Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Conto Erótico » Contos Eróticos de Fetiche » Após um ano, descobri que minha psicóloga me deseja

Após um ano, descobri que minha psicóloga me deseja

Publicado em 23/06/2023 por Ograo

Bem eu me separei a algum tempo, e nesse período eu comecei a me masturbar muito, com certo excesso, mais de 20 vezes num dia, mesmo tendo algumas parceiras, isso não diminuía, era um tesão descontrolado, e isso já estava atrapalhando minha vida, tanto pessoal como profissional, pois qualquer coisa que passasse pelo meus olhos como uma mulher com um decote um pouco maior ou uma roupa justa, me deixava de pau duro, e só amolecia depois de gozar.

Eu então preocupado com isso, procurei tratamento, de início fui encaminhado para um psicólogo, Dr.carlos, era um excelente psicólogo e através de exercícios ele tentava me fazer gastar energia, e fixar minha mente em outras coisas, isso aliviou mas não acabou com o meu problema, eu já conseguia me controlar mais na rua, porém sozinho em casa continuava a saga de passar o tempo todo me masturbando.

Fiquei com o Dr. Carlos apenas 3 messes, mas logo ele saiu da clínica, assim eu tive de ser remanejado, fui encaixado na agenda da Dr.Vanusa, de início nossas sessões progrediram bem, ela me encaminhou para fazer alguns exames, que deram uma desordem hormonal leve, eu teria de fazer um controle e continuar com os exercícios, bem algumas sessões depois chegamos ao dia “D”. O dia que as sessões tomaram um rumo diferente.

Eu cheguei para a sessão normalmente, me sentei, ela começou perguntando da minha semana, e falamos por alguns minutos sobre amenidades, em seguida entramos no ponto do meu problema, contei q nessa semana eu havia saído com uma menina, e q acabamos indo pra minha casa e transamos, falei q transamos muito e q foi ótimo, porém q depois que a menina dormiu eu ainda bati duas punhetas, disse q nessa semana uma colega de trabalho disse algo com uma conotação sexual, q automaticamente me excitou e eu acabei passando 40 minutos no banheiro do trabalho me masturbando.

Dr.- isso te incomodou?

Eu- sim doutora! Atrapalha meu desempenho no trabalho e estou voltando a ter minhas ereçoes na rua.

Eu- na terça eu estava voltando pra casa de metrô, uma mulher segurou no corrimão e sua mão ficou bem próximo a minha, em certo momento o metrô deu uma freada e a mão dela acabou encostando na minha, a mulher não fez questão de retirar a mão, e passamos a seguir viagem assim, aquilo começou a me excitar e quando percebi tive de passar o resto da viagem com minha bolsa tapando o volume da calça, quando cheguei em casa fiquei até de madrugada me masturbando.

Ao contar sobre o acontecido no metrô comecei a me excitar, logo q percebi meu pau estava duro como pedra, fiquei sem graça e comecei a me esconder, ela percebeu.

Dr.- não precisa esconder! Aqui e um ambiente seguro.

Eu- mas Dr. Eu fico envergonhado, a senhora pode achar q sou um louco tarado, e q vou te atacar, mas juro q não vou, a senhora e uma mulher muito linda mas eu tenho controle sobre minhas ações, só não tenho controle sobre minhas ereçoes.

Ela realmente era uma mulher linda, tinha seus 30 anos, uma corpo em forma, não aparentava ter filhos e não usava aliança.

Dr.- Roberto, não estou preocupada em você me atacar, relaxe, já disse q aqui e um ambiente seguro pra você.

Nesse momento relaxei, deixei meu volume amostra e continuei a falar, Dr. Reparava que quanto mais eu falava mais meu pau endurecida e as vezes até pulsava dentro da calça.

Dr.- o ato de falar sobre sexo te excita muito?

Eu- sim! Quando vou falando, vou recordando e as imagens em minha cabeça despertam o meu tesão.

Terminamos aquela sessão, tive q me masturbar no carro, e depois q cheguei mais e mais.

Alguns sessões se passaram até q em uma delas revelei q após minhas sessões com ela eu sempre tinha q me masturbar, e q se eu não fizesse isso meu pau não amolecia nunca e eu sentia muitas dores nos testículos.

Dr.- oq te excita e falar sobre sexo? Ou e por estar falando sobre sexo com uma mulher?

Eu- acho que os dois! O fato de eu estar falando com uma mulher intensifica meu tesão.

Eu- o fato de a senhora ser muito bonita e atraente tbm interfere nisso! E hoje sua roupa mais justa me deixou com tesão logo no saguão.

Dr.- se você preferir eu posso vir com uma roupa mais folgada na próxima sessão.

Eu- não! Por favor, eu me sentiria péssimo se soubesse q você está mudando sua rotina por minha causa.

Dr.- tudo bem! Então hoje está sentindo algo diferente?

Eu- sim! Sinto como se meu pau fosse rachar ao meio!

Dr.- sua taxa hormonal está se equilibrando! Era pra vc está se sentido melhor a essa altura do tratamento.

Eu- doutora a senhora me perdoa, mas podemos encerrar a consulta mais cedo hoje?

Dr.- você não está se sentido bem?

Eu- mais ou menos.

Dr.- pode falar! Já falei que você está em um lugar seguro.

Eu- bem, não estou conseguindo me segurar mais! Preciso ir agora é me masturbar.

Dr.- isso tudo por minha causa?

Eu- desculpa!

Dr.- não precisa se desculpar! olha Roberto só tem 10 minutos q começamos a seção, você ainda tem 40 minutos, se você realmente precisa e se sentir a vontade pra isso, pode se masturbar durante a sessão, e assim vamos conversando sobre como você se sente.

Eu- doutora eu não sei? A senhora não vai ficar constrangida?

Dr.- magina Roberto, fique a vontade, só peço que não pare de falar para não perdemos a consulta.

Não sei como mas tive coragem de tirar o pau pra fora, e comecei a me masturbar, nos primeiros minutos percebi q ela evitava olhar pra mim, mas logo ela rompeu o silêncio, olhou fixo nos meus olhos e não desviava o olhar.

Após um ano, descobri que minha psicóloga me deseja

Após um ano, descobri que minha psicóloga me deseja

Dr.- então, como vc se sente?

Eu- bem, isso está me relaxando.

Dr.- te excita mais o fato de eu estar na sua frente enquanto se masturba?

Eu- muito, não sei por q mas nunca senti tanto tesão na vida.

Dr.- isso pode ser uma característica de uma pessoa exibicionista, nas próximas seções vamos falar um pouco mais sobre seus fetiches.

Continuamos conversando por alguns minutos, o olhar da doutora não desviava dos meus olhos, até q finalmente eu explodi num gozo forte, me sujei todo, voou em toda minha camisa e escorria pela mão e caia na calça, somente no momento do meu orgasmo o olhar da doutora se dirigiu ao meu pau, pela primeira vez em todas as nossas seções vi a cara daquela mulher exibir alguma reação, ela tentou disfarçar e logo me entregou uma caixa de lenços, continuamos a falar enquanto eu me limpava, depois de me limpar com o pau ainda duro como pedra, voltei a me masturbar, ela aí já não evitava mais olhar pra ele encarava e depois olhava pra mim, eu já sentia que eu estava afetando aquela mulher, não demorou muito e eu gozei novamente, na mesma quantidade, era muita porra, os olhos da doutora já entregavam q aquela mulher estava com tesão, seu rostinho branco estava corado, e ela estava inquieta, se mexia bastante. Repeti o ritual, me limpei e ainda com tesão voltei a me masturbar.

Dr.- e assim que você faz quando está em casa? Goza E continua ?

Eu- sim, ando sempre com o pau dolorido, sabe como se fosse dor muscular de tanto malhar.

Ela já não olhava nos meus olhos, só encarava minha pica.

A sessão havia acabado, um barulho em seu celular anunciava q meu tempo tinha se esgotado.

Dr.- bem Roberto então continuamos na próxima sessão, essa semana quero q em casa você tente se segurar o máximo q você puder, sua compulsão já está além do fator hormonal, realmente é algo psicológico.

Eu- a senhora acha q eu possa ser um risco para a sociedade?

Dr.- pra sociedade não! Talvez pra mim. Kkkkk desculpa uma brincadeira pra aliviar a sessão.

Eu- que isso doutora, pode ficar a vontade, a seção de hoje foi entre todas a que me trouxe mais alívio.

Ela sorrio, me vesti e me despedi.

Depois desse dia continuamos com as seções, e nelas contei como fora minha vida sexual e como cheguei a esse ponto de excessos! Nos próximos textos contarei sobre essas experiências e aos poucos contarei que fim tive com essa psicóloga.

Deixem um feedback aí pra incentivar e assim trarei mais rápido a continuação.

3172 views

Contos Eróticos Relacionados:

Lourinha Gostosa dando pra 3 Negões

Lourinha Gostosa dando pra 3 Negões - No conto anterior esqueci de me descrever, sou loura de nascimento, baixinha e magrinha, tenho 1,58m e peso 48kg, mas sou uma falsa magra como já me disseram,...

LER ESTE CONTO

Cunhada gosta de dar o cuzinho

No conto anterior puderam acompanhar como minha cunhada é safada , o que eu não sabia era o tesão que ela tem em sexo anal. Sai um dia mais cedo do serviço e fui para casa certo de comer a...

LER ESTE CONTO

Comi a esposa do meu irmão corno

Ao passar pelo quarto onde estava Taís, porta aberta olhei e vi Taís deitada de bruços com seu bundão quase todo de fora, com uma minúscula calcinha entrando pelo seu rego e a bainha da camisola embolada na sua cintura (aqui nessa parte faz ele na porta tendo a visão dela deitada); levei um susto quando ouvi: - Pode entrar Alberto!...

VER

Sexo na estrada com a Dani

Essa é a minha história de sexo na estrada com a Dani, uma gata sem igual que mexe com a cabeça de qualquer um. Esse relato ficou um pouco grande, mas preferi contar de uma vez do que ficar fazendo...

LER ESTE CONTO

3 - Comentário(s)

  • Rastha 19/09/2023 17:45

    Adorei o conto, ansioso pela continuação

  • Vivian1 13/07/2023 19:51

    Meu nome é Vivian J. Phillips. , responda-me diretamente por e-mail, ok ([email protected]) Vou me apresentar melhor e enviar minha foto assim que receber sua carta por e-mail. Obrigado e beijos Vivian J. Phillips.

  • Samuel 23/06/2023 21:29

    Irmão, ótimo conto. Manda a continuação o mais rápido possível.

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 2 + 4 = ?

ContoErotico.Blog - O Seu Site de Contos Eróticos 

Aqui no Blog Conto Erótico, nós trazemos todos os tipos de contos eróticos para alegrar e animar o seu dia. Nossos contos eróticos são enviados por nossos leitores e colocados aqui para excitar a todos. Sempre postamos contos eróticos com fotos, pois sabemos que isso deixa a história mais real e fácil de ser imaginada. Histórias porno, contos picantes, contos de sexo, fábulas eróticas, não importa qual o nome você dê, nós traremos tudo que você precisa para se divertir.

Todos os nomes dos contos eróticos são alterados por nossa equipe para preservar a identidade de todos, e todos os personagens que participam de nossas histórias eróticas são maiores de 18 anos.

Contos Eróticos Com Fotos

Todos os nossos contos tem pelo menos uma foto, pois sabemos que ler um conto erótico com foto é bem melhor do que só ler uma história solta, sem nenhuma imagem para ilustrar. As fotos dos nossos contos são meramente ilustrativas, são retiradas da própria internet, de sites pornográficos que divulgam essas imagens de forma gratuita.

Caso alguma imagem dos nossos contos eróticos com fotos pertença a você e você quer que seja removida, basta entrar em contato e enviar o link do conto que faremos a substituição. Algumas imagens também são enviadas pelos próprios autores dos contos.

Caso você precise entrar em contato conosco, basta usar a nossa página de contato.

Para enviar contos eróticos para serem publicados em nosso site, vá até a página "Enviar Seu Conto Erótico" e escreva sua história que postaremos aqui.

Buceta - Xvideos - Video de Sexo - Filme Porno - Porno Brasileiro - Bucetas - Zoofilia - Porno - Xvideos PutinhasMulheres Peitudas - Porno Nacional - Porno Español - Acompanhantes Campinas - Pornozao - Acompanhantes RJ - XXX - Porno Gratis - Contos Eróticos - Sexo Gay - Dog Porn - Sexo Com Animales - Contos Eróticos Incesto - Relatos Calientes - Porno Buceta - Ursos Pelados - Pornolandia - Cnnamador - Xvideo - Xvideos Porno - X videos - Corno Blog - Mega Filmes - Putaria Telegram - Xvideos Onlyfans - Homem Pelado

Contos Eróticos

© 2024 - Conto Erótico - ThePornDude