Menu fechado

Fazendo minha irmã gozar com um oral

Esse é um conto erótico de incesto em que conto como acabei fazendo minha irmã gozar com um oral na sua bucetinha apertada.

Eu e minha irmã sempre tivemos um relacionamento normal. Nunca fomos muito próximos, mas também nunca fomos muito distantes. Conversamos normalmente sobre tudo e, geralmente, ela vem contar pra mim sobre algum relacionamento que não deu certo e tudo o mais. Só que as coisas começaram a mudar entre a gente quando ela começou a academia e foi ficando gostosa.

Nunca tinha olhado pra minha irmã desse jeito, mas ela vive andando de calcinha pela casa e uma blusa curta. Eu não consigo resistir e sempre que posso passo um bom tempo olhando. Ela tem um corpo perfeito, com uma bunda enorme e os peitos pequenos, a cintura é bem fininha e o cabelo longo.

Uma vez eu me peguei batendo uma porque vi ela só de calcinha e sutiã, mas depois me arrependi, porque apesar de tudo ela é minha irmã. Há uns três dias, as coisas mudaram ainda mais, porque ela veio me procurar no meu quarto, quando nossos pais não estavam.

Fazendo minha irmã gozar 

Fazendo minha irmã gozar

Ela falou que andava se sentindo frustrada sexualmente e que nenhum cara tinha sido capaz de fazer ela ter um orgasmo. Ficou dizendo que os homens eram todos uns frouxos e tudo o mais e eu falei que aquilo não tinha nada a ver e que se ela quisesse, eu podia provar.

Minha irmã ficou me encarando por um tempo, sem entender, mas depois disse “tá bom, me mostra”. Eu fiquei meio nervoso, mas aí deitei ela na minha cama e segurei as pernas dela, abrindo bem pra poder olhar pra aquela bucetinha rosada.

Tirei a calcinha dela e passei a língua bem em cima do grelinho, depois comecei a chupar e enfiar a língua. O buraquinho era apertado. Os peitos dela foram ficando durinhos e ela gemia, segurando no lençol da cama. Comecei a mexer minha língua mais rápido, pra cima e pra baixo.

Não demorou muito pra ela gozar na minha boca. Perguntei se os homens realmente não eram bons e tudo o mais e ela ficou super sem jeito. Saiu do meu quarto sem falar nada sobre aquilo. Até agora está um clima bem estranho aqui em casa.

Veja outros contos eróticos de incesto:

Comendo minha mãe gostosa

Enteada dando pro padrasto

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.