Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Conto Erótico » Contos Eróticos de Corno » O Negócio e o Corno

O Negócio e o Corno

Publicado em 07/08/2023 por Eduardo Marcos Gama

Vou contar o que aconteceu comigo recentemente, pois não tenho coragem de contar isso em nenhum outro lugar. Me chamo Marcos e tenho 41 anos e sou casado a mais de 15 anos. Minha esposa Lídia é uma mulher de 34 anos, 1,60, 55kg, siliconada. Uma mulher linda e com um corpo estonteante. Temos uma empresa de terceirização de serviços de RH e contratação de pessoas. Recentemente um empresário chamado Roberto, dono de uma empresa de segurança propôs uma parceria conosco. Eu não gostei de cara do tal do Roberto, um sujeito bem metido. Deve ter uns 38 anos, todo Musculoso, mulato, alto (deve ter um 1,85cm), e vi que ficou de olho na minha esposa, se insinuando e fazendo pose. Eu não ia topar a parceria, mas minha esposa é sócia e gostou da oportunidade. Até questionei se ela não estava fazendo isso por conta dos “gracejos” do Roberto. Ela disse na ocasião: “De forma nenhuma! Eu sou profissional, nunca misturaria esse tipo de coisa, e além disso não tenho interesse em ninguém  a não ser você”. Eu sou um cara bem cuidado, não sou malhado, mas não sou obeso. Transávamos todos os dias, Lídia é bem fogosa. Gosta de todo tipo de sexo. Há alguma semanas chegou na empresa um convite para um evento na empresa de segurança do Roberto, eu iria ignorar. Mas no dia seguinte Lídia disse que recebeu uma ligação dele “pedindo” a presença dela. Eu fiquei puto…disse: “então eu não estou convidado?” Lídia: “claro que você foi”, se mostrando sem graça. Fiquei desconfiado e perguntei se ele fala muito com ela no telefone…ela disse que só “quando há algum negócio em andamento” (para mim não era uma resposta convincente). Disse que nós não deveríamos ir…ela discordou…disse que era “importante” pois a parceria era muito “rentável” para nós. Discutimos, mas no final concordei que iríamos, com a condição de ficarmos pouco tempo.

No dia da festa Lídia pôs uma saia curta e bastante apertada, e uma blusa que enfatizava seus seios, mostrando todas as curvas do corpo…fiquei aborrecido e disse que estava exagerando…discutimos de novo. Disse que ela estava muito “animada” para essa festa do Roberto. Ela ficou brava, e se disse “ofendida” pela minha “alegação” e que era um absurdo meu “ciúme”. Passado o nervoso fomos a festa, ela foi daquele jeito mesmo. Chegando lá (era na empresa, uma quadra enorme toda cercada e cheia de seguranças. No fundo da empresa (o local da festa” era muito bonito parecia um clube…piscina, um grande salão de festas, um segundo salão com muitas pessoas sentadas, jogando em um pequeno “cassino”. Um lugar realmente “diferenciado”. Logo que chegamos o Roberto veio de dentro do salão todo “grudento” já veio abraçando a Lídia e ao dar “beijinhos” no rosto dela, quase a beijou no canto da boca…eu vi que ela ficou sem graça, mas de longe vi que estava arrepiada. Fiquei puto na hora, o cumprimentei secamente, ele ficou puxando conversa e disse que iria nos mostrar a empresa. Ficava se encostando na Lídia, colocava  a mão em sua cintura (perto da bunda dela) a todo momento…não via a hora de terminar o maldito “Tour”. Lídia ficava dando risadinhas, “toda assanhada”, pensei.

Quando entramos no salão, onde uma dupla ticava musicas em violão…o Roberto me chamou para ver o “cassino” e no fundo haviam 4 mesas onde as pessoas estavam jogando pôquer. Roberto disse: “ Venha jogar conosco Marcos”. Vi que Lídia ficou no salão acompanhando o show dos violeiros…e pensei melhor ficar aqui da onde posso acompanhar esse cara e ele para de dar em cima dela. Ficamos jogando, tinhámos algumas fichas na mesa, não era “dinheiro” de verdade até então. Estava indo bem mantinha meu monte e todos ganhávamos e perdíamos. Via a Lídia interagindo com outras mulheres no salão do show. Estava tranquilo.

Foi então que o Roberto sugeriu: “vamos fazer ficar melhor…vamos jogar uma grana nessa próxima rodada. O que acham”…”valor simbólico, mil em uma mão…o que acham?” Eu achei estranho, mas para não parecer “pão duro” topei…o jgo seguiu…8 mil em jogo…Vi que em toda mão que eu ficava o Roberto ficava também…parecia querer me “desafiar” e por isso decidi que ira tirá-lo do jogo…em três mãos e 2 blefes “limpei” ele, ele me cumprimentou e ficou em pé ao lado da mesa enquanto eu e 2 outros estávamos disputando o pote. Me distraí com o jogo e de repente, olhei para trás e não vi minha esposa…ao olha para a frente vi que o Roberto havia saído. Acendeu um alerta…estava preso no jogo e não podia sair…disse que iria ao banheiro…paguei o blind e saí…procurei desesperadamente minha esposa…também não via o Roberto. Olhei no banheiro…nada nem o Roberto…o segurança vei me chamar dizendo que deveria voltar para o jogo, pois estavam me esperando para uma nova mão…voltei e pensei em perder para poder voltar a procurar a Lídia. Foram mais três mão longas, perdi de propósito, e percebi que ao sair da mesa..um dos “seguranças” do Roberto estava trás de mim…

Fui até o fundo da empresa, passando pela lateral do salão, havia dois chalés, do lado de um lago artificial, via que havia movimento na sombra de um deles, ir para uma posição par enxegar melhor vi que era a Lídia, estava atrás de um pequeno poste e alguém estava conversando com ela, cochichando, bem encostado, ela não me viu…era o que eu imaginava ela estava se agarrando com o Roberto, eu procurava o caminho para atravessar o laguinho, quando um segurança me segurou pelo braço dizendo “essa área é reservada colega” eu disse estou indo atrás da minha mulher. Ele me empurrou e logo depois um outro segurança me deu um chave de braço, me levando por uma saída lateral da empresa e me levando para fora…eu gritava, “sou convidado”, “sou convidado PORRA!”…ninguém me ouviu, fui levado para fora da empresa… tinha que dar a volta…e entrar na festa de novo…enquanto corria liguei para o celular da Lídia…claro que ela não iria atender…ao dar a volta o segurança da porta disse que eu não podia entrar…pois estava “expulso” da festa, eu briguei ele me segurou e disse que chamaria a polícia…ele disse que avisaria o “Sr. Roberto” eu disse para fazer isso…ele ligou e ninguém atendeu…O segurança disse que era melhor eu ir embora…pedi para localizar minha esposa pois a esperava para irmos juntos…ele perguntou o nome e disse que iria procurá-la…resolvi sai dali e ir para parte de trás da empresa. Saí rodeando o portão e fui para a parte de trás da empresa…entrei no fundo da empresa por uma área de mato alto e consegui chegar em uma grade na parte de trás do chalé…dava para ver pela grade que minha esposa estava agarrada com o Roberto dançando juntos…sua blusa estava aberta, o som era alto, eu gritei o nome dela mas não me ouvia…havia uma garrafa de champanhe no chão…os dois estavam se roçando…os dois se beijavam loucamente…eu tentei subir na grade, mas não iria dar certo pois n alto tinha arame farpado…continuei gritando o nome da Lídia para que ela me visse…mas ela não ouvia…eu chorava de raiva!

O Negócio e o Corno

O Negócio e o Corno

Em seguida Roberto tirou a blusa e o sutien da Lídia e começou a mamar seus peitos…ajoelhei e fiquei em silêncio…não podia acreditar…ele arrancou a saia dela e a pegou no colo levando para um sofá de fibra redondo ao lado do chalé e na frente do lago, tirou a cueca…Lídia sem cerimônia começou a beijá-lo…até que caiu de boca no pau do cara…era um cacete grande, dava para perceber mesmo de longe…eu chorava sem parar…minha cabeça doía…como Lídia podia fazer aquilo comigo!…Ela deitou e ele colocou a cara no meio das pernas dela, estava chupando a minha mulher vadia! Logo a virou de bruços ela ficou com o a barriga no sofá e com os joelhos sob um travesseiro no chão…o Roberto enfiou sua jebona nela, e começou a bombar com força, ela gritava…como podia ouvir ela, e ela não me ouvir…fiquei até ainda mais envergonhado pois pensei que alguém da festa poderia ouvir…os dois se deitaram no sofá e ele começou a meter de lado nela…eu fiquei olhando sem acreditar…dava para ver a Lídia rebolando enquanto aquele mulatão metia a jeba enorme na buceta dela…ele segurava os cabelos dela puxando para cima da cabeça…aquilo não parava…ela deitou de frente ele voltou a chupá-la…ela virou de bruços…ele meteu a cara na bunda dela…eu não podia acreditar…ele levantou abriu a porta do chalé e voltou com alguma coisa na mão Lídia olhou e fez um sinal de negativo…chegou a se levantar e pegar a saia…ele a agarrou e virou ela de costas…ELE QUERIA COMER O CÚ DELA! Ele a segurou pela cintura os dois caíram deitados no sofá ele por cima dela e ela de Bruços…ele estava segurando o pau tentando enfiar no rabo dela…ela parecia desesperada para sair…de repente ela deu um grito…o filha da puta tinha atochado a rola grossa no cú da minha esposa…ela segurava com força na borda do sofá e apertava o rosto no encosto…logo ela ficou de lado ele metia com força…bombadas fundas, dava para ver que o saco preto dele devia estar encostando na bunda da Lídia a cada metida. Ele botou o braço por cima do corpo dela e enfiou o dedo na buceta dela…ela começou a rebolar…a “PIRANHA ESTAVA ADORANDO”…ela dizia para mim que não gostava de dar o cú…pois doía muito…ali estava tomando uma jeba enorme no rabo e rebolava sem reclamar. Logo a velocidade aumentou…e de repente eles pararam a Lídia começou a gritar…o filha da puta estava gozando no cú dela…tudo sem camisinha…ele tirou o pau… levantou e deu um tapa nele…botava a mão no cú…pegou um travesseiro e passou a ponta no rabo…provavelmente para limpar a porra que escorria…ela se sentou no sofá ele levantou e segurou o rosto dela…forçando um beijo…quando se levantou estava com a jeba enorme perto do rosto dela…segurou seu rosto…ela tentou virar…mas ele esfregou o pau na cara dela…e ela resistiu um pouco, mas começou a chupar aquele pau que deveria estar todo melado de cú. Colocou ela de quatro e meteu mais um pouco naquele cú…logo tirou o pau e a puxou colocando ela de joelhos…ela abriu a boca e ele meteu a rola…logo em seguida ela virou o rosto e começou a escorrer porra da boca dela…os dois se levantaram ela se afastou e entrou no Chalé…ele entrou atrás…não dava para ver nada…voltei para a frente da empresa…os seguranças me viram chegar…e dois começaram a cochichar e dar risada…logo um deles se aproximou e disse…o Sr. Roberto falou que o senhor pode esperar aqui… me dê a chave do seu carro que vou busca-lo…eu disse que queria chamar minha esposa…ele disse que o Sr. Roberto “iria localiza-lá e traze-la até a porta”, virou com a minha chave na mão e sai dando risada…quase 1 hora depois apareceu com o Carro…isso já eram mais de 3 horas da manhã…dizendo “sua esposa ficou indisposta e vai ficar até de manhã”…eu disse “como assim?”. Ele disse o Sr. Roberto “insistiu, pois ela bebeu um pouco demais” e vai “dormir em um dos quartos da empresa” e que eu estava “muito alterado” e já “havia causado problemas” e que não deveria esperar por ela.  Fiquei imaginando aquele mulatão metendo na Lídia até de manhã…não havia mais o que fazer…fui para casa…não consegui dormir…fiquei esperando na sala…por volta de 8hs da manhã ouvi barulho de carro na rua…olhando pela janela vi o caminhonete do Roberto encostar na porta de casa..Lídia saiu com a roupa toda amassada…sem cerimônia deu um chupão na boca do Roberto…eu quase explodi…ele foi embora e ela entrou…eu gritei “O QUE VOCÊ FEZ”?  Ela respondeu na maior normalidade: “eu dei pro Roberto a noite toda…minha buceta e meu cú estão cozidos…ele me COMEU gostoso!”…e aparentando estar completamente louca disse…”eu vim mamando a rola dele no carro…ele tem uma PICA enorme…e tem PEGADA…”…”minha boca tá toda cheia da porra DELE, SEU CORNO!” Fiquei paralisado! Não sabia o que dizer…ela disse em seguida: “daqui a pouco ele vai me buscar e vamos para o apartamento dele…” ele disse que quer ficar comigo e vai largar da mulher assim que ela voltar de viagem… pegou as roupas pois numa mala e logo ficou do lado de fora, em menos de 20 minutos o Roberto apareceu ela embarcou no carro deu um beijo no cara na frente de casa e foi embora. Eu fiquei sem chão…isso foi há cerca de 10 dias…depois de 4 dias ela me ligou chorosa pedindo desculpas e que queria conversar…ainda não sei o que fazer, ou se vamos voltar…tenho que ver o que ela quer…Ao pensar no que aconteceu fico triste, mas ao mesmo tempo excitado… não tinha onde contar isso para ninguém.

5517 views

Contos Eróticos Relacionados:

Descobri que era corno

Descobri que era corno - Meus caros amigos, é com muita satisfação que venho relatar esse caso, como foi que descobrir que era corno, apesar de desejar isso, só que não tinha coragem de conversar...

LER ESTE CONTO

A minha primeira traição

Vou relatar pra vocês como foi a minha primeira traição, sou casada a vários anos e nunca pensei que pudesse me entregar para outro homem, mas inesperadamente aconteceu e foi muito bom. Em uma...

LER ESTE CONTO

Filha curiosa ficou doida ao ver o pau do papai

Acho que papai ficou meio chocado com o que falei, pois ele olhou fixo em meus olhos com cara de surpreso. Confesso que fiquei preocupada com a reação que teria, mas rapidamente me aliviei ao ver um leve e safado sorriso ser estampado em seu rosto. - Que isso filha... Nem é tão grande assim, disse ele. Então mais aliviada e vendo que ele havia levado na esportiva disse: - Então deixa eu ver.

VER

Quer Fuder? Quero Fuder!

Quer fuder? Quero Fuder… Fazia uns 5 anos que não o via, quando estávamos juntos não havia hora e nem lugar, batia a vontade e transávamos, na praia, na chuva, no carro em frente ao meu apto e...

LER ESTE CONTO

6 - Comentário(s)

  • Alexsandro Silveira 18/04/2024 18:24

    Eu não voltaria mano. Ela vai te chifrar novamente ba maior cara de pau.

  • Paulo 05/02/2024 16:01

    Eu também não voltaria isso foi muita sacanagem. Uma coisa é ser tudo conversado. Ela foi muito errada.

  • Declieux 05/09/2023 19:45

    Não sei se o conto é verdadeiro ou ficção,caso seja verdadeiro,vc tem que pensar uma coisa ,corno vc já é , agora vai assumir e continuar sendo corno , se assumir não tem volta e aí ela vai te humilhar cada vez mais e vc nem vai poder reclamar,terá apenas que abaixar a cabeça e aceitar, e já vai pensando que terá de chupar uma buceta cheia de porra de outro homem , de ouvir ela dizer que vai sair pra dar par outro e não terá o direito de abrir a boca pra reclamar , apenas terá que baixar a cabeça e aceitar que realmente é um corno manso e pronto , agora se vc tem esse fetiche,essa vontade ,cai pra dentro e foda-se o que pensam as pessoas ,caso contrário ,separa e vai atrás de outra pessoa,pois se continuar nesse relacionamento vai só te fazer mal e te humilhar cada vez mais , se quiser conversar chama no email: [email protected]

  • Vander 14/08/2023 09:30

    Brother eu não voltaria sentir tesão em ver a mulher com outro e vc permitir isso é cumplicidade, mas ela mentiu e ainda na primeira oportunidade te humilhou e foi embora, nada impede que se repita ou que ela vai se tornar a puta desse cara

  • Lucas 11/08/2023 08:42

    Mano, não há nada de errado ficar excitado com isso, tu tem esse fetiche de ser corno e está tudo bem. O problema é que a sua esposa te traiu mesmo sem o teu consentimento, nao se importando com os teus sentimentos e como você iria ficar. Se esse encontro estivesse sido acordado e conversado entre vocês, sem problemas, porém o erro dela foi não ter te consultado, falando que as conversas com ele eram só sobre "trabalho" oque já podemos ver que foi uma grande mentira. Eu não voltaria man, ela realmente te traiu e não se importou e nem se importa com os seus sentimentos, você pode até não terminar e manter as coisas como estão, mas ai tu que se perguntar se realmente vai conseguir confiar nela de novo. Eu não conseguiria. Boa sorte irmão.

  • Samuel 07/08/2023 21:35

    Irmão minha opinião, eu não voltaria jamais. Oq ela fez foi traição das maiores, se ela tinha vontade de dar pra outro deveria ter te falado mais ela fez tudo às escondidas, se tu aceitar ela vai fazer dnv. Qualquer me manda um email [email protected]

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 1 + 4 = ?

ContoErotico.Blog - O Seu Site de Contos Eróticos 

Aqui no Blog Conto Erótico, nós trazemos todos os tipos de contos eróticos para alegrar e animar o seu dia. Nossos contos eróticos são enviados por nossos leitores e colocados aqui para excitar a todos. Sempre postamos contos eróticos com fotos, pois sabemos que isso deixa a história mais real e fácil de ser imaginada. Histórias porno, contos picantes, contos de sexo, fábulas eróticas, não importa qual o nome você dê, nós traremos tudo que você precisa para se divertir.

Todos os nomes dos contos eróticos são alterados por nossa equipe para preservar a identidade de todos, e todos os personagens que participam de nossas histórias eróticas são maiores de 18 anos.

Contos Eróticos Com Fotos

Todos os nossos contos tem pelo menos uma foto, pois sabemos que ler um conto erótico com foto é bem melhor do que só ler uma história solta, sem nenhuma imagem para ilustrar. As fotos dos nossos contos são meramente ilustrativas, são retiradas da própria internet, de sites pornográficos que divulgam essas imagens de forma gratuita.

Caso alguma imagem dos nossos contos eróticos com fotos pertença a você e você quer que seja removida, basta entrar em contato e enviar o link do conto que faremos a substituição. Algumas imagens também são enviadas pelos próprios autores dos contos.

Caso você precise entrar em contato conosco, basta usar a nossa página de contato.

Para enviar contos eróticos para serem publicados em nosso site, vá até a página "Enviar Seu Conto Erótico" e escreva sua história que postaremos aqui.

Buceta - Xvideos - Video de Sexo - Filme Porno - Porno Brasileiro - Bucetas - Zoofilia - Porno - Xvideos PutinhasMulheres Peitudas - Porno Nacional - Porno Español - Acompanhantes Campinas - Pornozao - Acompanhantes RJ - XXX - Porno Gratis - Contos Eróticos - Sexo Gay - Dog Porn - Sexo Com Animales - Contos Eróticos Incesto - Relatos Calientes - Porno Buceta - Ursos Pelados - Pornolandia - Cnnamador - Xvideo - Xvideos Porno - X videos - Corno Blog - Pornô - Xvideos Pornos - Mega Filmes - Putaria Telegram - Xvideos Onlyfans

Contos Eróticos

© 2024 - Conto Erótico - ThePornDude