algumas mais ousadas, Gil já estava mais solto, mais à vontade para conversar com Ana e encarar ela.
Eu e Gil temos uma boa rivalidade no futebol digital, sempre jogamos sério e ao mesmo tempo zoando com a cara do outro, em uma das partidas meto três a zero ainda no primeiro tempo e já começo a zoar, ele após fazer um gol, na tentativa de me pressionar mentalmente fala q vai empatar e virar, e eu como já estava mal-intencionado desde o começo e vendo q ele já está mais solto e a vontade, não perco a oportunidade e falo _impossível tú empatar esse jogo, se empatar deixo tú pegar nos peitos da Ana.
Gil se espanta um pouco com minha fala, mas por já está mais à vontade por conta das conversas e das cervejas se deixou levar e fala _tú que tá falando, não vai se arrepender depois.
Eu com o intuito de esconder minhas reais intenções e passar a impressão de que apenas estou confiante no jogo, falo _tú é meu pato, esse jogo tu não vira, o que falei antes não volto atrás, se tú empatar deixo você pegar nos peitos da Ana.
Ana apenas sorrir, sem demonstrar nenhuma insatisfação, afinal ela está tão mal-intencionada quanto eu, então o jogo continua, obviamente que mesmo tendo provocado e mostrado confiança no jogo, começo a fazer corpo mole no jogo para que ele realmente consiga virar o placar, afinal essa é uma aposta que fiz já com a intenção de perder.
E como planejei ele realmente vira o jogo e ganha a aposta, logicamente que finjo está puto e perplexo por ele ter virado o jogo, então falo _que bicho cagado da porra, jogo safado dos infernos…
Então sigo falando _mas ok, aposta é aposta, não sou de voltar atrás com minha palavra, vou só ver com a Ana antes, então meu bem, tudo bem pra você pagar essa aposta por mim?
Ana rindo fala _olha o que deu tu falar besteira, mas vou pagar, vai ser tua punição por falar demais, mas é rápido.
Então Ana levanta do sofá, Gil também levanta meio sem jeito e sem acreditar que realmente aquela aposta louca seria levada adiante, começa a encarar os seios dela através daquele vestido fino e super decotado e então se aproxima de Ana, estende as mãos em direção aos seios dela, começa a pegar neles por cima do vestido, enquanto pega, logo um dos bicos sai pra fora do vestido, afinal o decote era bem grande, vendo aquele seio grande e apetitoso a amostra, Gil rapidamente começa a pegar no bico, Ana já estava excitada e isso já dava pra perceber através do bico do peito dela, que estava duro.
Então tomado pelo tesão e sem se preocupar com mais nada, Gil se curva e começa a chupar o bico do peito da Ana que estava pra fora do vestido, enquanto segue pegando no outro, algo que já estava além do que tinha sido apostado, e meio que por reflexo Ana coloca a mão por trás da cabeça de Gil meio que apertando a cabeça dele contra seu peito.
Então eu já muito excitado, me levanto e vou por trás de Ana, seguro firme na cintura dela, apertando o corpo dela contra o meu, dou um beijo e um cheiro no pescoço de Ana e sussurro no ouvido dela _tu tá adorando tudo isso né, safada.

Casal safado e amigo

Casal safado e amigo

Nesse momento nós 3 já estamos loucos de tesão, enquanto Gil continua mamando freneticamente os seios de Ana, eu continuo coladinho atrás dela, chupando o pescoço de Ana como se quisesse marcá-la e com minhas mãos começo a levantar o vestido de Ana expondo a calcinha dela marcada por aquela buceta grande e molhada, dou um tapa no bumbum de Ana e mais uma vez a chamo de safada, então Gil percebendo isso não perde tempo e já leva uma mão entre as pernas de Ana, tocando sua buceta por cima da calcinha, rapidamente afasta a calcinha de lado e começa a acariciar a buceta dela, alternando entre acariciar o clitóris e enfiar o dedo dentro da buceta de Ana que nesse momento já estava muito molhada.
Ainda atrás de Ana pego entre o pescoço e o queixo dela, viro um pouco a cabeça dela pra beijá-la e após um caloroso beijo vou pra frente de Ana e começo a mamar no peito dela enquanto uma das minhas mãos apertam a bunda dela, Gil segue mamando no outro peito e acariciando a buceta dela, nesse momento Ana está com uma mão na minha cabeça e a outra na de Gil, se contorcendo de prazer, soltando gemidos e até uns gritinhos, típicos daquela safada, depois de alguns minutos seguindo dessa forma que narrei eu falo pra Ana _acho que está na hora de tu mamar também.
Então começo a tirar minha roupa, Gil também tira a dele, rapidamente arranco o vestido de Ana deixando-a só de calcinha, Ana de frente pra aqueles dois paus duros não perde tempo e se abaixa na nossa frente, coloca uma mão em cada pau, ótimo amigo que sou deixo ela começar mamando no pau de Gil, Ana abaixada olha nos olhos de Gil, de cima pra baixo com uma cara muito safada e começa passando a língua na cabeça do pau dele, começa a lamber como se fosse um picolé, mas sem colocar na boca ainda, então falo _ vai safada, mama nesse pau.
Então logo após me ouvir, como uma putinha safada que gosta de ser mandada, Ana coloca o pau de Gil na boca e começa a mamar, sempre dando umas olhadas nos olhos de Gil e nas expressões dele, essa safada gosta de ver as expressões do outro se contorcendo de prazer, ela também dá umas olhadas nas minhas expressões enquanto olho ela mamando em outro pau, enquanto mama no pau de Gil uma de suas mãos segue acariciando meu pau.
Depois de um tempo lambendo e mamando no pau de Gil, Ana cai de boca no meu pau também, fazendo exatamente do jeito que me deixa louco, hora lambendo das minhas bolas até chegar na cabeça, hora tentando colocar todo na boca e mamando como se tivesse faminta, e assim Ana segue alternado entre um pau e outro, então resolvo tirar a calcinha de Ana, peço pra ela deitar no sofá, me abaixo e começo a chupar a buceta dela, enquanto isso Gil em pé ao lado do sofá coloca o pau na direção da boca de Ana, que vira um pouco o rosto e começa a mamar nele.
Sigo chupando a buceta dessa safada, lambendo o clitóris dela enquanto enfio o dedo na buceta dela, Ana segue mamando, as vezes parando pra pegar fôlego e se contorcer, pegando na minha cabeça, no meu cabelo, Gil bate com o pau na cara dela, e após alguns minutos chupando a buceta dela sinto que Ana já está perto de gozar, pois já está se contorcendo mais forte, apertando minha cabeça com suas coxas, pegando firme no meu cabelo, gemendo, dando gritinhos muito safados, finalmente Ana tem seu primeiro orgasmo, pede pra eu parar de chupar um pouco, pois sua sensibilidade está no máximo, fica um tempo apertando minha cabeça com suas coxas com força.
Ana assim como a maioria das mulheres, logo após gozar fica com mais fogo ainda, e o que essa safada mais quer agora é ser penetrada, então peço pra Ana levantar do sofá, sento no sofá e ela de frente pra mim se inclina com a cabeça em direção ao meu pau, Gil vai por trás dela e a segura pela cintura o que faz ela se inclinar ainda mais, Gil começa esfregando o pau na buceta dela, essa safada tá com tanto fogo que fala _mete caralho.
Gil então enfia o pau na buceta de Ana, segura firme na cintura dela, começa socando num ritmo mais lento meio que provocando, enquanto isso Ana vai mamando no meu pau, como uma das mãos seguro firme pelo cabelo dela e com a outra mão pego no peito dela, hora pegando no bico hora tentando segurar o peito todo, Gil vai aumentando o ritmo das estocadas, da um tapa forte na bunda de Ana e fala _rebola no meu pau, safada.
Ana então começa a rebolar no pau de Gil, pois essa safada quando está excitada gosta de ser mandada, Gil começa a socar forte enquanto ela meio que se contorce, Ana perde a coordenação do boquete que estava fazendo em mim e tira o meu da boca enquanto geme e soca uns gritinhos bem safados, seguro firme no cabelo dela, puxo um pouco e falo _não para de mamar safada.
Gil segue fodendo a buceta de Ana por um bom tempo, hora socando forte e rápido, hora diminuindo o ritmo e dando aquela segurada, depois voltando a socar forte, percebo que Gil já está perto de gozar então falo _não goza dentro dela, vem aqui gozar na boca dessa safada, deixa que eu vou foder a buceta dela agora.
Rapidamente eu e Gil trocamos de lugar, vou pra trás de Ana e sem perder tempo já meto meu pau na buceta dela e começo a socar pra que ela não perca o ritmo, pois a safada já estava no caminho pra um segundo orgasmo, enquanto isso Gil rapidamente coloca o pau na boca de Ana e ela começa a mamar nele, não demorando muito pra que Gil goze na boca dela, além de gozar dentro da boca dela ele também lambuza o rosto dela com seu leitinho, bate com o pau na cara dela, coloca na boca dela de novo e eu sigo fodendo a buceta dela, socando com força, hora dando umas estocadas bem profundas e fortes num ritmo mais lento, hora socando forte e rápido, sigo mantendo o ritmo sem me segurar, sinto a buceta de Ana se contrair, o corpo dela se contorcer, ela geme e solta gritinhos safados e começa a falar _fode essa buceta vai, não para, fode essa buceta com força, continua, vai caralho.
Então os gemidos e gritinhos de Ana se tornam mais altos, as contrações de sua buceta se tornam mais fortes, seu corpo se contorce enquanto goza, nessa hora percebendo que ela gozou continuo fodendo com intensidade, sem me segurar, pois agora também quero gozar, nesse momento tudo que eu quero é encher a buceta dessa safada com meu leitinho, começo a segurar na cintura dela ainda com mais força, solto urros e dessa forma gozo na buceta de Ana, enquanto puxo o corpo de Ana com força contra o meu, como se eu quisesse entrar todo dentro dela e ainda soltando alguns urros, e assim deixo a buceta de Ana cheia do meu leitinho.
Depois desse primeiro momento um bom banho, uma resenha enquanto descansávamos um pouco e então essa foda louca continuou na cama, quem sabe em outro momento trago uma parte 2 contando com mais detalhes a continuação dessa foda louca e gostosa.

5700 views

Contos Eróticos Relacionados:

Comi o cuzinho da minha mãe que tinha bebido

Comi o cuzinho da minha mãe que tinha bebido - Fiz sexo intenso com minha mãe bêbada que quis tomar no cuzinho e vou lhes contar como tudo isso aconteceu entre eu e minha amada mamãe. Me chamo...

LER ESTE CONTO

Transei com o coroa caralhudo do 99

Transei com o coroa caralhudo do 99 - Olá, sou Martina, meu Apelido é Donna, tenho meus 20 e poucos anos, estudo medicina, e sou o tipo mulherão, ruiva de cabelos compridos e olhos azuis, sou...

LER ESTE CONTO

Incesto lésbico com minha priminha virgem

...Ela obedeceu, tirando a calcinha e a blusa. Que corpo perfeito, seios médios e durinhos, mamilos rosados, pele lisinha, bunda redondinha e a buceta nem se fala. Se eu não estivesse tão excitada, ficaria com inveja. – Agora sente no sofá e abra bem as pernas.

VER

Meu namorado não deu conta mas o sogro sim

Meu namorado não deu conta mas o sogro sim - Olá amores, me chamem de Steh, atualmente tenho 19 aninhos, sou casada e tenho um filho, mas vou relatar uma historia antiga que aconteceu comigo quando...

LER ESTE CONTO

1 - Comentário(s)

  • Alexsandro Silveira 27/04/2024 05:40

    Amigo legal vc é. Queria ter um amigo assim que deixasse meter na esposa

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 1 + 2 = ?

ContoErotico.Blog - O Seu Site de Contos Eróticos 

Aqui no Blog Conto Erótico, nós trazemos todos os tipos de contos eróticos para alegrar e animar o seu dia. Nossos contos eróticos são enviados por nossos leitores e colocados aqui para excitar a todos. Sempre postamos contos eróticos com fotos, pois sabemos que isso deixa a história mais real e fácil de ser imaginada. Histórias porno, contos picantes, contos de sexo, fábulas eróticas, não importa qual o nome você dê, nós traremos tudo que você precisa para se divertir.

Todos os nomes dos contos eróticos são alterados por nossa equipe para preservar a identidade de todos, e todos os personagens que participam de nossas histórias eróticas são maiores de 18 anos.

Contos Eróticos Com Fotos

Todos os nossos contos tem pelo menos uma foto, pois sabemos que ler um conto erótico com foto é bem melhor do que só ler uma história solta, sem nenhuma imagem para ilustrar. As fotos dos nossos contos são meramente ilustrativas, são retiradas da própria internet, de sites pornográficos que divulgam essas imagens de forma gratuita.

Caso alguma imagem dos nossos contos eróticos com fotos pertença a você e você quer que seja removida, basta entrar em contato e enviar o link do conto que faremos a substituição. Algumas imagens também são enviadas pelos próprios autores dos contos.

Caso você precise entrar em contato conosco, basta usar a nossa página de contato.

Para enviar contos eróticos para serem publicados em nosso site, vá até a página "Enviar Seu Conto Erótico" e escreva sua história que postaremos aqui.

Buceta - Xvideos - Video de Sexo - Filme Porno - Porno Brasileiro - Bucetas - Zoofilia - Porno - Xvideos PutinhasMulheres Peitudas - Porno Nacional - Porno Español - Acompanhantes Campinas - Pornozao - Acompanhantes RJ - XXX - Porno Gratis - Contos Eróticos - Sexo Gay - Dog Porn - Sexo Com Animales - Contos Eróticos Incesto - Relatos Calientes - Porno Buceta - Ursos Pelados - Pornolandia - Cnnamador - Xvideo - Xvideos Porno - X videos - Corno Blog - Mega Filmes - Putaria Telegram - Xvideos Onlyfans - Homem Pelado

Contos Eróticos

© 2024 - Conto Erótico - ThePornDude